Experiências obtidas a partir da utilização de um terrário de planárias durante monitoria de Zoologia

Palavras-chave: Biologia, Ensino-aprendizagem, Aula Prática, Invertebrados, Platyhelminthes

Resumo

O ensino de zoologia requer a aplicação de recursos didático-pedagógicos para manter os discentes interessados diante conteúdos extensos. Nesse contexto, este estudo relata a experiência da utilização de um terrário de planárias pelos monitores e discentes da disciplina Organismos Unicelulares e Metazoários Não Celomados, do curso de Ciências Biológicas da Universidade Federal da Paraíba, como recurso didático-pedagógico para favorecer o processo de ensino-aprendizagem. O terrário foi aplicado nas aulas práticas do Filo Platyhelminthes, durante os semestres letivos 2018.2 e 2019.1, para cinco turmas, tanto da modalidade bacharelado quanto licenciatura. Durante o monitoramento do terrário, foram observados diversos comportamentos das planárias, como a reprodução sexuada que possui relevância científica, apesar de pouco observada e descrita na literatura. A aplicação do terrário promoveu maior compreensão sobre os platelmintos por meio da observação, investigação e descrição de aspectos morfológicos e comportamentais desses animais, despertando a curiosidade científica nos discentes e contribuindo para a formação de futuros professores de Ciências e Biologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANDRADE, C. F. S.; SANTOS, L. U. O uso de predadores no controle biológico de mosquitos, com destaque aos Aedes. Instituto de Biologia. Universidade Estadual de Campinas–UNICAMP. SP, 2004.

BOLL, P. K. Investigando a ecologia trófica de planárias terrestres neotropicais: ecomorfologia, desenvolvimento e comportamento. 2019. 90 f. Tese (Doutorado em Biologia). Programa de Pós-Graduação em Biologia, Universidade Federal do Rio dos Sinos, São Leopoldo-RS, 2019.

BOLL, P. K.; MARQUES, D.; LEAL-ZANCHET, A. M. Mind the food: Survival, growth and fecundity of a Neotropical land planarian (Platyhelminthes, Geoplanidae) under different diets. Zoology, v. 138, p. 125722, 2020.

BOLL, Piter Kehoma; LEAL-ZANCHET, Ana Maria. Diversity out of simplicity: interaction behavior of land planarians with co-occurring invertebrates. Zoology, v. 126, p. 110-118, 2018.

BRASIL, Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário, 1996.

BRUSCA, R.C.; MOORE, W. & SHUSTER, S. M. Invertebrados. 3ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. 2018.

BUENO, A. J. A. et al. Atividades práticas/experimentais para o Ensino de Ciências além das barreiras do laboratório desenvolvidas na Formação inicial de professores. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 9, n. 4, p. 94-109, 2018.

BUENO-SILVA, M.; FISCHER, M. L. Estudo da biologia de Girardia tigrina (Girard, 1850) (Platyhelminthes: Tricladida: Paludicola): análise do crescimento, reprodução e mortalidade em laboratório. Acta Biologica Leopoldensia, São Leopoldo, v. 27, n. 1, p. 11-18, 2005.

CAMARGO, G. F. de. Recursos e metodologias aplicados no ensino de botânica: uma revisão bibliográfica. Brasília, DF, 2015. Monografia (Licenciatura em Ciências Naturais) - Universidade de Brasília, Planaltina, DF, 2015.

CARBAYO, F. Procedimentos de campo e laboratório para a caracterização das planárias terrestres neotropicais (Platyhelminthes: Tricladida). Caderno La Salle XI, Canoas, v. 2, n. 1, p. 131-144, 2005.

CARVALHO, A. M. P. Ensino de ciências unindo a pesquisa e a prática. Cengage Learning Editores, 2004.

CSEH, Amanda; CARBAYO, Fernando; FROEHLICH, Eudóxia Maria. Observations on food preference of Neotropical land planarians (Platyhelminthes), with emphasis on Obama anthropophila, and their phylogenetic diversification. Zoologia (Curitiba), v. 34, 2017.

FRANSOZO, A.; NEGREIROS-FRANSOZO, M. L. Zoologia dos Invertebrados.1ª ed. Rio de Janeiro: Roca, 2018.

GIRIBET, Gonzalo; EDGECOMBE, Gregory D. The Invertebrate Tree of Life. 1. ed. New Jersey: Princeton University Press, 2020.

INOUE, T. et al. Planarian shows decision-making behavior in response to multiple stimuli by integrative brain function. Zoological letters, v. 1, n. 1, p. 1-15, 2015.

JÚNIOR, J. M. S. Jogos didáticos como instrumento de ensino-aprendizagem no ensino de ciências no ensino fundamental. Trabalho de Conclusão de Curso. 2017.

KNAKIEVICZ, T. et al. Reproductive modes and life cycles of freshwater planarians (Platyhelminthes, Tricladida, Paludicula) from southern Brazil. Invertebrate Biology, v. 125, n. 3, p. 212-221, 2006.

KOBAYASHI, Kazuya et al. Existence of two sexual races in the planarian species switching between asexual and sexual reproduction. Zoological science, v. 29, n. 4, p. 265-272, 2012.

KRASILCHIK, M. Prática de Ensino de Biologia. São Paulo: Edusp, 2008.

KRASILCHIK, M. Prática de Ensino de Biologia. São Paulo, SP: Ed. Universidade de São Paulo, 2004.

LIRA, M. O. et al. Contribuições da monitoria acadêmica para o processo de formação inicial docente de Licenciandos em Ciências Biológicas da UEPB. In: II Congresso Nacional (ISSN 2358-8829) – Campina Grande. 2015.

MAGALHÃES, V. A.; PASTORINI, L. H. EXPERIMENTAÇÃO: A construção de terrários como atividade prática investigativa no ensino de ciências da natureza. Os Desafios da Escola Pública Paranaense na perspectiva do Professor PDE, 2016.

MELO, A.S., MACEDO, C.C. & ANDRADE, C.F.S.D. 1995. Eficiência de Dugesia tigrina (Girard) Turbellaria, Tricladida) como agente controlador de imaturos do mosquito Aedes albopictus (Skuse) em pneus armadilha. An. Soc. Entomol. Bras. 25(2):321-327.

ORTOLAN, L. S., ALTEFF, L. F., & TIBURZIO, V. L. B. A importância e os desafios da monitoria universitária na formação docente: um relato de experiência. Revista de Ensino de Biologia da SBEnBio, p. 289-308, 2020.

ORTOLAN, L. S.; PASSOS, M. P.; TIBURZIO, V. L. B. A monitoria discente como uma oportunidade de aprendizagem. Revista Iniciação & Formação Docente. Uberaba, v. 6, n. 1, p. 138-152, 2019.

PECHENIK, J. A. Biologia dos invertebrados. 7ª ed. Porto Alegre: AMGH, 2016.

PENHA, B. R. Uma nova espécie de planária límnica identificada por DNA Barcoding: Girardia joseensis (Tricladida: Dugesiidae). 2016.

RIBEIRO, A. R. Potencial do uso de planárias na avaliação de contaminantes ambientais. 2012.

SCHEID, N. M. J.; FERRARI, N. A história da ciência como aliada no ensino de genética. Genética na escola, v. 1, n. 1, p. 17-18, 2006.

SENA SILVA, F. Um relato de experiência: terrário como recurso metodológico para se ensinar ciências numa perspectiva de investigação. Monografia. Universidade Federal de Minas Gerais. 2014.

SILVA, A. P. M. et al. Aulas práticas como estratégia para o conhecimento em Botânica no Ensino Fundamental. HOLOS, v. 8, dez. 2015.

SIQUEIRA, A. C.; VILAÇA, F. A.; FRENEDOZO, R. DE C. Concepção dos licenciandos em Ciências Biológicas sobre a influência dos fatores ambientais no aparecimento do Aedes Aegypti. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 9, n. 3, p. 70-86, 2018.

SOUSA, R. G.; CESAR, D. E. O ensino de ecologia e sua influência na percepção ambiental e no conhecimento ecológico de uma turma de 6º ano do ensino fundamental. Experiências em Ensino de Ciências. V.12, n.7, p. 48-68, 2017.

Publicado
2021-07-13
Como Citar
PONTES FILHO, M.; OLIVEIRA, J. Experiências obtidas a partir da utilização de um terrário de planárias durante monitoria de Zoologia. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 12, n. 4, p. 1-20, 13 jul. 2021.
Seção
Artigos Gerais