O processo de instrumentalização no ensino de Ciências: uma revisão sobre o uso das tecnologias digitais

Palavras-chave: Instrumentalização, Tecnologia Digital, Ensino de Ciências, Mídias Digitais, Produções Audiovisuais

Resumo

A instrumentalização das tecnologias digitais nas Ciências da Natureza é uma característica comum a esse campo do saber. Nesse sentido, o presente estudo se propôs a analisar de que forma tais tecnologias vêm sendo consideradas em diferentes espaços vinculados ao Ensino de Ciências. Para isso, foi realizada uma revisão sistemática dos trabalhos presentes nos anais das últimas cinco edições do Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências (ENPEC) à luz dos princípios da Análise Crítica do Discurso. Com base nos 83 trabalhos selecionados, foi possível identificar um perfil utilitarista no que tange à imersão das tecnologias digitais em experiências de ensino de Química, Biologia e Física, enquanto que no campo interdisciplinar tais experiências se mostraram ainda mais instrumentais frente a uma faixa etária estudantil mais restrita, como é o caso do Ensino Fundamental II. Foi perceptível ainda a dispersão das tecnologias digitais em meio à abordagem Ciência, Tecnologia, Sociedade e Ambiente (CTSA), fato que vem diluindo as singularidades culturais e sociopolíticas dos artefatos tecnológicos. Compreende-se, portanto, que tais artefatos podem oferecer condições para que o corpo docente e estudantil visualize os conteúdos não só de forma funcional, mas os próprios potenciais transformadores que as tecnologias digitais podem proporcionar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AMORIM, Gustavo; SILVA, João. Há Química em Sherlock Holmes? Investigando a aprendizagem de alunos com o uso de cinema. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 9., 2013, Águas de Lindóia.

ARAÚJO, Carla; JARDIM, Maria; GONÇALVES, Além; ALVES, Diego; BORGES, Katia; SANTOS, Ana. O uso de um “aparato pessoal de interação digital” como ferramenta didática em aulas de Física. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 12., 2019, Natal.

ATANAZIO, Alessandra; LEITE, Álvaro. Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) e a Formação de Professores: tendências de pesquisa. Investigações em Ensino de Ciências, v. 23, n. 2, 2018.

AUSUBEL, David. Educational Psychology: Cognitive View. New York: Holt, Rinehart and Winston, 1968.

AZEVEDO, Daniela; SILVEIRA, Aleph; LOPES, Carla; AMARAL, Ludmila; GOULART, Ilsa; MARTINS, Ronei. Letramento digital: uma reflexão sobre o mito dos “Nativos Digitais”. Revista Novas Tecnologias na Educação, v. 16, n. 2, p. 615-625, 2018.

BASTOS, Mariana; SILVA-PIRES, Felipe; FREITAS, Carlos; TRAJANO, Valéria. A utilização de sequências didáticas em biologia: revisão de artigos publicados de 2000 a 2016. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 11., p. 1-11, 2017.

BERK, Amanda; ROCHA, Marcelo. O uso de recursos audiovisuais no ensino de ciências: uma análise em periódicos da área. Revista Contexto & Educação, v. 34, n. 107, p. 72-87, 2019.

BINATTO, Priscila. Enfoque Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS) na Formação Reflexiva de Futuros Professores de Biologia: possibilidades, desafios e contribuições. 2015. 151f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) – Departamento de Ciências Biológicas, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Jequié, 2015.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução FNDE nº 55, de 19 de outubro de 2011. Estabelece os critérios e os procedimentos para a participação das Instituições Federais de Ensino Superior na implementação do Programa Disseminação de Tecnologias Educacionais. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, 21/10/2011, p. 1-3. Brasília, DF.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução n. 2, de 01 de julho de 2015. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior e para a formação continuada. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, 02/07/2015, p. 1-16. Brasília, DF.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria n. 343, de 17 de março de 2020. Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais enquanto durar a situação de pandemia do Novo Coronavírus - COVID-19. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, 18/03/2020, p. 39. Brasília, DF.

BRUZZI, Demerval. Uso da tecnologia na educação, da história à realidade atual. Revista Polyphonía, v. 27, n. 1, p. 475-483, 2016.

BULEGON, Ana; CRISTOFIO, Paulo; PRETTO, Valdir. O uso de uma simulação para auxiliar a compreensão de conceitos de eletrodinâmica nos anos iniciais do Ensino Fundamental. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 9., 2013, Águas de Lindóia.

CAROLEI; Paula; BRUNO; Gabriel; CUNHA-ROCHA, Natália. Controvérsias entre recurso e estratégia pedagógica no discurso sobre a adoção de jogos eletrônicos no ensino de ciências. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 11., 2017, Florianópolis.

CHAVES, Eduardo. Tecnologia na educação. Encyclopaedia of Philosophy of Education, Published eletronically at, p. 14, 1999.

CONRADO, Dália; NUNES-NETO, Nei. Questões sociocientíficas: fundamentos, propostas de ensino e perspectivas para ações sociopolíticas. Salvador: Edufba, 2018.

D’ANDRÉA, Carlos. Cartografando controvérsias com as plataformas digitais: apontamentos teórico-metodológicos. Galáxia (São Paulo), n. 38, p. 28-39, 2018.

DIANA, Juliana; AMARAL, Marília. A informática educativa como apoio ao ensino de ciências: uma abordagem com foco nos alunos. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 8., 2011, Campinas.

DELIZOICOV, Demétrio; ANGOTTI, José; PERNAMBUCO, Marta. Ensino de Ciências: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2018.

FAIRCLOUGH, Norman. Discurso e mudança social. Brasília: UnB, 2016.

FLÔRES, Aparecida; SILVA, Josias; GHEDIN, Evandro. Software Boardmaker para o ensino de ciências de alunos com baixa visão. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 10., 2015, Águas de Lindóia.

FREITAS, Victor; QUEIRÓS, Wellington; LACERDA, Nília. Audiovisuais como temática de pesquisa em periódicos brasileiros de educação em ciências. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 35, n. 2, p. 592-633, 2018.

HAYES, Adam. The State of Video Marketing 2017. HUBSPOT, 2017.

HUI, Yuk. Tecnodiversidade. São Paulo: Ubu Editora, 2020.

JUNIOR, Wilmo; FRANCISCO, Welington. Vídeos amadores de experimentos produzidos por estudantes: possibilidades para avaliação da aprendizagem. Revista de Ensino de Ciências e Matemática v. 11, n.6, p. 838-855, 2020.

KING, Kenneth. The Motion Picture in Science Education: One Hundred Percent Efficiency. Journal of Science Education and Technology, v. 8, p. 211–226, 1999.

KLEIN, Danieli; CANEVESI, Fernanda; FEIX, Angela; GRESELE, Jizéli; WILHELM, Elizane. Tecnologia na Educação: evolução histórica e aplicação nos diferentes níveis de ensino. Revista da Educação da UNIPAR, v. 20, n. 2, 2020.

LEMOS, André. Epistemologia da comunicação, neomaterialismo e cultura digital. Galáxia (São Paulo), n. 43, p. 54-66, 2020.

LOPES, David; ALMEIDA, Rosiléia. Percepções sobre limites e possibilidades para adoção da interdisciplinaridade na formação de professores de ciências. Investigações em Ensino de Ciências, v. 24, n. 2, p. 137-162, 2019.

MACHADO, Camila; SILVEIRA, Rosemari. Interfaces Entre Cinema, Ciência e Ensino: uma revisão sistemática de literatura. Pro-Posições, v. 31, p. 1-31, 2020.

MAESTRELLI, Sylvia; FERRARI, Nadir. O óleo de Lorenzo: o uso do cinema para contextualizar o ensino de genética e discutir a construção do conhecimento científico. Genét. Escola, v. 1, n. 2, p. 35-39, 2006.

MELLO, Rodrigo; NETO, Waldmir. Cinema e Educação: Diálogos entre a Linguagem Cinematográfica e o Ensino de Ciências. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 10., 2015, Águas de Lindóia.

NOTARE, Márcia; BASSO, Marcus. Gênese Instrumental Pessoal e Conceitos Matemáticos em Processo de Criação com o GeoGebra. Revista Novas Tecnologias na Educação, v. 15, n. 2, 2017.

OLIVEIRA, Alline; MACIAS, Leila; RODRIGUEZ, Rita. A Aprendizagem Significativa da frutificação utilizando como recurso modelos tridimensionais construídos com a tecnologia da Realidade Aumentada. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 9., 2013, Águas de Lindóia.

PAVAN, Gerson; SCHEIFELE, Alexandre. O Uso das Tecnologias no Ensino de Ciências. Os Desafios da Escola Pública Paranaense na Perspectiva do Professor PDE. Cadernos PDE, v. 1, 2016.

PENHA, Sidnei. Como inserir objetos e ferramentas tecnológicas em atividades de investigação: um estudo de caso sobre “Oficinas de Robótica”. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 12., 2019, Natal.

PETRINA, Stephen. Sidney Pressey and the automation of education, 1924-1934. Technology and Culture, v. 45, n. 2, p. 305-330, 2004.

QUANDT, Thorsten; FRISCHLICH, Lena; BOBERG, Svenja; SCHATTO‐ECKRODT, Tim. Fake news. The international encyclopedia of Journalism Studies, p. 1-6, 2019.

RABARDEL, Pierre. Les hommes et les Technologies: approche cognitive des instruments contemporains. Paris: Armand Colin, 1995.

REZENDE, Luiz; STRUCHINER, Miriam. Uma Proposta Pedagógica para Produção e Utilização de Materiais Audiovisuais no Ensino de Ciências: análise de um vídeo sobre entomologia. Alexandria: Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, v. 2, n. 1, p. 45-66, 2009.

RIBEIRO, Thiago; COLHERINHAS, Guilherme; GENOVESE, Luiz. O Estudo de temas tecnológicos na educação CTSA: uma experiência de alfabetização científica e tecnológica no ensino médio. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 7, n. 1, p. 38-58, 2016.

SANTOS, Verônica; ZANOTELLO, Marcelo. Ensino de Ciências e Recursos Tecnológicos nos Anos Iniciais da Educação Básica. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, p. 683-708, 2019.

SCHNEIDER, Henrique; SANTOS, Jacques; SANTOS, Vinicius. Cultura juvenil, dependência digital e contingência. 2020.

SILVA, Danyele; LOPES, David. Panorama da Literatura nas Ciências Naturais e na Biologia Acerca de Experiências Formativas Para a Inclusão de Estudantes com Deficiência Visual no Brasil. Revista Brasileira de Ensino de Ciências e Matemática, v. 3, n. 2, p. 625-724, 2020.

SILVA, Erasmo; SILVEIRA, Arieli; QUEIROZ, Salete. Resolução de um estudo de caso no formato de vídeos: possibilidades para a alfabetização midiática e informacional. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 11., 2017, Florianópolis.

SILVA, Maurício; ZOTTI, Katiele; REHFELDT, Márcia; MARCHI, Miriam. O uso de mídias digitais, associados ao ambiente virtual de ensino e de aprendizagem, no ensino de química: explorando a radioatividade por meio da educação a distância. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, v.12, n. 2, p. 37-52, 2019.

SKINNER, Frederic. Tecnologia do Ensino. São Paulo: Edusp, 1972.

SOBREIRA, Elaine; VIVEIRO, Alessandra; D’ABREU, João. Programação com Arduino para estudo do tema energia nos anos iniciais do Ensino Fundamental. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 11., 2017, Florianópolis.

TELES, Nuno; CALDAS, José. Tecnologia e trabalho no século XXI: uma proposta de abordagem. Cadernos do Observatório, n. 12, p. 1-35, 2019.

UGALDE, Maria; ROWEDER, Charlys. Sequência didática: uma proposta metodológica de ensino-aprendizagem. Revista de Estudos e Pesquisas sobre Ensino Tecnológico, v. 6, p. 1-12, 2020.

VAN DIJCK, José; POELL, Thomas; WAAL, Martijn. The platform society: Public values in a connective world. Londres: Oxford University Press, 2018.

VARGAS, João; LOPES, Letícia. Possibilidades pedagógicas para o Ensino de Ciências: uma análise de Black Mirror. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 12., 2019, Natal.

YAMAMOTO, Daniel. A Tributação dos Serviços Over-The-Top. 69f. Monografia, Bacharelado em Direito, Faculdade de Direito da Universidade Federal do Paraná, 2018.

YIN, Robert. Pesquisa qualitativa do início ao fim. Porto Alegre: Penso Editora, 2016.

Publicado
2021-05-24
Como Citar
LOPES, D.; ALVES, L. R.; LIRA-DA-SILVA, R. M. O processo de instrumentalização no ensino de Ciências: uma revisão sobre o uso das tecnologias digitais. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 12, n. 3, p. 1-26, 24 maio 2021.
Seção
Artigos Gerais