A evasão do curso de Matemática da UESB de Vitória da Conquista: réplica de um estudo da década 90

Autores

  • Ana Paula Perovano Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • Júlio César dos Reis Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.26843/rencima.v4i2.828

Palavras-chave:

Evasão no Ensino Superior, Licenciatura em Matemática, Diplomação, Retenção

Resumo

A evasão escolar está presente em vários níveis de ensino: do básico ao superior, trata-se de um tema complexo e que precisa ser estudado (BRASIL, 1996). Alguns estudos sobre evasão costumam quantificar o fenômeno e/ou estudar as causas, além de propor e testar soluções. Este artigo tem por objetivo quantificar a diplomação, a retenção e a evasão, do curso de Licenciatura em Matemática da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, no campus de Vitória da Conquista – BA, no período compreendido entre os anos 1999 e 2005. Utilizamos a metodologia de fluxo, ou acompanhamento de estudantes, replicando a metodologia utilizada em um estudo feito pelo MEC intitulado: “Diplomação, retenção e evasão nos cursos de graduação em instituições de Ensino Superior públicas”, publicado em outubro de 1996. Os resultados quantitativos levantados até o momento revelam que o curso estudado tem uma taxa média de 35,89% de evasão, uma diplomação de 59,23% e um índice de retenção próximo a 4,88% dos seus alunos. O levantamento destes índices faz parte de uma série de estudos, com vistas a melhorar qualidade do supracitado curso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-07-01

Como Citar

PEROVANO, A. P.; REIS, J. C. dos. A evasão do curso de Matemática da UESB de Vitória da Conquista: réplica de um estudo da década 90. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, [S. l.], v. 4, n. 2, p. 91-102, 2013. DOI: 10.26843/rencima.v4i2.828. Disponível em: https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/828. Acesso em: 27 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos