Modelação e Simulação do enchimento de recipientes usando o modellus

  • Armando da Assunção Soares Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
  • Paula Maria Machado Cruz Catarino Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Palavras-chave: Modelação matemática, simulação, Modellus, ensino de matemática e de física, visualização computacional

Resumo

A modelação do enchimento de recipientes com diferentes formatos é um problema bastante interessante do ponto de vista da física e da matemática, que pode ser explorado tanto em espaços de educação formal como não-formal. A interpretação dos gráficos resultantes da análise dos enchimentos e que representam a evolução da altura da superfície livre de um líquido em função do tempo, apresenta-se como um desafio nem sempre fácil para a maioria dos alunos que ingressam na universidade. Neste artigo, mostramos como o software Modellus 4.01 pode ajudar a ultrapassar este desafio e desempenhar um papel motivador na abordagem deste tipo de problemas. A modelação do enchimento de recipientes com várias formas permite testar alguns conhecimentos matemáticos dos alunos ao mesmo tempo que clarifica os aspetos da física envolvida através da visualização em ambiente computacional do comportamento das variáveis dependentes do tempo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, L. M. W.; BRITO, D. S. Atividades de Modelagem Matemática: que sentido os alunos podem lhe atribuir?. Ciência e Educação, n. 11, p. 1-16, 2005.

ALMEIDA, L. M. W.; VERTUAN, R. E. Perspectiva educacional e perspectiva cognitivista para a Modelagem Matemática: um estudo mediado por representações semióticas. Revista de Modelagem na Educação Matemática, n. 1 (1), p. 28-42, 2010.

ANASTACIO, M. Q. A. Realidade: uma aproximação através da modelagem matemática. Revista de Modelagem na Educação Matemática, n. 1 (1), p. 2-9, 2010.

ARAÚJO, I. S.; VEIT, E. A. ; MOREIRA, M. A. Atividades de modelagem computacional no auxílio à interpretação de gráficos da Cinemática. Revista Brasileira de Ensino de Física, n. 26 (2), p. 179-184, 2004.

BLUM, W.; NISS, M. Applied mathematical problem solving, modelling, applications, and links to other subjects – state, trends and issues in mathematics instruction. Educational Studies in Mathematics, n. 37, p. 37-68, 1991.

BRANDÃO, R. V.; ARAUJO, I. S.; VEIT, E. A. A modelagem científica de fenômenos físicos e o ensino de física. Física na Escola, n. 9 (1), p. 10-14, 2008.

CURY, H. N. Estilos de aprendizagem de alunos de engenharia. Atas do XXVII Congresso Brasileiro de Ensino de Engenharia, 2000, Ouro Preto, Anais. CD-Rom, 2000.

FELDER, R.; SILVERMAN, L. Learning and Teaching Styles in Engineering Education. Engineering Education, n. 78 (7), p. 674-681, 1998.

FELDER, R. Reaching the second tier: learning and teaching styles in college science education. 2000. Disponível em: <http://www4.ncsu.edu/unity/lockers/users/f/ felder/public/Papers/Secondtier.html>. Acesso em: 30/09/2015.

FELDER, R.; SOLOMAN, B. Index of Learning Styles Page. (Source: Centre for Teaching Excellence, University of Waterloo), 2002.

LESH, R.; DOERR, H. (Eds.). Beyond constructivism: Models and modeling perspectives on mathematics problem solving, learning and teaching. Mahwah, NJ: Erlbaum, 2003.

LOZADA, C. O.; ARAÚJO, M. S. T.; MORRONE, W.; AMARAL, L. H. A modelagem matemática aplicada ao ensino de física no ensino médio. Revista LOGOS, n. 14, p. 2-12, 2006.

MARTINHO, M. H.; FERREIRA, T. R. A.; BOAVIDA, A. M.; MENEZES, L. Estilos de Aprendizagem na Disciplina de Matemática em Alunos Portugueses do 10.º ano – Projeto de estudo (Eds.). Atas do XXV Seminário de Investigação em Educação Matemática. Braga: APM., p. 327 – 341, 2014.

MODELLUS. Disponível em:<http://modellus.co/index.php/en/>. Acesso em: 30/09/2015.

OLIVEIRA, C.; OLIVEIRA, H. Processos de modelação no ensino profissional: uma tarefa envolvendo funções. 2013. Disponível em: <http://p3m.ie.ul.pt/index.php/fct>. Acesso em: 08/10/2013.

SILVEIRA, J. Dicas de estudo estilos de aprendizagem. 2007.

TEODORO, V. Modellus: Learning Physics With Mathematical Modelling. PhD thesis. Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Nova de Lisboa, Lisboa, Portugal, 2002.

TEODORO, V. Modellus, um exemplo com funções quadráticas. Educação e Matemática, n. 121, p. 46-48, 2012.

Publicado
2015-10-27
Como Citar
SOARES, A. DA A.; CATARINO, P. M. M. C. Modelação e Simulação do enchimento de recipientes usando o modellus. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 6, n. 3, p. 38-53, 27 out. 2015.
Seção
Artigos Gerais