O Programa Residência Pedagógica e as experiências de licenciandos da área de Ciências da Natureza

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26843/rencima.v13n5a01

Palavras-chave:

Formação de Professores de Ciências, Programa Residência Pedagógica, Ensino de Ciências

Resumo

Ao pesquisarmos a formação de professores no Brasil, deparamo-nos com muitos escritos, pesquisas e leis. Tais documentos identificam, analisam e propõem diferentes caminhos para a formação de professores. Neste trabalho, analisamos as percepções dos residentes do Programa Residência Pedagógica de uma instituição de Ensino Superior do Sul do Brasil. Os resultados demonstraram alguns equívocos dos residentes quanto ao papel da escola na sua formação, a replicação de discursos relacionados ao sistema e às estruturas, a ausência de propostas inovadoras, além da ênfase em aspectos técnicos da formação. Esse quadro conceitual pode estar ligado a convicções ainda presentes nos currículos, no quadro docente das instituições de Ensino Superior e, também, na escola de Educação Básica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso de. Políticas de iniciação à docência para uma formação profissional qualificada. In: ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso de. (Org.) Práticas inovadoras na formação de professores. Campinas: Papirus, 2016, p. 40-70.

BARBOSA, Daiana Estrela Ferreira; SOARES, Luís Havelange. Concepções da profissionalidade na fase de consolidação da carreira docente em Matemática. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, São Paulo, v. 12, n. 6, p. 1-22, 29 dez. 2021.

BIZZO, Nélio. Ciências: Fácil ou difícil? São Paulo: 2. ed. Biruta, 2012.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Relatório Brasil no Pisa 2018. Brasília, INEP, 2020.

BRASIL. Lei 11.788 de 25 de setembro de 2008. Dispõe sobre o estágio de estudantes: altera a redação do art. 428 da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, aprovada pelo Decreto-Lei nº 5.452, de 1 de maio de 1943, e a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996; revoga as Leis nº 6.494, de 7 de dezembro de 1977, e nº 8.859, de 23 de março de 1994, o parágrafo único do art. 82 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, e o art. 6º da Medida Provisória nº 2.164-41, de 24 de agosto de 2001; e dá outras providências. Brasília: Diário oficial da União, 26 set. de 2008.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria nº 259, 17 de dezembro de 2019. Dispõe sobre o regulamento do Programa de Residência Pedagógica e do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência. Brasília, Diário Oficial da União, 17 dez. 2019.

CANÁRIO, Rui. A escola: O lugar onde os professores aprendem. Psicologia da Educação, São Paulo n. 6, p. 9-27, jan./jun. 1998.

CARVALHO, Ana Maria Pessoa de; GIL-PÉREZ, Daniel. Formação de Professores de Ciências. 7. ed. São Paulo: Cortez, 2009.

COUTINHO, Renato Xavier; FOLMER, Vanderlei; PUNTEL, Robson Luiz. Aproximando universidade e escola por meio do uso da produção acadêmica na sala de aula. Ciência & Educação, Bauru, v. 20, n. 3, p. 765-783, jul./set. 2014.

DEUS, Andreia Florencio Eduardo de; SUTIL, Noemi. Formação de professores de Química: Concepções de racionalidade em estágio curricular supervisionado. Revista Brasileira de Educação em Ciências e Educação Matemática, Cascavel, v. 2, n. 3, p. 432-444, 2018.

GARVÃO, Marzane; SLONGO, Ione Inêz Pinsson. O ensino de ciências no currículo oficial dos anos iniciais: uma leitura de sua história. ACTIO: Docência em Ciências, Curitiba, v. 4, n. 3, p. 675-700, set./dez, 2019.

GATTI, Bernadette Angelina; NUNES, Marina Muniz Rossa. (Org.). Formação de professores para o ensino fundamental: Estudo de currículos das licenciaturas em Pedagogia, Língua Portuguesa, Matemática e Ciências Biológicas. São Paulo: Fundação Carlos Chagas, 2009.

GÜNTHER, Hartmut; JÚNIOR, Jair Lopes. Perguntas abertas versus perguntas fechadas: Uma comparação empírica. Psicologia: Teoria e Pesquisa, Brasília, v. 6, n. 2, p. 203-213, 1990.

MIZUKAMI, Maria da Graça Nicoletti. Escola e desenvolvimento profissional da docência. In: GATTI, Bernadete Angelina; SILVA JÚNIOR, Celestino Alves da; PAGOTTO, Maria Dalva Silva; MIZUKAMI, Maria da Graça Nicoletti. Por uma política nacional de formação de professores. São Paulo: Editora Unesp, p. 23-54, 2013.

MORAES, Roque. Ciências para as Séries Iniciais e Alfabetização. 3. ed. Porto Alegre: Sagra-Luzatto, 1998.

MORAES, Roque; GALIAZZI, Maria do Carmo. Análise Textual Discursiva. 3. ed. Ijuí: Unijuí, 2016.

MORTATTI, Maria do Rosário Longo. Os órfãos do construtivismo. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação. Araraquara, v. 11, n. 4, p. 2267-2286, número especial, 2016.

NASCIMENTO, Fabricio do; FERNANDES, Hilyo Laganá; MENDONÇA, Viviane Melo. O ensino de ciências no Brasil: história, formação de Professores e desafios atuais. Revista HISTEDBR, Campinas, v. 10, n. 39, p. 225-249, set. 2010.

SCHÖN, Donald. Educando o Profissional Reflexivo: um novo design para o ensino e a aprendizagem. Tradução de Roberto Cataldo Costa. 1. ed. Porto Alegre: Artmed, 2000.

SEIXAS, Rita Helena Moreira; CALABRÓ, Luciana; SOUSA, Diogo Onofre. A Formação de professores e os desafios de ensinar Ciências. Revista Thema, Pelotas, v. 14, n. 1, p. 289-303, fev., 2017.

STENHOUSE, Lawrence. An introduction to curriculum research and development. Londres: Heinemann, 1975.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. 17. ed. Petropolis: Vozes, 2014.

ZEICHNER, Kenneth. A formação reflexiva de professores ideais e práticos. Lisboa, PT: EDUCA, 1993.

ZEICHNER, Kenneth. Repensando as conexões entre a formação na universidade e as experiências de campo na formação de professores em faculdades e universidades. Educação, Santa Maria, v. 35, n. 3, p. 479-504, set./dez., 2010.

Downloads

Publicado

2022-10-01

Como Citar

DEUS, A. F. E. de; CANCIAN, Q. G.; MALACARNE, V. O Programa Residência Pedagógica e as experiências de licenciandos da área de Ciências da Natureza. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, [S. l.], v. 13, n. 5, p. 1–21, 2022. DOI: 10.26843/rencima.v13n5a01. Disponível em: https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/3879. Acesso em: 5 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos