Construção de Revista Eletrônica Científica mediando processos de ensino-aprendizagem em Biotecnologia e Meio Ambiente: uma abordagem cts no Ensino Técnico CEFET/MG

  • Sandra Mara Mourão ardinali Universidade Cruzeiro do Sul
  • Beatriz Pinheiro Pinto Universidade Cruzeiro do Sul
  • Teresa Cristina Melo Garcia Prefeitura Municipal de Belo Horizonte
  • Rita de Cássia Frenedozo Universidade Cruzeiro do Sul
Palavras-chave: CTS, Educação, Revista Eletrônica

Resumo

Este trabalho faz parte de uma pesquisa de doutorado desenvolvida com alunos do segundo ano técnicos do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, CEFET-MG, a fim de despertar o interesse dos alunos pela pesquisa científica em uma abordagem CTS (Ciência, Tecnologia, Sociedade). O interesse dos alunos pelo assunto, bem como pela publicação científica levou à criação de uma revista eletrônica de acesso aberto a BioNews Science Magazine. A revista tem com o objetivo contribuir para a difusão de novos conhecimentos científicos sobre o tema e auxiliar no letramento digital dos alunos. O Currículo Nacional e as Diretrizes Nacionais para o Ensino Médio (Brasil 1999) enfatiza o ensino contextualizado e processo de aprendizagem apoiada pelas experiências significativas diárias. A incorporação de recursos digitais de aprendizagem na educação pretende mobilizar e sensibilizar as pessoas para as questões relacionadas com o avanço da tecnologia. Este trabalho investigou o uso de tecnologias educacionais para desenhar um ensino alternativo e estratégias de aprendizagem sobre questões atuais no campo da Biotecnologia e Meio Ambiente. Os artigos científicos foram escritos pelos alunos sob orientação dos professores com o uso de uma ferramenta digital de aprendizagem. Resultados promissores foram alcançados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABNT. NBR 6022: informação e documentação: artigo em publicação periódica científica impressa: apresentação. Rio de Janeiro, 2003. 5 p.

BRASIL. MINSTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA. SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MÉDIA E TECNOLÓGIA. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ensino Médio, Brasília. MEC/SEMTEC, 1999.4v.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ensino Fundamental, 2002.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais-Ensino Fundamental, 2006.

CHASSOT A. Alfabetização científica: uma possibilidade para a inclusão social. Revista Brasileira de Educação, n. 22, p.89-100, 2003.

CRUZ A.A.A.C. et al. Impacto dos periódicos eletrônicos em bibliotecas universitárias. Ci. Inf., Brasília, v. 32, n. 2, p. 47-53, 2003.

DEMO, P. Educar pela pesquisa. Campinas: Ed. Autores Associados, 2002.

EDUCAREDE. Coleção EducaRede: Internet na Escola.5v. São Paulo, CENPEC, 2006. Disponível em: http://www.educarede. org.br/educa. 2006.

EDUCAREDE. Internet na escola: Caderno do Capacitador. São Paulo, CENPEC, 2007. Disponível em:

http://www.educarede.info/rededecapacitacao/caderno/caderno_capacitador.pdf.

GONÇALVES M. Redes de colaboração e aprendizagem: portais educacionais e redes sociais – novos espaços para ensinar e aprender. Texto 2, Apostila - Tecnologias Digitais na Educação, Salto para o Futuro, MEC – TV Escola. portaldoprofessor.mec.gov.br/storage/materiais/0000012178.pdf

GOMEZ, M. V. Educação em rede: uma visão emancipadora. São Paulo: Cortez: Instituto Paulo Freire, 2004.

HAYDT, R.C.C. Curso de didática geral. 7ª ed. São Paulo: Ática, 2001

JÚNIOR, A.N.S. BARBOSA, J, R. Repensando o ensino de ciências e de biologia na educação básica: o caminho para a construção do conhecimento científico e biotecnológico. Democratizar. v.III, n.1.2008. Disponível em: http://www.faetec.rj.gov.br/desup/images/democratizar/v3-n1/art_jane_arildo.pdf. Acesso em 12/2011.

KRASILCHIK, M. Prática de Ensino de Biologia. 4ª ed. São Paulo: Edusp, 2008.

KURAMOTO, H. Informação científica: proposta de um novo modelo para o Brasil. Ci. Inf., Brasília, v. 35, n. 2, p. 91-102, 2006.

MOREIRA, M.; MASINI, E. Aprendizagem significativa e a teoria de David Ausubel. São Paulo: Centauro, 2001.

MORTIMER, E. F. Construtivismo, mudança conceitual e ensino de ciências: para onde vamos? Investigação em ensino de ciências, v.1, n.1, p. 20-39, 1996.

MEC. Programa de Incentivo e Valorização da Formação Científica na Educação Básica. Brasília, DF: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2007.

MORENO, F. P.; MÁRDERO ARELLANO, M. Á. Publicação científica em arquivos de Acesso Aberto. Arquivística.net, v. 1, n. 1, p. 76-86, 2005.

SANTOS, M.E. Encruzilhadas de mudança no limiar do século XXI: co-construção do saber científico e da cidadania via ensino CTS de ciências. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 2., 1999, Valinhos. Atas Valinhos, pag 12 1999.

STUMPF, I.R.C. Periódicos Científicos, Porto Alegre:ABEBD, 1998.

TEIXEIRA, P.M.M. Science education in the historico-critical pedagogical perspective and the STS movement in science teaching. Ciência & Educação, v. 9, n. 2, p. 177-190, 2000.

WAACK, R. S.; AMOROSO, S. Desenvolvendo Sustentabilidade. Parcerias Estratégicas. Centro de Gestão e Estudos Estratégicos, n. 20, p 452-458, 2005. Disponível em: http://www.cgee.org.br/arquivos/p_20_1.pdf. Acesso em 01/2012.

Publicado
2012-10-01
Como Citar
ARDINALI, S.; PINTO, B.; GARCIA, T.; FRENEDOZO, R. Construção de Revista Eletrônica Científica mediando processos de ensino-aprendizagem em Biotecnologia e Meio Ambiente: uma abordagem cts no Ensino Técnico CEFET/MG. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 3, n. 3, p. 617-626, 1 out. 2012.
Seção
Artigos Gerais

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)