Um programa de alfabetização científica e tecnológica com enfoque CTS, em uma comunidade de artesãs, em Alagoas

Autores

  • Leonides Silva Gomes Mello Universidade Cruzeiro do Sul
  • Iara Regina Bocchese Guazzelli Universidade Cruzeiro do Sul

DOI:

https://doi.org/10.26843/rencima.v3i3.372

Palavras-chave:

Alfabetização Científica e Tecnológica, Educação Ambiental, Educação para a Saúde

Resumo

Neste trabalho descreve-se e analisa-se dados de uma pesquisa referente a um programa de Alfabetização Científica e Tecnológica (ACT) de orientação Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS), desenvolvido com um grupo de artesãs de filé, no bairro Pontal da Barra, Maceió, Brasil, com destaque para dois tópicos: educação ambiental e educação para a saúde. A pesquisa foi realizada para tese de doutoramento em Ensino de Ciência e Matemática. Inspirando-se em Fourez e Chassot, testou possibilidades de se desenvolver este programa para adultos fora dos muros da escola, na própria comunidade, como lugar privilegiado para se fazer a análise da realidade local, a integração com os saberes populares e o levantamento de problemas ali existentes. O programa centrou-se no apropriar-se de conhecimentos científicos e tecnológicos e na mudança de atitudes que contribuíssem para a formação cidadã e a tomada de decisões conscientes, especificamente em ciência e tecnologia. As avaliações realizadas durante e ao final do programa mostraram que as artesãs conseguiram transformar algumas de suas atitudes e perceberam mudanças no seu cotidiano no que diz respeito às dimensões cognitiva, afetiva, atitudinal e cultural.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

MELLO, L. S. G.; GUAZZELLI, I. R. B. Um programa de alfabetização científica e tecnológica com enfoque CTS, em uma comunidade de artesãs, em Alagoas. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, [S. l.], v. 3, n. 3, p. 168-179, 2012. DOI: 10.26843/rencima.v3i3.372. Disponível em: https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/372. Acesso em: 3 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos