Conheça um investigador: um projeto de divulgação científicaA

Autores

  • Jéssica Araujo Silva Universidade de São Paulo
  • Talita Carbonese Universidade de São Paulo
  • Marcela Fejes Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.26843/.v3i3.387

Palavras-chave:

Divulgação científica, Centro de pesquisa, Educação Ambiental

Resumo

A cidade de Cubatão conta com aproximadamente 128 mil habitantes e não possui nenhum museu ou outro equipamento cultural destinado a abordar assuntos científicos, o que dificulta a prática cultural, mesmo se tratando de uma cidade de grande importância econômica para o país. O Cento de Capacitação e Pesquisa em Meio Ambiente da Universidade de São Paulo (Cepema-USP) se insere não apenas como um centro de pesquisa aplicada ao meio ambiente mas, também, como espaço de comunicação e troca com a comunidade do entorno por meio de atividades de educação não formal, ciência e tecnologia e educação ambiental. Neste contexto, criou-se o projeto “Conheça um Pesquisador” com o objetivo de aproximar a população do conhecimento científico bem como desmitificar mitos que envolvem essa profissão. O Projeto consiste em receber alunos de escolas no Cepema-USP, para uma apresentação e iniciação dentro do mundo da pesquisa. Os visitantes têm a oportunidade de entrevistar um dos pesquisadores que, além de responder e dialogar com os estudantes prepara uma atividade prática relacionada à sua pesquisa. Conhecer as possibilidades que um centro de pesquisa atrai a comunidade e permite também que a divulgação científica alcance a população facilitando um diálogo que geralmente não ocorre entre estes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALVES, R. Filosofia da Ciência – Introdução ao jogo e as suas regras. 12º edição. São Paulo: Edições Loyola. 2007.

CEPEMA-USP, Apresentação. Site do Centro de Capacitação e Pesquisas em Meio Ambiente. Disponível em: http://www.cepema.usp.br/apresentacao/, 2009.

CHAGAS, I. Aprendizagem não formal/formal das ciências: Relações entre museus de ciência e escolas. Revista de Educação, v.3, n.1, 51-59. 1993. Disponível em: http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/ichagas/index.html/artigomuseus.pdf.

DURANT, J. Participatory technology assessment and the democratic model of the public understanding of science. Science and Public Policy, v.26, n.5, p. 313-319, 1999.

EINSIEDEL A. A.; EINSIEDEL F. E. Museums as agora: diversifying approaches to engaging publics in research. In: CHITTENDEN, D.; FARMELO, G. & LEWENSTEIN. B. (eds). Creating connections: museums and the public understanding of current research. Oxford : Althamira Press, p.73-862, 2004.

FERREIRA, C. C., TORRES F. R., BORGES, W. R. Cubatão: Caminhos da história. Cubatão, SP: Ed. do Autor, 2007.

INFORMA CUBATÃO, A história. Site da prefeitura municipal de Cubatão. Disponível em: http://www.cubatao.sp.gov.br/publico/index.php?option=com_content&view=article&i d=65&Itemid=67.

KRASILCHIK, M. & MARANDINO, M.. Ensino de Ciências e Cidadania. Editora moderna. São Paulo, 2004.

LÉVY-LEBLOND, J.M. Cultura Científica: Impossível e Necessária. In: VOGT, Carlos. Cultura Científica. São Paulo: Edusp-Fapesp, 2006.

LEWENSTEIN, BV.; BROSSARD, D. Assessing models of public understanding in ELSI outreach materials U.S. Department of Energy, Grant DE-FG02- 01ER63173: Final Report. Cornell: Cornell University, 46p, 2006.

MASSANERO, M. A.; VÁSQUEZ A. Á; .l; ACEVEDO, J. A. Opiniones sobre la influencia de la ciencia en la cultura. Didactic de Las Ciencias Experimentales Y Sociales, v. 16, p. 35-55, 2002.

MOREIRA, I.C. A inclusão social e a popularização da ciência e tecnologia no Brasil. Revista Ibict. Vol. 1, n. 2. Disponível em: http://revista.ibict.br/inclusao/index.php/inclusao/article/view/29/50, 2006.

NAVAS, A. M. Concepções de popularização da ciência e da tecnologia no discurso político: impactos nos museus de ciências. 2008. 126p. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, 2008.

POLINO, C. La promoción de carreras científicas en las nuevas generaciones. In: Red de Indicadores de Ciencia y Tecnología Iberoamericanos e Interamericanos

RICYT. El Estado de la Ciencia - Principales Indicadores de Ciencia y Tecnología - Iberoamericanos / Interamericanos. Agencia Española de Cooperación Internacional para el desarrollo (AECID), 2011.

THOMPSON, J. B. Ideología e cultura moderna: teoría social crítica na era dos meios de comunicação de massa. 6. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, . p. 165-21, 2002.

Downloads

Publicado

2012-10-01

Como Citar

SILVA, J. A.; CARBONESE, T.; FEJES, M. Conheça um investigador: um projeto de divulgação científicaA. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, [S. l.], v. 3, n. 3, p. 215-224, 2012. DOI: 10.26843/.v3i3.387. Disponível em: https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/387. Acesso em: 3 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos