Aprendizagem significativa crítica de equações do 2º grau no ensino remoto de uma escola federal brasileira

Palavras-chave: Aprendizagem Significativa Crítica, Ensino Remoto, Princípios da TASC, Equações, Autodesk Sketchbook

Resumo

Este trabalho tem como objetivos compartilhar a experiência de uma professora de matemática durante o ensino remoto em uma escola federal brasileira e analisar a compreensão que os estudantes adquiriram sobre equações do 2º grau, buscando evidências de Aprendizagem Significativa Crítica (ASC) nas aulas de matemática durante o Ensino Remoto. Os recursos didáticos utilizados foram: dois documentos portáteis digitais, Portable Document Format (PDFs) intitulados “Trilha do conhecimento” e uma mesa digitalizadora com o aplicativo Autodesk Sketchbook para resolução de cálculos nas aulas online transmitidas pela plataforma Google Meet. Fundamentada na teoria de Aprendizagem Significativa (TAS) e na teoria de Aprendizagem Significativa Crítica (TASC) essa pesquisa utilizou como instrumentos de coleta de dados duas autoavaliações realizadas pelos alunos em dois fóruns de perguntas e respostas (Fórum P & R) do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA). Os resultados aqui apresentados foram discutidos a partir do modelo triádico de Gowin, com o compartilhamento de significados entre professor, estudantes e material educativo. Foram encontradas evidências de que é possível promover Aprendizagem Significativa Crítica de equações do 2º grau no ensino remoto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ASSUNÇÃO, Jeneffer Araújo. Proposta, implementação e avaliação de uma metodologia de ensino no conteúdo de função, utilizando uma estratégia de resolução de problemas fundamentada na teoria de aprendizagem significativa de Ausubel. 2019. 341f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade de Burgos (UBU). Espanha.

AUSUBEL, David Paul. Aquisição e retenção de conhecimentos: uma perspectiva cognitiva. Lisboa: Plátano, 2000.

BRITO, Alan Santana; CALEJON, Laura Marisa Carnielo.; RICCI, Elaine Cristina; GABRIEL, Luciano Soares. Tecnologias digitais móveis: uma tecnologia pouco conhecida entre os professores do Ensino Fundamental e Médio. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 10, n. 4, p. 152-167, 18 jul. 2019.

GOWIN, Dixie Bob. Educating. Ithaca, N.Y.: Cornell University Press, 1981.

MOREIRA, Marco Antonio; MASINI, Elcie F. Salzano. Aprendizagem Significativa: A Teoria de David Ausubel. São Paulo: Centauro, 2016.

MOREIRA, Marco Antonio. Subsídios Didáticos para o Professor Pesquisador em Ensino de Ciências. Instituto de Física, UFRGS, Brasil 2009 (1ª edição), (2ª edição revisada) Porto Alegre, 2016.

MOREIRA, Marco Antonio. Aprendizagem Significativa: a teoria e textos complementares. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2012.

MOREIRA, Marco Antonio. Aprendizagem Significativa Crítica/ Aprendizaje Significativo Crítico. 2ª ed. Porto Alegre: Instituto de Física/ Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2010.

MOREIRA, Marco Antonio. A Teoria da Aprendizagem Significativa e sua implementação em sala de aula. Brasília: UnB, 2006.

Publicado
2021-12-29
Como Citar
CHIRONE, A. R.; MOREIRA, M.; SAHELICES, C. Aprendizagem significativa crítica de equações do 2º grau no ensino remoto de uma escola federal brasileira. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 12, n. 6, p. 1-17, 29 dez. 2021.
Seção
Artigos Gerais