O problema do número presumido disposto no tratado de Līlavātī para o estudo do pensamento algébrico

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26843/rencima.v15n1a09

Palavras-chave:

Educação Matemática, Bhāskarācārya, Formação de Professores, Textos Históricos

Resumo

Na Educação Básica, vêm se discutindo modos de se aprimorar o ensino de álgebra, por meio da discussão do pensamento algébrico. Nesse contexto, o futuro professor de Matemática deve ter inserido, em sua formação, recursos que o ajudem a entender esse modo de pensar. Com isso, este artigo tem por intuito apresentar e discutir os conceitos algébricos com licenciandos em Matemática, contidos na parte “Um número presumido” do Līlavātī, com vista a orientações didáticas. Para isso, é utilizada uma abordagem qualitativa, de caráter descritivo, que se apoiou em um estudo de caso, permeado por um estudo bibliográfico e documental. Portanto, notamos que, através do tratado Līlavātī, é possível discutir o pensamento algébrico na Licenciatura em Matemática e, ainda, observamos que alguns licenciandos chegam à universidade com dificuldade de modelar problemas algébricos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, J. R.; CÂMARA, M. Pensamento algébrico: em busca de uma definição. Revista Paranaense de educação Matemática, v. 6, n. 10, p. 34-60, 2017.

BHĀSKARĀCĀRYA. Lilawati: or a treatise on Arithmetic and Geometry. Tradução: John Taylor. Bombay: Literary society of Bombay, 1816.

BOYER, C. B. História da Matemática. Tradução: Helena Castro. 3. ed. São Paulo: Blucher, 2015.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, 2018.

CEARÁ. Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Matemática. Fortaleza, 2018.

DALTO, J. O.; BURIASCO, R. L. C. Problema proposto ou problema resolvido: qual a diferença? Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 35, n. 3, p. 449-461, set. 2009.

RAMOS, R. de A. Dicionário Didático de Língua Portuguesa. 2 ed. São Paulo: Edições SM, 2011.

ECO, U. Quase a mesma coisa: experiências de tradução. São Paulo: Record, 2007.

EVES, H. Introdução a história da matemática. Tradução: Hygino Domingues. 5. ed. Campinas - SP: Editora da UNICAMP, 2011.

FERREIRA, M. C. N. Álgebra nos anos iniciais do Ensino Fundamental: uma análise dos documentos Curriculares Nacionais. REnCIMa, v. 8, n. 5, p.16-34, 2017.

FIORENTINI, D.; LORENZATO, S. Investigação em Educação Matemática: percursos teóricos e metodológicos. 2. ed. Campinas - SP: Autores Associados, 2006.

FREIRE, D. F.; PEREIRA, A. C. C. Os versos de Līlavātī como recurso didático para o ensino da regra de três simples e direta na Educação Básica. Revista História da Matemática para Professores, v. 8, p.1-13, 2022.

JOSEPH, G. G. Indian Mathematics: Engaging with the Word from Ancient to Modern Time. Canadá: World Scientific, 2016.

KUHN, M. C.; LIMA, E. Álgebra nos Anos Finais do Ensino Fundamental: reflexões a partir dos PCN e da BNCC para construção do pensamento algébrico significativo. REnCiMa, São Paulo, v. 12, n. 3, p. 1-23, 2021.

LUCENA, E. M. P. de; MEDEIROS, J. B. L. de P.; MENDES, R. M. de S. Morfologia e anatomia de espermatófitas. Fortaleza: Eduece, 2015.

MENDES, I. A. A investigação histórica na formação de professores de matemática. Revista Cocar, Pará, v. 4, p. 37-48, 2010.

PATWARDHAN, K. S.; NAIMPALLY, S. A.; SINGH, S. L. Introduction. In: A Teatrise of Mathematics of Vedic Tradition. New Delhi: Motilal Banarsidass, 2006.

RIBEIRO, A. J. Álgebra e seu ensino: dando eco às múltiplas “vozes” da Educação Básica. REnCiMa, São Paulo, v. 7, n. 4, p. 1-14, 2016.

SILVA, I. C. da; SILVA, J. H. da; PEREIRA, A. C. C. Os versos de Līlavātī como fonte histórica para o ensino de Matemática: propondo uma prática. Revista Eletrônica da Matemática, Bento Gonçalves, RS, v. 4, n. 1, p. 78-87, 2018.

TAYLOR, J. Introduction. In: Lilawati: or a treatise on Arithmetic and Geometry. BHĀSKARĀCĀRYA. Bombay: Literary society of Bombay, 1816.

Downloads

Publicado

01.02.2024

Como Citar

FREIRE, Dianara Figueirêdo; PEREIRA, Ana Carolina Costa. O problema do número presumido disposto no tratado de Līlavātī para o estudo do pensamento algébrico. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, São Paulo, v. 15, n. 1, p. 1–18, 2024. DOI: 10.26843/rencima.v15n1a09. Disponível em: https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/rencima/article/view/3976. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos