Contribuições da Neurociência para a formação docente em ciências: uma revisão sistemática integrativa de literatura

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26843/rencima.v13n4a26

Palavras-chave:

Aprendizagem, Ensino de Ciências, Neurociência, Neuroeducação, Revisão Sistemática Integrativa

Resumo

A inserção de conhecimento neurocientífico na educação pode contribuir para o desenvolvimento de estratégias de ensino que visam melhorias na aprendizagem. O presente estudo realizou um levantamento bibliográfico, por meio do método de revisão sistemática integrativa de literatura, buscando identificar a relação entre neurociência e o ensino de ciências, com foco na formação de professores de ciências. Resultados iniciais em publicações indexadas nas bases de dados da Scielo, Scopus e Google Acadêmico, compreendidas entre 2009 a julho de 2020, surgiram a partir dos termos descritores “neuroscience” e “teaching Science”. Trinta publicações foram incluídas e agrupadas em quatro categorias de análise: estratégias de ensino, revisão de literatura, neurociências e formação de professores e contribuições da neurociência na educação. Dos 377.445 resultados encontrados, apenas 0,5% corresponde a publicações brasileiras, o que aponta que os estudos a respeito da neuroeducação no país ainda são incipientes, não obstante a sua relevância para a educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-09-06

Como Citar

FREITAS, P. dos S. C. de; SOUSA, C. E. B. de. Contribuições da Neurociência para a formação docente em ciências: uma revisão sistemática integrativa de literatura. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, [S. l.], v. 13, n. 4, p. 1–18, 2022. DOI: 10.26843/rencima.v13n4a26. Disponível em: https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/3274. Acesso em: 7 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos