Percepções de professores de Matemática sobre as aulas remotas: uma análise à luz da teoria fundamentada nos dados

Palavras-chave: Ensino Remoto, Ensino de Matemática, Percepções de Professores, Teoria Fundamentada nos Dados

Resumo

A pandemia da Covid-19, que atingiu o mundo impactou a vida das pessoas, alterou a forma de realização das aulas que passaram a ser lecionadas de forma remota. Diante desse cenário, objetivamos investigar as percepções de professores de Matemática de escolas públicas com o ensino remoto. Para tanto, durante o segundo semestre de 2020, foram entrevistados cinco professores de Matemática que atuam em escolas públicas. Como método de análise de dados, foi utilizada a Teoria Fundamentada nos Dados, que possibilitou aprofundar a compreensão sobre o fenômeno em estudo e elaborar uma teoria substantiva que o represente. Diante dos resultados, percebeu-se que a maior dificuldade relatada pelos professores está relacionada a saber se os estudantes estão realmente aprendendo, sendo que nem todos conseguem participar de forma integral das aulas remotas. Além disso, ressalta-se que, apesar dos grandes esforços que estão sendo realizados por parte das escolas, dos professores e dos estudantes, a aprendizagem está comprometida e esse fato irá impactar o desenvolvimento dos estudantes e seu desempenho escolar em anos posteriores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BIANCHI, E. M. P. G; IKEDA, A. A. Usos e aplicações da Grounded Theory em administração. Revista Eletrônica de Gestão Organizacional, v. 6, n. 2, 231-248, 2008.

BRASIL. Lei Nº 14.440, de 18 de agosto de 2020. Estabelece normas educacionais excepcionais a serem adotadas durante o estado de calamidade pública reconhecido pelo Decreto Legislativo nº 6, de 20 de março de 2020; e altera a Lei nº 11.947, de 16 de junho de 2009. Brasília, 18 dez. 2020.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Ministério da Educação. 2018.

BRASIL. Pesquisa DataSenado: Educação Durante a Pandemia. Instituto de Pesquisa DataSenado, agosto de 2020.

BRUM, A. de L.; FELCHER, C. D. O.; MACHADO, C. C.; PEREIRA, E. C. A produção de performance Matemática digital a partir da obra “O diabo dos números”. REnCiMa, São Paulo, v. 10, n. 6, p. 01-20, 2019.

CABREIRA, M. C. Percepções do professor de Matemática: relação entre formação acadêmica e atuação docente. In: EBRAPEM, XX, 2016, Curitiba, p. 1-12. Anais… Curitiba: 2016.

CHARMAZ, K. A construção da teoria fundamentada: guia prático para análise qualitativa. Tradução Joice Elias Costa - Porto Alegre: Artmed, 2009.

FELCHER, C. D. O.; VIÇOSA, C. S. C. L.; SOARES, R. G.; FOLMER, V. O uso da sala de aula invertida para ensinar polígonos. REnCiMa, São Paulo, v. 12, n. 1, p. 1-18, jan./mar., 2021.

GASQUE, K. C. G. D. Teoria fundamentada: nova perspectiva à pesquisa exploratória. In: MUELLER, Suzana Pinheiro Machado (Org.). Métodos para a pesquisa em Ciência da Informação. Brasília: Thesaurus, 2007. p. 83-118.

GLASER, B.G.; STRAUSS, A. L. Awareness of dying. Chicago, United States of America: Aldine, 1965.

GLASER, B.G. Doing Grounded Theory – Issues and Discussions. Sociology Press, 1998.

GLASER, B. G. Theoretical Sensitivity: Advances in the methodology of Grounded Theory. Sociology Press, 1978.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MEDEIROS, A. de; WELTER, M. P. Dificuldades na aprendizagem da Matemática: como superá-las?. In: Seminário de iniciação científica do curso de Pedagogia, 6º, 2015, Itapiranga, p. 1-12. Anais… Itapiranga: 2015.

MOREIRA, J. A.; SCHLEMMER, E. Por um novo conceito e paradigma da educação digital onlife. Revista UFG, Goiás, v. 20, p. 2 - 35, 2020.

PEREZ, G. Prática reflexiva do professor de matemática. In: BICUDO, M. A. V.; BORBA, M. de C. Educação Matemática: pesquisa em movimento. São Paulo: Cortez, 2004. p. 250-263.

RITTER, D.; PERIPOLLI, P. Z.; BULEGON, A. M. Desafios da educação em tempos de pandemia: Tecnologias e Ensino Remoto. In: CIET EnPED, 2020. Anais… Online: UFSCAR, 2020.

SILVA, C.C; KALHIL, J. B. Análise sistêmica do processo ensino aprendizagem de genética à luz da Teoria Fundamentada. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, 12, p. 368-388, 2019.

STRAUSS A.; CORBIN J. Pesquisa qualitativa: técnicas e procedimentos para o desenvolvimento de teoria fundamentada. Porto Alegre: Artmed, 2008.

TAROZZI, M. O que é a Grounded theory: metodologia de pesquisa e de teoria fundamentada nos dados. Petrópolis, 2011, RJ: Vozes.

Publicado
2021-06-06
Como Citar
RITTER, D.; SCHMITZ, G.; BULEGON, A.; TOLENTINO-NETO, L. Percepções de professores de Matemática sobre as aulas remotas: uma análise à luz da teoria fundamentada nos dados. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 12, n. 3, p. 1-19, 6 jun. 2021.
Seção
Artigos Gerais