O que dizem os memoriais de formação de estudantes da licenciatura em Matemática?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26843/rencima.v14n3a04

Palavras-chave:

Memoriais de Formação, Análise de Conteúdo, Formação de Professores, Licenciatura em Matemática

Resumo

A pesquisa objetivou responder: o que dizem os memoriais relatados pelos estudantes de um quarto semestre de licenciatura em Matemática da UFRGS sobre experiências que impactam a trajetória de formação? Os memoriais foram construídos no segundo semestre de 2018 e relatam as experiências e vivências dos estudantes durante a Educação Básica até cursar o quarto semestre da Licenciatura em Matemática. A pesquisa utilizou a técnica de análise de conteúdo de Bardin o que resultou em quatro categorias finais sendo “experiências com professores” e “experiências de ser professor” as que tiveram maior frequência. Essas experiências consideram o que é ser um bom professor, como ensinar, o domínio de conteúdo, a afetividade e o envolvimento do aluno em sua aprendizagem. Observa-se que as quatro categorias se entrelaçam, o que é próprio de uma formação que é complexa e cheia de desafios e encantos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALRØ, Helle; SKOVSMOSE, Ole. Diálogo e aprendizagem em educação matemática. Belo Horizonte: Autêntica, 2018.

AMADO, Janaína. O Grande Mentiroso: tradição, veracidade e imaginação em história oral. História, São Paulo, n.14, p. 125-136, 1995.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

CRESCENTI, Eliane Portalone. A formação inicial do professor de Matemática: aprendizagem da Geometria e atuação docente. Práxis Educativa, Ponta Grossa, v. 3, n. 1, p. 81-94, jan./jun., 2008.

CURY, Fernando Guedes, SOUZA, Luzia Aparecida de; SILVA, Heloisa da. Narrativas: um olhar sobre o exercício historiográfico na Educação Matemática. Boletim de Educação Matemática, Rio Claro, v. 28, n. 49, p. 910-925, 2014.

CURY, Helena Noronha; KONZEN, Beatriz. Análise de resoluções de questões em matemática: As etapas do processo. Educação Matemática em Revista, v.7, n.7, p. 33-41, 2005/2006.

D'AMBROSIO, Ubiratan. Por que se ensina matemática? [s.d.] Material de apoio à disciplina ministrada a distância, oferecida pela SBEM.

DE MOURA, Anna Regina Lanner de. Memorial: Fazendo-me professora. Cadernos Cedes, Campinas, v. 45, n. 19, p. 24-47, 1998.

FIORENTINI, Dario. A pesquisa e as práticas de formação de professores de matemática em face das políticas públicas no Brasil. Boletim de Educação Matemática, Rio Claro, v. 21, n. 29, p. 43-70, 2008.

FIORENTINI, Dario; LORENZATO, Sérgio Apparecido. Investigação em educação matemática: percursos teóricos e metodológicos. Campinas: Autores Associados, 2012.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. São Paulo: Editora Paz e Terra, 1972.

FREITAS, Dayse Stefanie de Lima; DE SOUZA JÚNIOR., Arlindo José. Importância do Memorial enquanto estratégia de formação profissional no Projeto Veredas. Olhares & Trilhas, Uberlândia, v. 5, n. 1, p. 23-31, 2004.

GARCIA, Vera Clotilde Vanzetto. Reflexão e pesquisa na formação de professores de Matemática. In: GARCIA, Vera Clotilde Vanzetto et al. (Org.). Reflexão e pesquisa na formação de professores de Matemática. Porto Alegre: Evangraf, 2011, p. 15-25.

GUIZELLINI, Alessandra et al. O “gostar de matemática”: em busca de uma interpretação psicanalítica. Boletim de Educação Matemática, Rio Claro, v. 18, n. 23, p. 1-18, 2005.

MENDES, Maria Francisca. Memoriais de formação: narrar-se professor a partir dos saberes cotidianos. In: CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO – EDUCERE, 10, 2011, Curitiba. Anais [...]. Curitiba:2011. p. 1 -12.

MENDES, Rosana Maria; MISKULIN, Rosana Giaretta Sguerra. A análise de conteúdo como uma metodologia. Caderno de Pesquisa, São Paulo, v. 47, n. 165, p. 1044-1066, set. 2017.

MOURA, Manoel Oriosvaldo de; SANTOS, Vinícius de Macedo. Educação Matemática em perspectiva. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 31, n. 1, p. 95-97, 2005.

NÓVOA, Antonio. Os professores e as histórias da sua vida. In: NÓVOA, Antonio. (Org.). Vidas de professores. 2. ed. Porto: Porto, 2000. p. 13-30.

PRADO, Guilherme de Val Toledo; SOLIGO, Rosaura. Memorial de formação: quando as memórias narram as histórias de formação. In: PRADO, G. V. T.; SOLIGO, R. Porque escrever é fazer história. São Paulo: Graf. FE, p. 47-62, 2005.

RESENDE, Giovane; MESQUITA, Maria da Gloria Bastos de Freitas. Principais dificuldades percebidas no processo ensino-aprendizagem de matemática em escolas do município de Divinópolis, MG. Educação Matemática Pesquisa, São Paulo, v.15, n.1, p. 199-222, 2013.

ROSA, Fernanda Marinoski Coelho da; BARALDI, Ivete Maria. O uso de narrativas (auto)biográficas como uma possibilidade de pesquisa da prática de professores acerca da Educação (Matemática) Inclusiva. Boletim de Educação Matemática, Rio Claro, v. 29, n. 53, p. 936-954, 2015.

SANTOS, Marli Regina dos; BICUDO, Maria Aparecida Viggiani. Uma Experiência de Formação Continuada com Professores de Arte e Matemática no Ensino de Geometria. Boletim de Educação Matemática, Rio Claro, v. 29, n.53, p. 29-47, 2015.

SILVA, Andressa Hennig; FOSSÁ, Maria Ivete Trevisan. Análise de conteúdo: exemplo de aplicação da técnica para análise de dados qualitativos. Qualit@s, Campina Grande, v.17, n. 1, p. 01-14, 2015.

SOUZA, Luzia Aparecida de; GARNICA, Antonio Vicente Marafioti.. Formação de Professores de Matemática: um estudo sobre a influência da formação pedagógica prévia em um curso de licenciatura. Ciência & Educação, Bauru, v. 10, n. 1, p. 23-39, 2004.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. 17. ed. Petrópolis: Vozes, 2014.

TEIXEIRA, Leny Rodrigues Martins. As narrativas de professores sobre a escola e a mediação de um Grupo de Pesquisa-Formação. Revista Formação Docente, Belo Horizonte, v. 3, n. 3, p. 121-135, ago./dez., 2010.

URQUIZA, Marconi de Albuquerque; MARQUES, Denilson Bezerra. Análise de conteúdo em termos de Bardin aplicada à comunicação corporativa sob o signo de uma abordagem teórica – empírica. Entretextos, Londrina, v. 16, n.1, p. 115-144, jan./jun., 2016.

Downloads

Publicado

01.07.2023

Como Citar

FIOREZE, Leandra Anversa. O que dizem os memoriais de formação de estudantes da licenciatura em Matemática?. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, São Paulo, v. 14, n. 3, p. 1–22, 2023. DOI: 10.26843/rencima.v14n3a04. Disponível em: https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/rencima/article/view/4099. Acesso em: 20 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos