The history of the evolution of atomic models from the perspective of the New High School

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26843/rencima.v14n2a15

Palavras-chave:

Atomic Models, History of Science, New High School

Resumo

This study aims to develop a didactic sequence aimed at discussing the evolution of atomic models, from the perspective of the New High School, as well as analyzing the data arising from the realization of this in the context of Basic Education. In this design, the didactic proposition was applied in two classes of the 1st year of high school, involving 40 students from a private institution in the city of Santa Cruz do Sul/RS. In this bias, through the active participation of the students during the stages, as well as through the diversification of activities, it was observed, in addition to indicative of the understanding of the proposed object of knowledge, indications of a greater commitment to the part of the group, or that is, a greater interest in the activities developed. From this perspective, it is possible to conclude and validate it as useful for the process of building scientific knowledge about atomic models, in the sense of understanding it as a strategy that facilitates learning. The History of the Evolution of Atomic Models from the Perspective of the New High School.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC/SEB, 2018.

CARBO, L.; DA SILVA TORRES, F.; ZAQUEO, K. D.; BERTON, A. Atividades práticas e jogos didáticos nos conteúdos de química como ferramenta auxiliar no ensino de ciências. REnCiMa, São Paulo, v. 10, n. 5, p. 53-69, 2019.

CHASSOT, A. Catalisando as transformações na Educação. Ijuí: Ed. Unijuí, 1993.

CLAYBOURNE, A. 73 Truques legais de Ciências para surpreender seus amigos. Cotia: Pé Da Letra, 2021.

CRESWELL, J. W.; CLARK, W. E.; MORALES, V. L. Qualitative research designs: Selection and implementation. The counseling psychologist, Thousand Oaks, v. 35, n. 2, p. 236-264, 2007.

ENGEL, G. I. Pesquisa-ação. Educar em Revista, Curitiba, n. 16, p. 181-191, 2000.

FORATO, T. C. de M.; PIETROCOLA, M.; MARTINS, R. A. Historiografia e natureza da ciência na sala de aula. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, Florianópolis, v. 28, n. 1, p. 27-59, 2011.

GARRETO, M. S. E.; MACHADO, C. C. Uso de protótipos para o ensino de modelos atômicos e estrutura molecular para deficientes visuais: uma simulação com alunos vendados. Infinitum, São Bernardo, v. 1, n. 1, p. 109-124, 2018.

GUIMARÃES, Y. A. F.; GIORDAN, M. Instrumento para construção e validação de sequências didáticas em um curso a distância de formação continuada de professores. ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 8, 2011, Campinas. 2011. Anais... Campinas: ABRAPEC, 2011, p. 875-882.

HORN, M. B.; STAKER, H.; CHRISTENSEN, C. Blended: usando a inovação disruptiva para aprimorar a Educação. Porto Alegre: Penso, 2015.

KURZ, D. L; BEDIN, E. As potencialidades das tecnologias de informação e comunicação para a área das ciências da natureza: uma investigação em periódicos da área. Interfaces da Educação, Paranaíba, v. 10, n. 30, p. 199-220, 2019.

LIMA, M. M.; IBRAIM, S. S.; SANTOS, M. Análise de aspectos de natureza da ciência expressos por uma professora em formação inicial no contexto de uma disciplina de história da química. Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências, Belo Horizonte, v. 23, p. 1-19, 2021.

LOPES, B. E. R.; GOMES, B. M. Dos Filósofos gregos à Bohr: uma revisão histórica sobre a evolução dos modelos atômicos. Revista Ifes Ciência, Vitória, v. 4, n. 2, p. 122-139, 2018.

LOPES, C. V. M. Modelos atômicos no início do século XX: da física clássica à introdução da teoria quântica. 2009. 173f. Tese (Doutorado em História da Ciência) — Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologias. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

MARTINS, R. A. Como pesquisar sobre história da biologia: alguns pontos importantes. Boletim de História e Filosofia da Biologia, São Paulo, v. 2, n. 4, p. 4-9, dez. 2008.

MELLO, R. M. Q.; MICARONI, L.; CUNHA, M. M. da. Química na Prática: divulgando a química nas escolas. Extensão em Foco, Palotina, n. 17, p. 149-163, 2018.

MORAES, J. U. P.; ARAÚJO, M. S. T. O Ensino de Física e o Enfoque CTSA: caminhos para uma educação cidadã. São Paulo: Livraria da Física, 2012.

PEREIRA, G. S. A química cantada: ensinando os modelos atômicos através da composição musical. Brazilian Applied Science Review, v. 3, n. 1, p. 570-584, 2019.

RIO GRANDE DO SUL. Resolução CEEd nº 345, de 12 de dezembro de 2018. Referencial Curricular Gaúcho. Porto Alegre, 2018.

ROSA, S. E., STRIEDER, R. B. Não Neutralidade da Ciência-Tecnologia: verbalizações necessárias para potencializar a constituição de uma cultura de participação. Linhas Críticas, Brasília, v. 25, p. 124-149, 2019.

SANTOS, V. Modelo atômico de Rutherford ou “Planetário” (1911). Departamento de Ciências Exatas e da Natureza Química. Porto Alegre: UFRGS/CAp, 2018.

SILVA, K. M. O.; SILVA, O. Dos atomistas ao átomo moderno: um resgate histórico da evolução dos modelos atômicos. Cidade: IFPE, 2021.

SILVA, N. F. L. Uma abordagem para o ensino de modelos atômicos e radioatividade a partir da História da Ciência. 2019. 206f. Dissertação (Mestrado em Química) — Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Uberaba.

SOUZA, K. R.; KERBAUY, M. T. M. Abordagem quanti-qualitativa: superação da dicotomia quantitativa-qualitativa na pesquisa em educação. Educação e Filosofia, Uberlândia, v. 31, n. 61, p. 21-44, 2017.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL. Biografia de Ernest Rutherford. Disponível em: https://www.ufrgs.br/fismed/rutherford.htm. Acesso em: 26/05/2022.

VIEIRA, C. T.; VIEIRA, R. M. Construindo práticas didático-pedagógicas promotoras da Literacia Científica e do Pensamento Crítico. Madrid: OEI – Iberciencia, 2014.

ZABALLA, A. Como trabalhar os conteúdos em sala de aula. Porto Alegre: Artmed, 1998.

Publicado

28.05.2023

Como Citar

KURZ, Débora Luana; BEDIN, Everton; DAL-FARRA, Rossano André. The history of the evolution of atomic models from the perspective of the New High School. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, São Paulo, v. 14, n. 2, p. 1–23, 2023. DOI: 10.26843/rencima.v14n2a15. Disponível em: https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/rencima/article/view/4465. Acesso em: 24 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos