Uma oficina temática para o ensino de Química sobre drogas por meio da problematização

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26843/rencima.v13n4a07

Palavras-chave:

Drogas, Oficina Temática, CTS

Resumo

O trabalho descrito neste artigo investigou como a aprendizagem de Química Orgânica pode ser problematizada a partir de um tema sociocientífico controverso: as drogas. Usando uma abordagem Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS), a estratégia de ensino escolhida foi uma oficina temática realizada com 28 estudantes do 3º ano do Ensino Médio de um colégio universitário. Essa oficina teve como referencial D. Delizoicov em seus Três Momentos Pedagógicos (3 MPs). O 1[1]º momento pedagógico teve como objetivo levantar as concepções prévias dos alunos sobre o tema, por meio de uma discussão e de um questionário. No 2º momento pedagógico, organizou-se o conhecimento a partir de uma aula dialogada que abrangeu o contexto histórico das drogas, seus efeitos químicos, bioquímicos e sua influência no corpo humano. No 3º momento pedagógico, a partir da integração de aprendizagens, foi realizada uma oficina de cartazes, visando à aplicação do conhecimento numa perspectiva crítico-reflexiva. Com base numa avaliação qualitativa e continuada, foi observado que o tema abordado e a estratégia de ensino favoreceram o desenvolvimento da criticidade frente às questões abordadas, aproximaram aspectos conceituais, sociais e tecnológicos da Ciência ao cotidiano dos estudantes e mostraram-se ótimas opções para contribuir para a formação de cidadãos conscientes e responsáveis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-07-31

Como Citar

BORGES, M. N.; LODI, T. T. de C.; RIBEIRO, C. M. R. Uma oficina temática para o ensino de Química sobre drogas por meio da problematização. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, [S. l.], v. 13, n. 4, p. 1-25, 2022. DOI: 10.26843/rencima.v13n4a07. Disponível em: https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/3221. Acesso em: 29 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos