Formação e atuação dos professores de Matemática graduados na EaD/Uniube — Janaúba/MG (2006-2020)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26843/rencima.v14n1a14

Palavras-chave:

Formação Docente, Educação Matemática, Educação a Distância

Resumo

A formação de professores é uma temática em constante estudo nas pesquisas em Educação. Tendo em vista o crescimento da oferta de cursos de graduação na modalidade de Educação a Distância (EaD), este estudo tem por objetivo identificar e problematizar a visão dos professores de Matemática graduados pela Universidade de Uberaba (Uniube), no polo de Janaúba/MG, no período de 2006 a 2020, lançando luz sobre os desafios e possibilidades vivenciadas em seu ingresso, processo de formação acadêmica em Matemática na modalidade EaD. A pesquisa possui abordagem qualitativa, tendo sido realizadas entrevistas semiestruturadas com três (3) professores egressos da referida Instituição de Ensino Superior, no município de Janaúba/MG, e que lecionam em escolas públicas da rede Estadual de Ensino desse mesmo município. Os resultados da pesquisa indicam que a EaD, apesar dos desafios, apresenta possibilidades de uma sólida formação para exercício da profissão docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALBUQUERQUE, Leila Cunha de; GONTIJO, Cleyton Hércules. A complexidade da formação do professor de matemática e suas implicações para a prática docente. Espaço Pedagógico, Passo Fundo, v. 20, n. 1, p. 76-87, jan./jun. 2013.

ALVES, Lucinéia. Educação à distância: conceitos e história no Brasil e no mundo. Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância, São Paulo, v. 10, p. 83-92, 2011.

BOGDAN, Robert; BIKLEN, Sari. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Porto: Porto Editora, 1994.

BRASIL. Lei n° 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília: Diário Oficial da União, 23 dez. 1996.

BRASIL. Ministério da Saúde. O que é a Covid-19. Brasília, 2021. Disponível em: https://www.gov.br/saude/pt-br/coronavirus/o-que-e-o-coronavirus; acesso em jan. 2022.

CABANHA, Daiane dos Santos Corrêa; SCHERER, Suely. Licenciatura em Matemática na modalidade EaD: um estudo sobre o uso de softwares no Estágio Supervisionado. Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância, São Paulo, v. 13, p. 247-257, 2014.

CARR, Wilffred.; KEMMIS, Sthephen. Becoming critical: education, knowledge and action research. London: The Falmer Press, 1986.

CARRILLO, José. et. al. Un marco teórico para el conocimiento especializado del profesor de matemáticas. Huelva: Universidad de Huelva: 2014.

DINIZ-PEREIRA, Júlio Emílio; SOARES, Leôncio José Gomes. Formação de Educadoras/Es, Diversidade e Compromisso Social. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 35, p. 1-23, jan. 2019.

DINIZ-PEREIRA, Júlio Emílio. Da racionalidade técnica à racionalidade crítica: formação docente e transformação social. Perspectivas em Diálogo, Naviraí, v. 1, n. 1, p. 34-42, 2014.

FIORENTINI, Dario. et al. Formação de professores que ensinam matemática: um balanço de 25 anos da pesquisa brasileira. Educação em Revista, Belo Horizonte, n. 36, p. 137-160, dez. 2002.

FIORENTINI, Dario. (Org.). Formação de professores de matemática: explorando novos caminhos com outros olhares. Campinas: Mercado das Letras, 2003.

FIORENTINI, Dario; COSTA, Priscila Kabbaz Alves da; RIBEIRO, Miguel. As tensões vivenciadas na construção da identidade profissional do futuro professor em um curso de licenciatura em matemática a distância. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, Curitiba, v. 11, n. 2, p. 234-259, 2018.

FIORENTINI, Dario; LORENZATO, Sérgio. Investigação em educação matemática: percursos teóricos e metodológicos. Campinas: Autores Associados, 2006.

FIORENTINI, Dario. A Didática e a Prática de Ensino mediado pela investigação sobre a Prática. In: ROMANOWSKI, J. P. et al. (Org.). Conhecimento local e conhecimento universal: pesquisa, didática e ação docente. Curitiba: Champagnat, 2004, p. 243-257.

FONTANA, Roseli Aparecida Cação. Trabalho e subjetividade. Nos rituais da iniciação, a constituição do ser professora. Caderno Cedes, Campinas, v. 20, n. 50, abr. 2000.

FREIRE. Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 37. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da esperança: um reencontro com a Pedagogia do oprimido. São Paulo: Paz e Terra, 2006.

GARNICA, Antonio Vicente Marafioti. As Licenciaturas em Matemática e as complexas variáveis que intervém nas alterações curriculares: um estudo de caso. In: CUNHA, Helena Noronha; VIANNA, Carlos Roberto. (Org.). Formação do professor de matemática: reflexões e propostas. Santa Cruz do Sul: IPR, 2012, p. 213-229.

GARNICA, Antonio Vicente Marafioti. Cartografias Contemporâneas: mapa e mapeamento como metáforas para a pesquisa sobre a formação de professores de Matemática. Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, Porto Alegre, v. 6, n. 1, p. 35-60, 2013.

LAVILLE, Christian; DIONNE, Jean. A construção do saber: manual de metodologia da pesquisa em ciências humanas. Porto Alegre: Artmed, 1999.

MEDEIROS, Laércia Maria Bertulino de; BEZERRA, Carolina Calvacanti. Algumas considerações sobre a formação continuada de professores a partir das necessidades formativas em novas tecnologias na educação. In: SOUSA, Robson Pequeno. et al (Org.). Teorias e práticas em tecnologias educacionais. Campina Grande: EDUEPB, 2016, p. 17-37.

MISKULIN, Rosana Giaretta Sguerra; SILVA, Mariana Rocha C.; ROSA, Maurício. Formação Continuada de Professores de Matemática: O Desenvolvimento de Comunidades de Prática Baseadas na Tecnologia. Revista Iberoamericana de Tecnología en Educación y Educación en Tecnología, Logroño, n. 3, p. 63-69, 2009.

MIZUKAMI, Maria da Graça Nicoletti. Aprendizagem da docência: professores formadores. e-curriculum, São Paulo, v. 1, n. 1, p. 1-17, dez/jul. 2005-2006.

NACARATO, Adair Mendes. A Formação do Professor de Matemática: pesquisa x políticas públicas. Contexto & Educação, Santa Rosa, v. 21, n. 75, p. 131-153, 2006.

NACARATO, Adair Mendes; PAIVA, Maria Auxiliadora Vilela. A formação do professor que ensina Matemática: perspectivas e pesquisas. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.

NICOLAIO, Kelly; MIGUEL, Luciana. A democratização do ensino por meio da educação a distância. Intersaberes, Curitiba, n. 9, p. 68-91, jan./jun. 2010.

NÓVOA, Antonio. Profissão professor. Porto: Porto Editora, 1999.

OLIVEIRA, Antonella Carvalho de. A formação do professor de matemática em cursos de licenciatura a distância – uma análise da tríade: entrada, processo e saída. 2016. 160f. Tese (Doutorado em Ensino de Ciência e Tecnologia). Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Ponta Grossa.

PENA, Geralda Aparecida de Carvalho. Formação docente e aprendizagem da docência: um olhar sobre a educação profissional. Educação em Perspectiva, Viçosa, v. 2, n. 1, p. 98-118, 2011.

PONTE, João Pedro da; OLIVEIRA, Hélia; VARANDAS, José Manuel. O contributo das tecnologias de informação e comunicação para o desenvolvimento do conhecimento e da identidade profissional. In: FIORENTINI, Dário. (Org.). Formação de professores de Matemática: Explorando novos caminhos com outros olhares. Campinas: Mercado de Letras, 2003, p. 159-192.

RIBEIRO, Miguel. O conhecimento do conteúdo no tema de Geometria: algumas situações críticas evidenciadas por futuros professores na licenciatura em ensino básico. Encontro nacional de professores de Matemática. Viana do Castelo: APM, 2009.

RIBEIRO, Miguel. O conhecimento do conteúdo no tema de Geometria: algumas situações críticas evidenciadas por futuros professores na Licenciatura em Educação Básica. In: ENCONTRO NACIONAL DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA, 25, 2009, Viana do Castelo. Actas do XXV ProfMat. Viana do Castelo: APM, 2009, p. 1-10.

SCHÖN, Donald. The reflective practitioner. New York: Basic Books, 1983.

SHULMAN, Lee. Conocimiento y enseñanza: fundamentos de la nueva reforma. Profesorado. Revista de curriculum y formación del profesorado, Granada, n.9, v.2, p. 1-30, 2005.

SILVA, Edson Vieira da. Educação a distância: uma realidade na formação docente inicial/Distance education: a reality in teacher training. Brazilian Journal of Development, São José dos Pinhais, v. 5, n. 7, p. 9854-9866, 2019.

TARDIF, Maurice. Saberes Docentes e Formação Profissional. 5. ed. Petrópolis: Vozes, 2002.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. 16. ed. Petrópolis: Vozes, 2014.

TORRES, Rosa Maria. Melhorar a qualidade da educação básica? As estratégias do Banco Mundial. In: TOMMASI, Lívia de; WARDE, Mirian Jorge; HADDAD, Sérgio (Org.). O Banco Mundial e as políticas de educação. São Paulo: Cortez, 1996, p. 125-193.

VIEIRA, Rosangela Souza. O Papel das tecnologias da informação e comunicação na educação a distância: um estudo sobre a percepção do professor/tutor. Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância, São Paulo, v. 10, p. 65-70, 2011.

VIOL, Juliana França; MISKULIN, Rosana Giaretta Sguerra. Pesquisa em Educação Matemática: um olhar para a Formação de Professores a distância. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE ENSINO DA MATEMÁTICA, 6, 2013, Canoas. Anais do VI CIEM. Canoas: ULBRA, 2013. p. 1-11.

ZABEL, Marília; ALMEIDA, Helber Rangel Formiga Leite de. Um retrato da formação online do professor de Matemática. In: BORBA, Marcelo de Carvalho; ALMEIDA, Helber Rangel Formiga Leite de. (Org.). As Licenciaturas em Matemática da Universidade Aberta do Brasil (UAB): uma visão a partir da utilização das Tecnologias Digitais. São Paulo: Editora Livraria de Física, 2015, p. 29-47.

Downloads

Publicado

2023-01-01

Como Citar

SOUZA, L. B. de; ALMEIDA, S. P. N. de C. e; LIMA, K. Formação e atuação dos professores de Matemática graduados na EaD/Uniube — Janaúba/MG (2006-2020). Revista de Ensino de Ciências e Matemática, [S. l.], v. 14, n. 1, p. 1–24, 2023. DOI: 10.26843/rencima.v14n1a14. Disponível em: https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/4410. Acesso em: 27 jan. 2023.

Edição

Seção

Artigos