Da ação histórica à reação ao ensino remoto síncrono: percepções dos discentes de um programa de pós-graduação stricto sensu

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26843/rencima.v13n3a11

Palavras-chave:

Reflexão Metacognitiva, Formação Continuada de Professores, Monitoramento e Controle, Ensino de Ciências e Matemática

Resumo

O presente estudo apresenta o relato de um programa de pós-graduação stricto sensu, associado a uma avaliação realizada pelos discentes sobre o ensino remoto síncrono vivenciado em 2020 e 2021. O problema parte da necessidade de oportunizar a formação continuada para professores da educação básica que estão em serviço e que necessitam de atividades voltadas a sua realidade e demanda. A avaliação foi realizada no segundo semestre de 2021 e teve como instrumento o uso de questionário, que foi respondido por 41 dos 66 acadêmicos matriculados no programa. As categorias de análise foram dadas a priori: olhar para si (discente enquanto aprendiz); diálogo com o outro (relação do discente com colegas, gestores e professores); e, mediadores (metodologias utilizadas nas aulas). Os resultados apontam que os discentes aprovam a forma como foram organizadas as atividades, olham para si e demonstram organização e controle sobre suas ações diante do ensino remoto síncrono.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BASNIAK, Maria Ivete; SILVA, Sani de Carvalho Rutz. Tecnologia em processos culturais de ensino revelados por professores. REnCiMa, v. 9, n. 4, p. 169-182, 2018.

BROWN, Ann L. Metacognition, executive control, self-regulation, and other more mysterious mechanisms. In: WEINERT, Franz E.; KLUWE, Rainer H. (Eds.). Metacognition, motivation and understanding. Hillsdale, New Jersey: Lawrence Erlbaum Associates, 1987. p. 65-116.

BOGDAN, Roberto Carlos; BIKLEN, Sari Knopp. Investigação qualitativa em educação. Tradução Maria João Alvarez, Sara Bahia dos Santos e Telmo Mourinho Baptista. Porto: Porto Editora, 1994.

CATANANTE, Flávia; CAMPOS, Rogério; LOIOLA, Iraneia. Aulas on-line durante a pandemia: condições de acesso asseguram a participação do aluno? Revista Científica Educação, v. 4, n. 8, p. 977-988, 2020.

FLAVELL, John Hurley. Metacognitive aspects of problem solving. In: RESNICK, Lauren B. (Ed.). The nature of intelligence. Hillsdale, New Jersey: Lawrence Erlbaum Associates, 1976. p. 231-236.

FLAVELL, John Hurley. Metacognition and cognitive monitoring: a new area of cognitive – developmental inquiry. American Psychologist, v. 34, n. 10, p. 906-911, 1979.

MOREIRA, Marco Antonio. O mestrado (profissional) em ensino. Revista Brasileira de Pós-Graduação, v. 1, n. 1, 2004.

MOREIRA, Marco Antonio; NARDI, Roberto O mestrado profissional na área de Ensino de Ciências e Matemática: alguns esclarecimentos. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, v. 2, n. 3, p. 1-9, 2009.

MOREIRA, José António Marques; HENRIQUES, Susana; BARROS, Daniela. Transitando de um ensino remoto emergencial para uma educação digital em rede, em tempos de pandemia. Dialogia, n. 34, p. 351-364, 2020.

RIBEIRO, Célia. Metacognição: um apoio ao processo de aprendizagem. Psicologia: reflexão e crítica, v. 16, n. 1, p. 109-116, 2003.

ROSA, Cleci Teresinha Werner da. Metacognição no ensino de Física: da concepção à aplicação. Passo Fundo: UPF Editora, 2014.

ROSA, Cleci Teresinha Werner da; CORRÊA, Nancy Nazareth Gatzke; PASSOS, Marinez Meneghello; ARRUDA, Sérgio de Mello. Metacognição e seus 50 anos: cenários e perspectivas para o Ensino de Ciências. Revista Brasileira de Ensino de Ciências e Matemática, v. 4, n. 1, p. 267-291, 2021.

ROSA, Cleci Teresinha Werner da; DARROZ, Luiz Marcelo; ROSA, Alvaro Becker da. A ação didática como ativadora do pensamento metacognitivo: a análise de um episódio fictício no ensino de física. Alexandria: Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, v. 7, n. 2, p. 3-22, 2013.

SARNOSKI, Eliamara Aparecida. Afetividade no processo ensino-aprendizagem. Revista de Educação do Ideal, v. 9, n. 20, p.1-13, 2014.

SCHLEMMER, Eliane; OLIVEIRA, Lisiane Cézar; MENEZES, Janaína. O habitar do ensinar e do aprender em tempos de pandemia e a virtualidade de uma educação OnLIFE. Revista Práxis Educacional, v. 17, n. 45, p. 1-25, 2021.

TRIVIÑOS, Augusto N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

VYGOTSKY, Lev Semionovitch. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 1988.

YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos 2 ed. Porto Alegre: Bookman. 2001.

ZIMERMANN, Amanda; MARTINS, Gabriela Schmitt Prym; ROSA, Cleci Teresinha Werner da. Metacognição e o estudo de língua inglesa como língua adicional: uma revisão bibliográfica. Revista Educar Mais, v. 4, n. 2, p. 338-355, 2020.

Downloads

Publicado

2022-05-12

Como Citar

ROSA, C. T. W. da; DARROZ, L. M.; TRENTIN, M. A. S. Da ação histórica à reação ao ensino remoto síncrono: percepções dos discentes de um programa de pós-graduação stricto sensu. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, [S. l.], v. 13, n. 3, p. 1–24, 2022. DOI: 10.26843/rencima.v13n3a11. Disponível em: https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/3414. Acesso em: 27 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos