Proposta de atividades com enfoque CTS para professores de Química

  • Tomás Noel Herrera Vasconcelos Universidade Cruzeiro do Sul
  • Maria Delourdes Maciel Universidade Cruzeiro do Sul
  • Carmem Lucia Costa Amaral Universidade Cruzeiro do Sul
  • Suely de Medeiros Onofrio Gama Universidade Cruzeiro do Sul
  • Alexandre de Souza Universidade Cruzeiro do Sul
  • Jobert de Oliveira Neves Universidade Cruzeiro do Sul
  • Oton Café da Silva Universidade Cruzeiro do Sul
Palavras-chave: CTS, Professores, Cursos de formação, Atividades CTS

Resumo

Entre os obstáculos epistemológicos para a implementação de uma abordagem CTS pelo professor de Química em sala de aula estão suas concepções sobre Ciência e suas relações com a tecnologia e a sociedade. Essas concepções, em geral, são provenientes de sua formação inicial. Desta forma, achamos importante investigar as concepções CTS de alguns professores de Química e propor atividades com abordagem CTS onde os professores/alunos desenvolveram sequencias didáticas com essa abordagem. A modalidade utilizada foi a pesquisa-ação colaborativa, com abordagem qualitativa. Foi demonstrada a importância de realizar ações concretas, com atividades que fornececem aos professores teorias e estratégias para uma aprendizagem contextualizada, na construção e reconstrução de saberes e formação do cidadão crítico e participativo. A 378 Anais do II Seminário Hispano Brasileiro - CTS, p.377 388, 2012 elaboração pelos professores/alunos de proposta de sequência didática, a partir da reflexão crítica, discussão e autêntica colaboração em atividades, mostrou a importância dos cursos de formação e outras vias para a contextualização em Química da complexa relação CTS. Esta pesquisa reforça a opinião que esta modalidade é um processo formativo conjunto dos participantes, de troca de experiências, reflexões criticas, de elaboração de estratégias e produção de conhecimentos, que podem melhorar significativamente o processo de ensino aprendizagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CARDOSO, J. A Chuva Ácida na Perspectiva de Tema Social: Um Estudo com Professores de Química em Criciúma (SC). Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-graduação em Educação Científica e Tecnológica. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2005.

ESTEVES, S. Percepções acerca da Ciência e da Tecnologia de alunos de licenciatura em Ciências Biológicas tendo em vista os Estudos CTS. Dissertação de Mestrado. Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Departamento de Pesquisa e Pós-Graduação. Belo Horizonte, 2009. Disponível em: http://w3.ufsm.br/gtctsabrapec/DEsteves.pdf. Acesso em: 28 mar.2012

FIRME, R.N.; AMARAL, E. M.R. Analisando a implementação de uma abordagem CTS na sala de aula de química. Ciência & Educação, v. 17, n. 2, p. 383-399, 2011.

LIMA, J. A pesquisa e o cotidiano escolar: uma ação colaborativa? EccoS revista científica, v.7, n. 2, p.239-249, 2005.

MACIEL, M.D. Atitudes CTS reveladas por estudantes de pós-graduação em ensino de Ciências e Matemática em: Pesquisas e práticas de ensino em química. Carmem Lúcia Costa Amaral e Edda Curi (org.).São Paulo: Terracota, p.43-58, 2009.

MANASSERO , M.A.; VÁZQUEZ, A. Opinions sobre ciència, tecnologia i societat. Palma de Mallorca: Govern Balear, Conselleria d'Educació, Cultura i Esports. 1998.

MANASSERO , M.A.; VÁZQUEZ, A. Opiniones sobre las relaciones entre Ciencia, Tecnología y Sociedad. TARBIYA, v. 27, p.27-56, 2001.

MARCONDES M. E. et al. Materiais instrucionais numa perspectiva CTSA: uma análise de unidades didáticas produzidas por professores de formação continuada. Investigações em Ensino de Ciências. v.14, n.2, p. 281-298, 2009.

NOGUEIRA-MARTINS,M.C.F.;BÓRGUS, C.M. Considerações sobre a metodologia qualitativa como o recurso para o estudo das ações de humanização em saúde. Saúde & Sociedade, v. 13, n.3, 2004.

PESSÔA, G. Q; JUBITIPAN, C.; DELGADO, M.A. Prática de Pesquisa de um professor do Ensino Fundamental envolvendo modelos mentais de fases da lua e eclipse. Revista Latino-Americana de Educação em Astronomia – RELEA, n.8, p. 19-36, 2009. Disponível em: http://www.relea.ufscar.br/num8/RELEA_A2_n8.pdf. Acesso em: 28 mar.2012.

PINHEIRO, R.A. Pesquisa colaborativa: uma proposição de pesquisa integradora. Departamento de Educação. Universidade Federal do Rio Grande do Norte. 2011. Disponível em: http://www.ebah.com.br/content/ABAAABHtEAF/pesquisa-colaborativa. Acesso em: 29/mar/2012.

REIS, V.; DAMASCENO, E.; MAIA,E. Da forma ao significado: reestruturação da prática de uma professora de inglês da rede pública de ensino. Seminários de Tópicos Variáveis em Linguística Aplicada: Pesquisa em Sala de Aula. Faculdade de Letras/UFMG. Belorizonte. 2005. Disponível em: http://www.letras.ufmg.br/arado/pesqsala.pdf.Acesso em 28 mar.2012

SANTOS M.; AMARAL C.; MACIEL C. Temas sociocientíficos em aulas práticas de Química na Educação Profissional: uma abordagem CTS. Ciência, Tecnologia e Sociedade: pesquisa e ensino/Maria Delourdes Maciel, Carmem Lucia Amaral e Iara Bocchese Guazzelli, organizadoras. São Paulo:Terracota,2010.p.165-178

THIOLLENT, M. Metodologia da pesquisa-ação. 12. ed. São Paulo: Cortez, 1996.

ZABALA, A. A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artes Médicas Sul Ltda., 1998.

Publicado
2012-10-01
Como Citar
VASCONCELOS, T.; MACIEL, M.; AMARAL, C.; GAMA, S.; DE SOUZA, A.; NEVES, J.; DA SILVA, O. Proposta de atividades com enfoque CTS para professores de Química. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 3, n. 3, p. 377-388, 1 out. 2012.
Seção
Artigos Gerais

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>