O Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física: contribuições e limitações na perspectiva dos egressos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26843/rencima.v13n3a02

Palavras-chave:

Formação Continuada, Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física, Ensino de Física, Egressos

Resumo

Este artigo objetiva analisar as contribuições e limitações do Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física (MNPEF), polos do Estado do Paraná, na visão dos professores que dele participaram. O trabalho está alicerçado nos pressupostos da pesquisa qualitativa. Para a constituição dos dados, foram realizadas entrevistas semiestruturadas com 28 professores que participaram do programa entre os anos de 2014 e 2019. Para a análise dos dados, utilizou-se a Análise Textual Discursiva. Os resultados apontam ser essa uma proposta de formação que contribuiu para articular os conteúdos da Física com o Ensino de Física. Apresentam também aspectos que demonstram avanços, limites e novas possibilidades para o processo de ensino-aprendizagem na área da Física a partir dos conhecimentos adquiridos no MNPEF.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-05-12

Como Citar

NESI, E. R.; BATISTA, M. C.; DEIMLING, N. N. M. O Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física: contribuições e limitações na perspectiva dos egressos. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, [S. l.], v. 13, n. 3, p. 1–25, 2022. DOI: 10.26843/rencima.v13n3a02. Disponível em: https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/3491. Acesso em: 27 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos