Ensino de Química submicroscópica: percepções dos professores sobre o uso da realidade aumentada nas aulas de Química

Palavras-chave: Realidade Aumentada, Ensino de Química, Tecnologias da Informação e da Comunicação, Conhecimentos dos Professores

Resumo

As tecnologias digitais, especialmente da Realidade Aumentada (RA), apresentam um potencial didático para o ensino de Química por possuírem recursos que permitem visualizar, em três dimensões (3D), representações do universo da química submicroscópica. Isso contribui para compreensão dos fenômenos que esse universo produz no âmbito macroscópico e permite um melhor trânsito entre as dimensões que compõem esse ramo do conhecimento. Sendo assim, o presente estudo, de caráter qualitativo e exploratório, teve por objetivo analisar a relação de um grupo de professores de ensino médio de Química com as tecnologias digitais em seus percursos acadêmico-profissionais, mais especificamente com a RA, por meio de entrevistas semi-estruturadas individuais. Os entrevistados são professores de escolas públicas e particulares da região metropolitana de Porto Alegre - RS. Os dados obtidos a partir das entrevistas foram analisados através de Análise de Conteúdo. Por meio dessa Análise, foi possível identificar o desconhecimento sobre RA especificamente aplicada no ensino de Química, bem como os fatores que interferem na efetiva apropriação desta tecnologia nas aulas desta disciplina. Diante do exposto, cabe ressaltar que, ao entrarem em contato com os aplicativos de RA, os entrevistados demonstraram interesse e disposição em conhecer mais sobre a RA.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AZUMA, Ronald Tadao. A survey of augmented reality. Presence, v. 6, n. 4, p. 355-385, 1997.

BOGDAN, Robert C.; BIKLEN, Sari Knopp. Investigação Qualitativa em Educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Tradução: Maria João Alvarez, Sara Bahia dos Santos e Telmo Mourinho Baptista. Porto: Porto Editora, 1999.

DE JESUS RAMOS, Ivo; AMARAL, Luiz Henrique. Relações e interações dos professores de Ciências e Matemática com as Tecnologias. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 3, n. 3, p. 579-593, out.2012.

GIL, Antônio Carlos Métodos e técnicas de pesquisa social. 6.ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GIORDAN, Marcelo. Computadores e linguagens nas aulas de ciências: uma perspectiva sociocultural para compreender a construção de significados. 1 ed. Ijuí: Editora Unijuí, 2008.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua. IBGE, 2018.

JOHNSTONE, Alex H. The development of chemistry teaching: a changing response to changing demand. Journal of Chemical Education, v. 70, n. 9, p. 701-705, 1993.

KIRNER, Cláudio; KIRNER, Tereza Gonçalves. Evolução e tendências da Realidade Virtual e da Realidade Aumentada. In: Livro do Pré-Simpósio; XIII Symposium on Virtual and Augmented Reality, 2011, Uberlândia. Realidade Virtual e Aumentada: Aplicações e Tendências. Uberlândia, Sociedade Brasileira de Computação, 2011.

LEE, Kangdon. Augmented Reality in Education and Training. TechTrends, v. 56, n. 2, p. 13-21, 2012.

MERINO, Cristian; PINO, Sonia; MEYER, Eduardo; GARRIDO, José Miguel; GALHARDO, Felipe. Realidad aumentada para el diseño de secuencias de enseñanza-aprendizaje en química. Educación química, v. 26, n. 2, p. 94-99, 2015.

NASCIMENTO, Géssica; MOREIRA, José Cláudio Fonseca; PIZZATO, Michelle Camara. Realidade Aumentada no Ensino de Química: estado do conhecimento. Revista Educação de Ciências e Matemática. 2021. No prelo.

NASCIMENTO, João Kerginaldo Firmino do. Informática aplicada à educação. Brasília: Universidade de Brasília, 2007.

MORAES, Roque. Análise de conteúdo. Revista Educação, v. 22, n. 37, p. 7-32, 1999.

SILVA, Diego Oliveira; MOURÃO, Matheus Fernandes; SALES, Gilvandenys Leite; SILVA, Bento Duarte. Metodologias Ativas de Aprendizagem: relato de experiência em uma oficina de formação continuada de professores de Ciências. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 10, n. 5, p. 206-223, jul./set. 2019.

SILVA, Marco. Sala de aula interativa: a educação presencial e a distância em sintonia com a era digital e com a cidadania. In: XXIV Congresso Brasileiro da Comunicação. INTERCOM. Mato Grosso: Campo Grande. 2001. p. 1-20.

SILVEIRA, Denise Tolfo; CÓRDOVA, Fernanda Peixoto. A pesquisa científica. In: Tatiana Engel Gerhardt e Denise Tolfo Silveira (Org.). Métodos de pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009, p.31-42.

SCHUHMACHER, Vera Rejane Niedersberg; ALVES FILHO, José de Pinho; SCHUHMACHER, Elcio. As barreiras da prática docente no uso das tecnologias de informação e comunicação. Ciência & Educação. Bauru, v. 23, n. 3, p. 563-576, jul. 2017.

YANG, Shuxia; MEI, Bing; YUE, Xiaoyu. Mobile Augmented Reality assisted Chemical Education: insights from elements 4D, Journal of Chemical Education, v. 95, n. 6, p. 1060-1062, 2018

TEE, Nicholas Yee Kwang; GAN, Hong Seng; LI, Jonathan; CHEONG, Brandon Huey-Ping; TAN, Han Yen; LIEW, Oi Wah; NG, Tuck Wah. Developing and demonstrating an augmented reality colorimetric titration tool. Journal of Chemical Education. v. 95, n. 3, p. 393-399, 2018.

Publicado
2021-09-30
Como Citar
NASCIMENTO, G.; FONSECA MOREIRA, J.; PIZZATO, M. Ensino de Química submicroscópica: percepções dos professores sobre o uso da realidade aumentada nas aulas de Química. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 12, n. 4, p. 1-25, 30 set. 2021.
Seção
Artigos Gerais