Um centro de pesquisa dialoga com a comunidade

Autores

  • Marcela Fejes Universidade de São Paulo
  • Talita Carbonese Universidade de São Paulo
  • Ana Maria Navas Universidade de São Paulo
  • Jéssica Araujo Silva Universidade de São Paulo
  • Alex Cruz Universidade de São Paulo
  • Isabel Martinelli Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.26843/rencima.v3i3.419

Palavras-chave:

Centro de pesquisa, Divulgação científica, Meio ambiente

Resumo

O Centro de Capacitação e Pesquisa em Meio Ambiente da Universidade de São Paulo USP localizado em Cubatão-SP, insere-se não apenas como um centro de pesquisa aplicada ao meio ambiente, mas também, como um espaço de comunicação e troca com a comunidade local, colaborando, participando e desenvolvendo atividades de educação não formal de ciência e tecnologia e educação ambiental. Este trabalho apresenta brevemente os projetos de educação não formal desenvolvidos pelo centro, e focaliza em uma das ações realizadas: a participação na Semana de Meio Ambiente de Cubatão de 2011, cidade onde o centro encontra-se inserido. Esta ação específica de divulgação científica envolveu a criação e montagem de uma mini-exposição sobre as pesquisas desenvolvidas, a formação de monitores para a exposição e a avaliação, compreendida como uma forma de contribuir para reflexão das ações desenvolvidas pelo centro e para o norteamento de suas atividades atuais e futuras. A análise desta experiência concreta de educação não-formal reforça positivamente a necessidade de aproximação e diálogo com a comunidade local.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CAMPINA, N. N.. Projeto Coração Roxo de Biomonitoramento e Educação Ambiental: análise de uma experiência com alunos de uma escola pública no município de Cubatão SP. 2009. Tese (Doutorado em Patologia) - Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.

CHAGAS, I. Aprendizagem não formal/formal das ciências: Relações entre museus de ciência e escolas. Revista de Educação, v.3, n.1, p. 51-59.1993. Disponível em: http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/ichagas/index.html/artigomuseus.pdf. Acesso em 08/03/2012.

DURANT, J. Participatory technology assessment and the democratic model of the public understanding of science. Science and Public Policy, v.26, n.5, p. 313-319, 1999.

FERREIRA, C. C., TORRES F. R., BORGES, W. R. Cubatão: Caminhos da história - Cubatão, SP : Ed. do Autor, 2007.

FOUREZ, G. Crise no ensino de ciências? Investigações em Ensino de Ciências, n.8, p.109-123, 2003.

LEVY-LEBLOND, J. M. Cultura Cientifica: Impossível e Necessária. In: VOGT, C. (org.) Cultura Cientifica: Desafios. Edusp/FAPESP. São Paulo, p. 28-43, 2006

MYERS, G. Discourse studies of scientific popularization: questioning the boundaries. Discourse Studies, v.5 (2), p. 265-279. 2003.

MOREIRA, I.C. A inclusão social e a popularização da ciência e tecnologia no Brasil. Revista Ibict v.1, n.2, 2006. Disponível em: http://revista.ibict.br/inclusao/index.php/inclusao/article/view/29/50. Acesso em 08/03/2012.

MURRIELLO, S.; CONTIER, D.; KNOBEL, M.; TAVES, S. J. O nascimento do Museu de Ciências da Unicamp, um Novo Espaço para a Cultura Cientifica. In: VOGT, C. (org.) Cultura Cientifica: Desafios. Edusp/FAPESP. São Paulo, 2006. p. 84-132.

NAVAS, A. M. Concepções de popularização da ciência e da tecnologia no discurso político: impactos nos museus de ciências. Dissertação (Mestrado) - Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo. 2008.

TRENCH, B.; BUCCHI, M. Science communication, an emerging discipline. JCOM v.9 n.3, 2010.

VOGT, C. Divulgação e cultura científica. Revista Comciencia, n.100, jul/2008. Disponível em: http://www.comciencia.br/comciencia/handler.php?section=8 &edicao=37&id=436. Acesso em 08/03/2012.

Downloads

Publicado

2012-10-01

Como Citar

FEJES, M.; CARBONESE, T.; NAVAS, A. M.; SILVA, J. A.; CRUZ, A.; MARTINELLI, I. Um centro de pesquisa dialoga com a comunidade. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, [S. l.], v. 3, n. 3, p. 419-430, 2012. DOI: 10.26843/rencima.v3i3.419. Disponível em: https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/419. Acesso em: 3 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos