Teaching zoology in basic education in Brazil: an analysis of bibliographic publications (2010-2020)

Resumo

The teaching of zoology, although recent in basic education, is questioned methodologically. The main criticisms are that zoology teaching still follows an Aristotelian essentialist view. It is based on traditional expositions in the classroom, and it fragments and decontextualizes contents. All this hinders learning, especially when we are dealing with such a complex area with a wide variety of names and concepts. Thus, through bibliographic research, we seek to identify, analyze, and describe some study trends in Brazil, during the period 2010-2020. We also verify the challenges involved in attaining improvement in pedagogical practices. A total of 197 articles, 32 dissertations, and one thesis were identified. The following descriptors were used: a) type of production; b) temporal distribution; c) geographic distribution; d) institution of origin of the publications; e) levels of education; f) thematic focus; g) type of research. With this, it was possible to describe the main aspects related to the teaching of zoology in basic education in Brazil, providing an insight into the direction of academic productions towards this theme, thus serving as a basis for other investigations

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AMORIM, D. S. Paradigmas pré-evolucionistas, espécies ancestrais e o ensino de Zoologia e Botânica. Ciência & Ambiente, v. 36, p. 125-150, 2008.

BARATA, G. Em revisão: o impacto da produção científica brasileira para o Brasil. Ciência e Cultura, v. 67, n.4, p. 6-8, 2015.

BESSA, E. et al. O ensino de Zoologia na nova Base Nacional Comum Curricular. Informativo Sociedade Brasileira de Zoologia, n.154, p.9-12, 2018.

BRASIL. Lei nº. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília: Diário Oficial da União, 23 dez. 1996.

BRASIL. PNLD 2017: ciências - Ensino Fundamental anos finais. Brasília, DF: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2016.

CHISTÉ, P. S. Pesquisa-Ação em mestrados profissionais: análise de pesquisas de um programa de pós-graduação em ensino de ciências e de matemática. Ciência e Educação, v. 22, n. 3, p. 789-808, 2016.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR. GEOCAPES: Sistema de Informação Georreferenciadas - Dados estatísticos. Brasília: CAPES, 2017.

CRUZ, G. C. S.; SOARES, M. M. R.; HAGUENAUER, C. J. Comunicação Científica: um mercado em expansão para o produtor editorial. Hipertexto, v. 5, n.2, p. 67-88, 2015.

CURY, C. R. J. Direito à educação: direito à igualdade, direito à diferença. Cadernos de Pesquisa, v. 116, p. 245-262, 2002.

DANHÃO, E. A. A. B. et al. Influência de objetos digitais de aprendizagem nas concepções de conceitos de Zoologia, uma experiência em Portugal. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 10, n. 4, p. 89-100, 2019.

DURHAM, E. R. As Universidades Públicas e a Pesquisa no Brasil. São Paulo: Núcleo de Pesquisas sobre Ensino Superior da USP, 1998.

FERREIRA, N. S. A. As pesquisas denominadas “estado da arte”. Educação & Sociedade, n. 79, p.257-272, 2002.

FREIRE, P. Educação como Prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1967.

GARCIA, E. Pesquisa bibliográfica versus revisão bibliográfica - uma discussão necessária. Revista Línguas & Letras, v.17, n. 35, p. 291-294, 2016.

MAIA, M. V. C. M.; FONSECA, M. P. S.; SILVA K. R. X. Concepções sobre a pesquisa na educação básica e as demandas para a formação do professor pesquisador. Ceará: EdUECE, 2014.

MELLO, L. L. C. C. Os anais de encontros científicos como fonte de informação: relato de pesquisa. Revista de Biblioteconomia de Brasília, v. 20, n.1, p. 53-68,1996.

MELO, N.; LYRA, K. A. P. A importância do PIBID e do PIBIC: uma reflexão sobre programas de formação docente. Iniciação Científica CESUMAR, v. 22, n.1, p.133-139, 2020.

MIRANDA, A. C. C.; CARVALHO, E. M. R.; COSTA, M. I. O impacto dos periódicos na comunicação científica. Biblos: Revista do Instituto de Ciências Humanas e da Informação, v. 32, n. 1, p. 1-22, 2018.

MOUL, R. A. T. M.; MOURA, M. I. B.; ARAÚJO, M. L. F. Perfis biológico, sociobiológico e cultural nas concepções de estudantes do ensino médio sobre animais. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 11, n. 4, p. 293-310, 2020.

NASCIMENTO, F.; FERNANDES, H. L.; MENDONÇA, V. M. O ensino de ciências no Brasil: história, formação de professores e desafios atuais. Revista HISTEDBR On-line, v. 10, n. 39, p. 225–249, 2010.

NAZARENO, E.; HERBETTA, A. F. A pós-graduação brasileira: sua construção assimétrica e algumas tentativas de superação. Estudos de Psicologia, v. 24, p. 103-112, 2019.

PEREIRA, M. J. et al. A importância da iniciação científica para alunos de graduação em biomedicina. Saúde em Foco, p. 236-237, 2016.

RICHTER, E. et al. Ensino de zoologia: concepções e metodologias na prática docente. Ensino & Pesquisa, v. 15, p. 27-48, 2017.

ROCHA, A. L. F.; DUSO, L.; MAESTRELLI, S. R. P. Contribuições da Filogenética para um ensino crítico da Zoologia. Associação Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 9, p.1-8, 2013.

ROMANOWSKI, J. P.; ENS, R. T. As pesquisas denominadas do tipo “estado da arte” em educação. Diálogo Educ, v. 6, n. 19, p. 37-50, 2006. [em Educação ou Educacional]

SALEM, S. Perfil, evolução e perspectivas da pesquisa em Ensino de Física no Brasil. 2012. 385 f. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências). Universidade de São Paulo, São Paulo.

SEIFFERT-SANTOS, S. C; FACHÍN-TERÁN, A. Reflexão sobre o ensino de ciências a partir do estudo do ensino de zoologia com docentes escolares e universitários em Manaus-AM (p. 97-128). In: FACHÍN-TERÁN, A; SEIFFERT-SANTOS, S. C. (Org.). Temas sobre ensino de ciências em espaços não formais: avanços e perspectivas. Manaus: UEA Edições, 2016, 236p.

TEIXEIRA, P. M. M.; MEGID NETO, J. A Produção Acadêmica em Ensino de Biologia no Brasil – 40 anos (1972–2011): Base Institucional e Tendências Temáticas e Metodológicas. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 17, n. 2, p .521–549, 2017.

TRENTIN, E. C. P.; ROCHA, I. L.; SILVA, M. M. O avanço da pesquisa científica e qualificação dos cientistas brasileiros. Multi-Science Journal, v. 1, n. 10, p. 1-3, 2018.

Publicado
2021-09-30
Como Citar
SILVA, J.; PRATA, J.; CHRISTOFFERSEN, M. Teaching zoology in basic education in Brazil: an analysis of bibliographic publications (2010-2020). Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 12, n. 4, p. 1-18, 30 set. 2021.
Seção
Artigos Gerais