Origem da vida para alunos do Ensino Médio de Itabaiana e Frei Paulo/SE

  • Karem Drielle de Souza Santos Universidade Federal de Sergipe
  • Jéssica Prata de Oliveira Universidade Federal de Sergipe
  • Amanda Barreto Xavier Leite Universidade Federal de Sergipe
  • Rayane Santana dos Santos Universidade Federal de Sergipe
  • Márcio Andrei Guimarães Universidade Federal de Sergipe
  • Acácio Alexandre Pagan Universidade Federal de Sergipe
Palavras-chave: Ensino de Biologia, Origem da vida, Ensino Médio

Resumo

Esta pesquisa foi desenvolvida no contexto de duas disciplinas de práticas de ensino do Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas da Universidade Federal de Sergipe, que visam à formação de professores com experiência em pesquisa e extensão. Buscou-se identificar algumas influências escolares e sociais para a aproximação e o distanciamento de estudantes do último ano do ensino médio frente ao conhecimento científico sobre origem da vida. Um questionário foi elaborado e aplicado a 98 estudantes de Itabaiana e Frei Paulo – SE. Ele apresentava questões de múltipla escolha sobre o perfil censitário dos respondentes, bem como uma questão baseada em escala de Thurstone, que apresenta um conjunto de afirmações ordenadas em discursos mais próximos ou mais distantes de um determinado objeto referencial, que nesse estudo foi o discurso acadêmico sobre o tema em questão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

PNUD. Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil. Disponível em: http://www.pnud.org.br/atlas/ Acesso em 08/11/2010.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais de Ensino Médio. Parte III: Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. Brasília: Ministério da Educação, 2000.

CARNEIRO, Maria Helena da S.; GASTAL, Maria Luiza. História e Filosofia das Ciências no Ensino de Biologia; History and Philosophy of Science in Biology Teaching. Ciência & Educação, v. 11, n. 1, p. 33-39, 2005.

COBERN, W. W. Point: Belief, Understanding, and the Teaching of Evolution: Journal of research in science teaching. V. 31, n. 5, pp. 583-590, 1994.

DOBZHANSKY, Theodosius. Nothing in Biology Makes Sense Except in the Light of Evolution. The American Biology Teacher. 1973.

FALCÃO, Eliane Brígida M.; SANTOS, Alessandra Guida dos.; LUIZ, Ronir Raggio. Conhecendo o mundo social dos estudantes: encontrando a ciência e a religião. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias Vol. 7 Nº 2, 2008.

FONSECA, L. C. S. “Você quer o fato científico ou o que eu realmente acredito?”. O conflito entre religião e ciência nas escolas públicas municipais do Rio de Janeiro. GT:Educação Popular. n. 06. 2001.

FRANZOLIN, Fernanda. Conceitos de Biologia na educação básica e na academia: aproximações e distanciamentos. São Paulo, 2007.

FRANZOLIN, F. Conceitos de biologia na educação básica e na academia: aproximações e distanciamentos. 2009. 228 p. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação.

GUIMARÃES, Márcio Andrei. Cladogramas e Evolução no Ensino de Biologia. p 134. 2005.

IBGE – Brasil cidades. Disponível em <http://www.ibge.gov.br/cidadesat/topwindow.htm> Acessado em 29/09/2010

KOSMINSKY L.; GIORDAN, M. Visões sobre Ciências e sobre o Cientista entre Estudantes do Ensino Médio. Universidade de São Paulo. Química Nova na Escola, v. 15, p. 11-18, 2002.

KOSIK, K. Dialética do Concreto, Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976.

LEINZ, Sérgio Viktor; AMARAL, Estanislau. Geologia Geral. 13 ed. São Paulo, Companhia Editora Nacional, 1998.

LINHARES, Sérgio; GEWANDZNAZDER, Fernando. Coleção Biologia Hoje. Ed. Ática. 2005.

OLIVEIRA, G. S. Aceitação/Rejeição da Evolução Biológica: atitudes de alunos da Educação Básica. 2009. 163 p. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação. Universidade de São Paulo. São Paulo.

PAGAN, Acácio Alexandre. Ser (animal) humano: evolucionismo e criacionismo nas concepções de alguns graduandos em ciências biológicas. Tese (Doutorado – Programa de Pós-Graduação em Educação. Área de Concentração: Ensino de Ciências e Matemática), Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. 2009.

PAULINO, Wilson Roberto. Biologia. Ed. Ática. 2007.

REIS, J. R. T. Família, emoção e ideologia. In: LANE, S. T. M.; CODO, W. (Orgs.). Psicologia Social: O Homem em Movimento. 13 ed. 2ª reimpressão. São Paulo: Brasiliense, 1999. Cap. 8. p. 99-124.

ZAIA, Dimas A. M.; ZAIA, Cássia Thaïs B. V. Algumas controvérsias sobre a origem da vida. Quimica Nova, Vol. 31, Nº 6, 1599-1602, Londrina, PR, Brasil. 2008.

Publicado
2011-07-01
Como Citar
SANTOS, K.; OLIVEIRA, J.; LEITE, A.; SANTOS, R.; GUIMARÃES, M.; PAGAN, A. Origem da vida para alunos do Ensino Médio de Itabaiana e Frei Paulo/SE. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 2, n. 2, p. 96-109, 1 jul. 2011.
Seção
Artigos Gerais