Impacto da pandemia da COVID-19 no contexto da educação socioemocional

Palavras-chave: Educação Socioemocional, Formação de Professores, Pandemia, COVID-19

Resumo

A pandemia por COVID-19 ultrapassou as barreiras continentais e impôs a tomada de importantes medidas que afetaram todas as áreas que amparam às relações sociais. No contexto educacional, o fechamento das escolas expôs o debate em torno da substituição das aulas presenciais por modelos à distância. Nessa perspectiva, o presente estudo reflete sobre o impacto da pandemia por COVID-19 no contexto da educação socioemocional através de uma abordagem qualitativa. Para tanto, optou-se pela realização de entrevista semiestruturada com sete docentes. Tomou-se como critério de inclusão a participação voluntária de professores que lecionam a disciplina projeto de vida em escolas de educação básica da rede Pública Estadual e que participaram dos processos formativos em educação socioemocional. As entrevistas aconteceram através de contato telefônico, atendendo as normas de isolamento previstas nos protocolos de biossegurança devido à pandemia e foram gravadas para posterior transcrição. Os discursos obtidos foram tratados pela análise de conteúdo de Bardin e foram identificadas as categorias: prática docente, planejamento e ensino remoto. Concluiu-se que o isolamento social decorrente da pandemia repercutiu de forma negativa na educação socioemocional mediada pela disciplina projeto de vida. As aulas presenciais representavam um apoio emocional tanto para os jovens, como para os professores e sua transposição para o formato remoto não contemplou de forma significativa a vivência dos temas propostos para disciplina.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABED, A. L. Z. O desenvolvimento das habilidades socioemocionais como caminho para a aprendizagem e o sucesso escolar de alunos da educação básica. Construção Psicopedagógica., São Paulo, v. 24, n. 25, p. 8-27, 2016.

ALBERTI, T. F.; ABEGG, I.; COSTA, M. R. J.; TITTON, M. Dinâmicas de grupo orientadas pelas atividades de estudo: desenvolvimento de habilidades e competências na educação profissional. Rev. bras. Estud. pedagog. (online), Brasília, v. 95, n. 240, p. 346-362, maio/ago. 2014.

ALSOP, S. Bridging the Cartesian divide: science education and affect. In: Beyond cartesian dualism: Emcountrering affect in the teaching and learning of Science. Steve Alsop (org). Editora: Springer Verlagny, 2005. (Coleção: Science and Tecnology Education Library).

AMBIEL, R.A.M.; PEREIRA, C.P.S.; MOREIRA, T.C. Produção científica em avaliação psicológica no contexto educacional: Enfoque nas variáveis socioemocionais. Avaliação Psicológica, São Paulo, v. 14, n. 3, p. 339- 346, 2015.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Tradução de Luís Antero; Augusto Pinheiro. São Paulo: Edições 70, 2011.

BERTOLDO, T. A. T. Roda de conversa como estratégia promotora de capacidades de pensamento crítico. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2018.

BRASIL, Plano Nacional de Educação (PNE). Plano Nacional de Educação 2014-2024: Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014, que aprova o Plano Nacional de Educação (PNE) e dá outras providências. – Brasília: Câmara dos Deputados, Edições Câmara, 2014.

CÂMARA, R. H. Análise de conteúdo: da teoria à prática em pesquisas sociais aplicadas às organizações. Gerais: Revista Interinstitucional de Psicologia, 6 (2), jul - dez, 179-191, 2013.

COSTA, A. C. G. Protagonismo Juvenil: O que é e como praticá-lo.

DIAS, E.D.; PINTO, F.C.F. A Educação e a Covid-19. Ensaio: aval. pol. públ. Educ., Rio de Janeiro, v.28, n.108, p. 545-554, jul./set. 2020.

ESCOLA EDUCA MAIS. Conceitos e premissas do modelo de educação integral adotado pela SSED/SE, 2016. Disponível em: seed.se.gov.br/arquivos/material_consulta_eti.pdf. Acesso em 07 de janeiro de 2020.

FREIRE. P. Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e terra, 2011.

GRANDISOLI, E.; JACOBI, P.R.; MARCHINI, S. Educação e pandemia: Desafios e perspectivas. Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP.

INSTITUTO PENÍNSULA. Professores ainda se sentam despreparados para o ensino virtual. São Paulo, 27 de maio de 2020.

MACHADO, P. L. P. Educação em tempos de pandemia: O ensinar através de tecnologias e mídias digitais. Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento. Ano 05, Ed. 06, vol. 08, pp. 58-68. Junho de 2020.

MENDONÇA, I.; GOMES, M. de F. Grupo Focal: instrumento de coleta de dados na pesquisa em educação. Cad. Ed. Tec. Soc., v.10, n.1, p. 52-62, 2017.

MORAN, J. Desafios na Comunicação Pessoal. 3ª Ed. São Paulo: Paulinas, p. 162-166,

MOTTA, P. C.; ROMANI, P. F. A educação socioemocional e suas implicações no contexto escolar: uma revisão de literatura. Psicol. educ. [online]. n.49, pp. 49-56. 2019.

OLIVEIRA, J. B. A.; GOMES, M.; BARCELLOS, T. A Covid-19 e a volta às aulas: ouvindo as evidências. Ensaio: aval. pol. públ. Educ., Rio de Janeiro, v. 28, n. 108, p. 555-578, Sept. 2020.

PIAGET, Jean. Psicologia e Pedagogia. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1988.

ROSA, A.B. Aula diferenciada e seus efeitos na aprendizagem dos alunos: o que os professores de biologia tem a dizer sobre isso? 2012. 43f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2012.

SERGIPE, Resolução Normativa Nº 4, de 3 de abril de 2020. Estabelece diretrizes operacionais para as instituições educacionais integrantes do Sistema de Ensino do Estado de Sergipe sobre o desenvolvimento das atividades escolares, excepcionalmente, em face da edição de Decretos Governamentais do Estado de Sergipe relacionados às medidas de prevenção ao novo Coronavírus – COVID-19, e dá providências.

SILVA, M. Cibercultura e educação: A comunicação na sala de aula presencial e online. Revista FAMECOS, Porto Alegre, nº 37, dezembro de 2008.

ZANETTE, M. S. Pesquisa qualitativa no contexto da Educação no Brasil. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, n. 65, jul./set p. 149-166, 2017.

Publicado
2021-06-06
Como Citar
MELO ALVES, M.; DE ARAÚJO, Y. L.; NEPOMUCENO, A. Impacto da pandemia da COVID-19 no contexto da educação socioemocional. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 12, n. 3, p. 1-17, 6 jun. 2021.
Seção
Artigos Gerais