A Matemática no periódico o Eco: seções mata tempo intelectual e para o grande concurso

Palavras-chave: História da Educação Matemática, Ação dos Jesuítas, Revista

Resumo

O artigo objetiva investigar a Matemática presente nas seções Mata Tempo Intelectual e Para o Grande Concurso, do periódico O Eco, editado pelo Colégio Anchieta de Porto Alegre, no século passado. Como o tema se insere na História da Educação Matemática no Rio Grande do Sul, este estudo qualitativo e documental ampara-se na pesquisa história. O público-alvo do periódico era a comunidade escolar e a mocidade católica brasileira, apresentando-se conteúdos religiosos e morais e de formação geral. A seção Mata Tempo Intelectual fez parte de 14 edições do periódico, nos anos de 1937 e 1938, enquanto a seção Para o Grande Concurso integrou oito edições de O Eco em 1938. Essas seções traziam perguntas, charadas e outras atividades de passa tempo relacionadas com diferentes áreas do conhecimento. A Matemática está envolvida em perguntas, valorizando o pensamento lógico-matemático do leitor, premiando assinantes do periódico com soluções corretas. Os conhecimentos matemáticos envolvem aritmética, geometria, álgebra, grandezas e medidas, com foco no desenvolvimento de habilidades para cálculo, raciocínio lógico e resolução de problemas. Assim, os editores do periódico buscavam despertar o interesse e a curiosidade da juventude estudantil, contribuindo para a formação da mocidade católica nos colégios onde O Eco circulava.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Malcus Cassiano Kuhn, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense

 

Referências

BRITTO, S. L. M. O ensino da aritmética nas escolas paroquiais católicas e no Ginásio Conceição, sob a ótica dos Jesuítas nos séculos XIX e XX. 2016. 464 f. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências e Matemática) – Universidade Luterana do Brasil, Canoas, 2016.

BRITTO, S. L. M.; BAYER, A.; KUHN, M. C. A contribuição dos Jesuítas para o ensino da Matemática no Rio Grande do Sul. São Leopoldo, RS: Ed. UNISINOS, 2020.

CATANI, D. B.; BASTOS, M. H. C. (org.). Educação em revista: A imprensa periódica e a história da educação. São Paulo: Escrituras, 1997.

CELLARD, A. A análise documental. In: POUPART, J. et al. A pesquisa qualitativa: enfoques epistemológicos e metodológicos. Petrópolis/RJ: Vozes, 2008.

CERTEAU, M. A escrita da História. Tradução Maria de Lourdes Menezes. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1982.

COLÉGIO ANCHIETA: cem anos. Porto Alegre, 1990.

HERNANDEZ DIAZ, J. M. (org.). La prensa de los escolares y estudiantes: su contribución al patrimonio histórico educativo. Salamanca: Ediciones Universidad de Salamanca, 2015.

KREUTZ, L. Material didático e currículo na escola teuto-brasileira. São Leopoldo: Ed. UNISINOS, 1994.

KREUTZ, L. O professor paroquial: magistério e imigração alemã. Porto Alegre: Ed. da UFRGS; Caxias do Sul: EDUCS, 1991.

KUHN, M. C. O ensino da matemática nas escolas evangélicas luteranas do Rio Grande do Sul durante a primeira metade do século XX. 2015. 466 f. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências e Matemática) – Universidade Luterana do Brasil. Canoas.

KUHN, M. C.; BAYER, A. A matemática nas escolas paroquiais luteranas gaúchas do século XX. Canoas: Ed. ULBRA, 2017a.

KUHN, M. C.; BAYER, A. O contexto histórico das escolas paroquiais luteranas gaúchas do século XX. Canoas: Ed. ULBRA, 2017b.

LEITE, L. O. A revista O Eco e sua trajetória. Porto Alegre/RS, 16 de março de 2018. Estágio Pós-doutoral em Programa de Pós-Graduação. Entrevista concedida a Silvio Luiz Martins Britto.

LEITE, L. O. Jesuítas cientistas no sul do Brasil. São Leopoldo: UNISINOS, 2005.

LEMKE, M. D. Os princípios da educação cristã luterana e a gestão de escolas confessionárias no contexto das ideias pedagógicas no sul do Brasil (1824 – 1997). Canoas: Ed. ULBRA, 2001.

MAURO, S. Uma história da matemática escolar desenvolvida por comunidades de origem alemã no Rio Grande do Sul no final do século XIX e início do século XX. 2005. 257f. Tese (Doutorado em Educação Matemática) – Universidade Estadual Paulista, Rio Claro.

NERY, A. C. B.; GONDRA, J. Imprensa pedagógica na Ibero-América: local, nacional e transnacional. São Paulo: Alameda, 2018.

O ECHO: revista ilustrada para a mocidade estudiosa. Typographia do Centro: Porto Alegre, 1914-1931.

O ECO: revista ilustrada para a mocidade brasileira. Tipografia do Centro: Porto Alegre, 1932-1969.

PROST, A. Doze lições sobre a História. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.

RAMBO, A. B. A escola comunitária teuto-brasileira católica. São Leopoldo: Ed. UNISINOS, 1994.

RAMBO, A. B. A escola comunitária teuto-brasileira católica: a associação de professores e a escola normal. São Leopoldo: Ed. UNISINOS, 1996.

RELATÓRIO DO COLÉGIO ANCHIETA. Porto Alegre, 1914.

SERRA, Á. E. As associações de alunos das escolas normais do Brasil e de Portugal: apropriação e representação (1906-1927). 2010. 290 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual Paulista, Marília, 2010.

VALENTE, W. R. História da Educação Matemática: interrogações metodológicas. REVEMAT, Florianópolis, SC, v. 2.2, p. 28-49, 2007.

WANDERER, F. Escola e Matemática Escolar: mecanismos de regulação sobre sujeitos escolares de uma localidade rural de colonização alemã no Rio Grande do Sul. 2007. 228 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2007.

WEIDUSCHADT, P. A revista “O Pequeno Luterano” e a formação educativa religiosa luterana no contexto pomerano em Pelotas – RS (1931-1966). 2012. 273 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2012.

WEIDUSCHADT, P. O Sínodo de Missouri e a educação pomerana em Pelotas e São Lourenço do Sul nas primeiras décadas do século XX: identidade e cultura escolar. 2007. 255 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2007.

Publicado
2021-08-25
Como Citar
KUHN, M.; BRITTO, S. A Matemática no periódico o Eco: seções mata tempo intelectual e para o grande concurso. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 12, n. 5, p. 1-22, 25 ago. 2021.