A Escola Família Agrícola (EFA) Itapirema de Ji-Paraná (RO) e o ensino de Matemática (1991-2018): uma perspectiva histórica

Palavras-chave: Ensino de Matemática, Pedagogia da Alternância, EFA Itapirema

Resumo

Este artigo tem como objetivo construir uma história do ensino de Matemática da EFA Itapirema de Ji-Paraná/RO (1991 – 2018). Como a EFA possui uma metodologia de ensino específica, a Pedagogia da Alternância, é necessário entendê-la, bem como seus instrumentos, pois o ensino de Matemática perpassa por eles. Por se tratar de uma pesquisa histórica, utilizaremos a perspectiva de Bloch (2001) em relação à crítica ao documento, de Halbwachs (2004) com o conceito de memória coletiva e de Le Goff (1990), que considera o conceito de memória como fundamental para a pesquisa histórica, juntamente com os escritos de Gimonet (2007) sobre a Pedagogia da Alternância. No desenvolvimento, foram analisadas as transcrições das entrevistas realizadas com dois professores da disciplina que atuaram na escola desde o início, bem como a análise de outros documentos. Os resultados nos mostraram que o ensino de Matemática da escola se dá por meio de um ensino pautado nas relações cotidianas que são retiradas do caderno da alternância, e a vivência da alternância é de suma importância nesse processo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARAÚJO, S. R. M. Escola para o trabalho, escola para a vida: o caso da Escola Família Agrícola de Angical-Bahia. 2005. 219f. 2005. Dissertação (Mestrado em Educação e Contemporaneidade) - Universidade do Estado da Bahia, Salvador.

BLOCH, M. Apologia da história ou O ofício do historiador. trad. André Telles. Rio de, 2001.

CAMPOS, I. A. Desenvolvimento Sustentável e Solidário. Revista da Formação por Alternância, Brasília: União Nacional das Escolas Famílias Agrícolas do Brasil, v.1, n. 6, ano 3, 2006.

CERQUEIRA, M. C. A.; SANTOS, C. R. B. As escolas famílias agrícolas, a pedagogia da alternância e o caderno da realidade. Anais do 1º Seminário Internacional e 1º Fórum de Educação do Campo da Região Sul do RS: Campo e Cidade em busca de Caminhos Comuns, p. 1-15, 2012.

CHIARELLA, T. A pedagogia de Paulo Freire e o processo ensino-aprendizagem na educação médica. Revista brasileira de educação médica, v. 39, n. 3, p. 418-425, 2015.

ESTEVAM, D. O. Casa Familiar Rural: a formação com base na Pedagogia da Alternância. 2003. 126 p. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis. 2003.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. 1ª ed. Rio de Janeiro. Editora Paz e Terra, 2013.

GADOTTI, M. A escola e o professor: Paulo Freire e a paixão de ensinar. Produção de terceiros sobre Paulo Freire; Série Prefácios, 2007.

GIMONET, J. C. Praticar e compreender a pedagogia da alternância dos CEFFAs. 2007.

HALBWACHS, M. La memoria colectiva. Prensas de la Universidad de Zaragoza, 2004.

LE GOFF, J. História e memória. Campinas, SP. Editora da UNICAMP, 1990.

MACHADO, D. T. Educação no campo em Rondônia: a prática educativa na Escola Família Agrícola Vale do Guaporé. Revista de Educação Popular, v. 16, n. 2. 2017. p. 95-104.

NASCIMENTO, C. G. Pedagogia da resistência cultural: um pensar a educação a partir da realidade campesina. Encontro Regional de Geografia, v. 8, p. 1-11, 2003.

NOSELLA, P. Uma nova educação para o meio rural. 1977. Dissertação (Mestrado) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, SP.

PALILOT, M. F. S. Pedagogia da Alternância: estudo exploratório na Escola Rural de Massaroca (ERUM). 2007. 100 f. Dissertação (Magister Scientiae) Universidade Federal de Viçosa. Viçosa – MG, 2007

PPP. Projeto Político Pedagógico, Escola Família Agrícola Itapirema de Ji-Paraná. Ji-Paraná/RO, 2018.

PROFESSOR I. Entrevista I. [nov. 2019]. Entrevistador: Jucielma Rodrigues de Lima Dias. Ji-Paraná/ Rondônia, 2019. 1 arquivo .mp3 (36:20 min.).

PROFESSOR II. Entrevista II. [ago. 2020]. Entrevistador: Jucielma Rodrigues de Lima Dias. Ji-Paraná/ Rondônia, 2020. 1 arquivo .mp4 (44:03 min.).

RIBEIRO, M. Pedagogia da alternância na educação rural/do campo: projetos em disputa. Educação e pesquisa. São Paulo. Vol. 34, n. 1 (jan./abr. 2008), p. 27-45, 2008.

SHARPE, J. A história vista de baixo. A escrita da história: novas perspectivas. São Paulo: UNESP, p. 39-62, 1992.

SANTOS, T. P. DOS; LINHARES DE MATTOS, J. R. Atividades cotidianas e conhecimentos familiares para o ensino da matemática escolar: contexto da educação do campo e complexidade da pedagogia da alternância. Revista de História da Educação Matemática, v. 5, n. 2, 2 out. 2019.

SILVA, W. da; SAHR, C. L. L. Os centros educativos familiares de formação em alternância nas reflexões sobre desenvolvimento: o estado da arte da produção acadêmica brasileira. Geosul, v. 32, n. 64, p. 193-216, 2017.

VALADÃO, A. D. A pedagogia da alternância sob a perspectiva dos estudantes da EFA-itapirema de Ji-Paraná. 2011. 149 f. Dissertação (Mestrado em psicologia) Universidade Federal de Rondônia.

Publicado
2021-08-25
Como Citar
DIAS, J. R. DE L.; GOUVEIA NETO, S. C. DE. A Escola Família Agrícola (EFA) Itapirema de Ji-Paraná (RO) e o ensino de Matemática (1991-2018): uma perspectiva histórica. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 12, n. 5, p. 1-21, 25 ago. 2021.