Percepções de Ciência e de Tecnologia de estudantes da área de Humanas em nivel de Pós-graduação

Autores

  • Flávia de Assis Favetta Universidade Metodista de Piracicaba
  • Maria Guiomar Carneiro Tommasiello Universidade Metodista de Piracicaba

DOI:

https://doi.org/10.26843/rencima.v3i3.413

Palavras-chave:

Movimento CTS, Percepções de ciência, Percepções de tecnologia

Resumo

Este trabalho é resultante de um projeto de Iniciação Científica, no qual o objetivo foi investigar as percepções de Ciência e de Tecnologia de alunos iniciantes de cursos de pós graduação (stricto-sensu e lato-sensu) em Educação. Uma das razões da importância em se conhecer as suas percepções é que a maioria dos alunos da pós-graduação em educação atua como professor da rede pública e particular de ensino e, apesar de não haver uma relação direta entre a prática docente e as crenças sobre a natureza da Ciência os professores, em geral, são formadores de opinião. Foram realizadas entrevistas e aplicados questionários. De modo geral os alunos têm ideias simplistas, acreditando na neutralidade da Ciência e da Tecnologia, compreendendo-as como instrumentos do progresso e do bem estar da sociedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ACEVEDO, J.A. et al. Mitos da Didática das Ciências acerca dos Motivos para Incluir a Natureza da Ciência no Ensino das Ciências. Ciência & Educação, v. 11, n. 1, p. 1- 15, 2005.

BAZZO, W; LINSINGEN, Ivon; PEREIRA. L. T. do V. (Eds.). Introdução aos estudos CTS (Ciência, Tecnologia e Sociedade). Cadernos de Ibero-América. Madri: Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura, 2003.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

CEREZO, J. A. L. Ciência, Técnica e Sociedade. In: IBARRA A.; OLIVÉ, L. Questiones Éticas de la Ciência y de la Tecnologia en el siglo XXI. .Madri: OEI y Biblioteca Nueva, 2003.

FRANCO, Maria Laura P. B. Análise de conteúdo, Brasília, 2. ed.: Liber Livro Editora, 2007. 80.p – (série pesquisa, v.6).

LÉON, J.L.R. Preconcepciones de Ciencia y Tecnología en los Profesores de Bachillerato: Un Estudio Empírico en el Estado de Guanajuato. Revista Electrónica Iberoamericana sobre Calidad, Eficacia y Cambio en Educación. v. 6, n. 1, 2008.

MINAYO, M. C. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. Rio de Janeiro, Hucitec-Abrasco, 2007.

MORAES, Roque. Análise de conteúdo. Revista Educação, Porto Alegre, v. 22, n. 37, p. 7-32, 1999.

OLIVEIRA, M.. B. Neutralidade da ciência, desencantamento do mundo e controle da natureza. Scientia e Zudia, São Paulo, v. 6, n. 1, p.97-116. 2008

SHEID, Neusa Maria John; PERSICH, Gracieli Dall Ostro; KRAUSE, João Carlos. Concepção de natureza da ciência e a educação científica na formação inicial. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO DE CIÊNCIAS, 2009, Rio de Janeiro.

VOGT, C.; POLINO, C. (orgs). Percepção Pública da Ciência: resultados da pesquisa na Argentina, Brasil, Espanha e Uruguai. Campinas, SP: Editora da UNICAMP; São Paulo, SP: FAPESP, 2003.

Downloads

Publicado

2012-10-01

Como Citar

FAVETTA, F. de A.; TOMMASIELLO, M. G. C. Percepções de Ciência e de Tecnologia de estudantes da área de Humanas em nivel de Pós-graduação. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, [S. l.], v. 3, n. 3, p. 357-368, 2012. DOI: 10.26843/rencima.v3i3.413. Disponível em: https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/413. Acesso em: 3 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos