Formação continuada de professores de Matemática com foco em contexto online, Educação Financeira, metodologias ativas e fluência tecnológica e pedagógica: uma revisão bibliográfica

Palavras-chave: Contexto Online, Metodologias Ativas, Educação Financeira, Tecnologias, Fluência Tecnológica e Pedagógica

Resumo

Neste trabalho são apresentados os resultados de uma pesquisa bibliográfica realizada com o intuito de discutir e identificar o que se vêm investigando em relação à formação continuada de professores de matemática com ênfase na educação financeira em contexto online e mediada por metodologias ativas. Para tanto, foi realizada a coleta de dados em programas de Pós-Graduação e no portal de periódicos Capes e SciELO no período de 2010 a 2020. Após uma leitura exploratória, analítica e interpretativa das pesquisas selecionadas, emergiram eixos de acordo com as semelhanças dos objetivos das produções. Como resultado, constatou-se que as pesquisas que investigam a formação continuada de professores de matemática, nos seus diferentes modos e objetivos, evidenciam a importância de desenvolver cursos de formação continuada a professores de matemática que versam sobre práticas educativas e reflexivas direcionadas para a educação financeira, integrada a metodologias ativas e ao uso das tecnologias usufruindo do potencial do contexto online para esta ação. Além disso, não foram encontrados trabalhos que relacionassem os descritores de forma integrada. Isso evidencia a necessidade de explorar ainda mais a temática, apontando quais fatores podem contribuir efetivamente com a formação de professores e com o ensino de matemática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALARCÃO, I. Formação continuada como instrumento de profissionalização docente. In: VEIGA, I. P. (org.) Caminhos da profissionalização do Magistério. 3ª ed. Campinas: Papirus, 2003.

ALMEIDA, M. E. B. Tecnologia na escola: criação de redes de conhecimento. In: ALMEIDA, M. E. B.; MORAN, J. M. (org) Integração das tecnologias educacionais. Brasília: MEC/SEED, 2005.

ALMEIDA, M. E. B. de, SILVA, K. A. D. G. Formação de professores a distância e as perspectivas de articulação entre teoria e prática por meio de ambientes on-line. Educar, Curitiba, v. 30, n. 4, p. 129-148, 2014.

ASSIS, M. R. D. S. Estudos sobre as crenças de futuros professores de matemática em relação a educação financeira, 2019.151 f. Tese (Doutorado em Educação Matemática), Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2019.

AZEVEDO. S. B.; PACHECO, V. A.; SANTOS, E. A. dos. Metodologias ativas no ensino superior: percepção de docentes em uma instituição privada do Distrito Federal. Revista Docência do Ensino Superior. Belo Horizonte, v. 9, 2019.

BACICH, L. Formação continuada de professores para uso de metodologias ativas. In. BACICH, L. MORAN, J. Metodologias ativas para uma educação inovadora. Porto Alegre: penso, 2018, p. 130-152.

BAIRRAL, M. A.; MARQUES. F. D. J. R. Onde se localizam os pontos notáveis de um triângulo? Futuros professores de matemática interagindo no ambiente vmt com geogebra. Revista Educação Matemática e Pesquisa. São Paulo. v. 18, n. 1, p. 111-130, 2016.

BEMME, L. S. B. Caraterísticas da aprendizagem docente de professores que ensinam Matemática: articulações em uma Comunidade de Prática. 2020, 198 f. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências e Matemática), Universidade Franciscana, Santa Maria, 2020.

BICALHO. D. C.; REIS. F. S. O contexto digital e os estilos de aprendizagem em Cálculo Diferencial e Integral. REnCiMa. São Paulo. v. 12, n. 1, p. 1-26, jan./mar. 2021.

BORGES, T. S.; ALENCAR, G. Metodologias ativas na promoção da formação crítica do estudante: o uso das metodologias ativas como recurso didático na formação crítica do estudante do ensino superior. Cairu em Revista, v. 3, n. 4, p. 119-143, 2014.

CAMAS. N. P. V.; BRITO. G. D. S. Metodologias ativas: uma discussão acerca das possibilidades práticas na educação continuada de professores do ensino superior. Revista Diálogo Educacional, v. 17, n. 52, p. 311-336, 2017.

CAMPOS. C. R.; TEIXEIRA. J.; COUTINHO. C. D. Q. S. Reflexões sobre a Educação Financeira e suas interfaces com a Educação Matemática e a Educação Crítica. Revista Educação Matemática Pesquisa. São Paulo, v. 17, n. 3, p. 556-577, 2015.

COSTA, N. M. L. Reflexões sobre tecnologia e mediação pedagógica na formação do professor de Matemática. In: BELINE. W.; COSTA, N. M. L. (Org.). Educação Matemática, Tecnologia e Formação de Professores: Algumas Reflexões. Campo Mourão: FACILCAM, 2010. p. 85-116.

DANTAS, S. C.; LINS, R. C. Reflexões sobre Interação e Colaboração a partir de um Curso Online. Bolema. Rio Claro, v. 31, n. 57, p. 1-34, 2017.

D’AQUINO, C. Educação Financeira: como educar seus filhos. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008.

DUMINELLI. M. V.; EZEQUIEL, K. B. O.; YAMAGUCHI, C. K. Perspectivas do compartilhamento do conhecimento entre os docentes para viabilizar a metodologia ativa. Revista Visão. Caçador, v. 7, n. 2, p. 20-32, 2018.

FERREIRA. A. E. Metodologias ativas de ensino e aprendizagem: uma experiência com docentes da educação básica. Realização. Dourados, v. 3, n. 6, 2016.

FERREIRA. R.; MOROSINI. M.; Metodologias ativas: As evidências da formação continuada de docentes no ensino superior. Revista Docência Ensino Superior. Belo Horizonte, v. 9, 2019.

FLICK, U. Introdução à pesquisa qualitativa. Tradução de Joice Elias Costa. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

FONTES, B. C. Vídeo, Comunicação e Educação Matemática: um olhar para a produção dos licenciandos em matemática da educação a distância, 2019.187 f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática), Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2019.

GARCÍA, C. M. Formação de professores: para uma mudança educativa. Porto: Porto Editora, 1999.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2017.

HILL, N. Quem pensa enriquece. São Paulo: Fundamento Educacional, 2009.

KAFAI, Y. et al. Being Fluent with Information Technology, 1999.

KENSKI, V. M. Tecnologia e tempo docente. Campinas: Papirus, 2013.

MACHADO, D. R. METODOLOGIAS ATIVAS: o papel da pesquisa na formação de professores de Matemática, 2018. 142 f. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências e Matemática. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2018.

MARCONI, M. D. A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de metodologia Científica. 8 ed. São Paulo: Atlas, 2017.

MELO, D. P. D. Educação financeira e matemática financeira: compreendendo possibilidades a partir de um grupo de estudo com professores do ensino médio. 2019. 109 f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática e Tecnológica), Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2019.

MODELSKI, D.; GIRAFFA, L. M. M.; CASARTELLI, A. de. O. Tecnologias digitais, formação docente e práticas pedagógicas. Educação Pesquisa. São Paulo. v. 45, p. 1-17, 2019.

PAPERT, S.; RESNICK, M. Technological fluency and the representation of knowledge. Proposal to the National Science Foundation. MIT Media Laboratory. Cambridge, MA, 1995.

PATRIARCA, F. H. Contribuições do programa m@tmídias para a integração de tecnologia às aulas de trigonometria no ensino médio. 2016.197 f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática), Universidade Anhanguera de São Paulo, São Paulo, 2016.

PAULIN, J. F. V. Educação a distância online: potencialidades para a formação de professores que ensinam matemática, 2015. 269 f. Tese (Doutorado em Educação Matemática), Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2015.

PAULIN, J. F. V; MISKULIN, R. G. S. Educação a Distância Online e Formação de Professores: práticas de pesquisas em Educação Matemática no estado de São Paulo. Bolema, Rio Claro, v. 29, n. 53, p. 1084-1114, dez, 2015.

PORTO, K. S. et al. Aprendizagem da Matemática em aulas de streaming: uma análise à luz das Teorias da Transposição Didática e da Transposição Informática. REnCiMa, São Paulo, v. 11, n. 1, p. 27-47, jan./mar. 2020.

PRETTO, N. D. L; RICCIO, N. C. R. Formação continuada de professores universitários e as tecnologias digitais. Educar. Curitiba, v. 26, n. 37, p. 153-169, 2010.

RICHIT, A. Formação de professores de matemática da Educação superior e as tecnologias digitais: Aspectos do conhecimento revelados no Contexto de uma comunidade de prática online. 2015. 286 f. Tese (Doutorado em Educação Matemática), Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2015.

ROSA, M.; CALDEIRA, J. P. S. Conexões Matemáticas entre Professores em Cyberformação Mobile: como se mostram?, Bolema, Rio Claro, v. 32, n. 62, p. 1068-1091, dez. 2018.

SANT’ANA, C. C.; AMARAL, R. B.; BORBA, M. C. O uso de softwares na prática profissional do professor de matemática, Ciência & Educação, Bauru, v. 18, n. 3, p. 527-542, 2012.

SANTOS, A. P. dos. Educação financeira na perspectiva da matemática crítica e a formação continuada do professor do ensino médio, 2017. 101 f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática), Universidade Anhanguera São Paulo, São Paulo, 2017.

SCHNEIDER, D. da. R. FRANCO. S. R. K. Fluência tecnológica digital: necessidade emergente da docência na Educação a Distância. Revista Diálogo Educacional. Curitiba, v. 19, n. 60, p. 796-96. 2019.

SOUSA, A. S. D. Professores de matemática e recursos didáticos Digitais: contribuições de uma formação Continuada online, 2014.126 f. Dissertação (Mestrado em Educação Científica e Formação de Professores), Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Jequié, 2014.

TEIXEIRA, J. Um estudo diagnóstico sobre a percepção da relação entre Educação Financeira e Matemática Financeira, 2015.160 f. Tese (Doutorado em Educação Matemática), Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.

VEIGA, A. M. Educação financeira no ensino médio: Uma proposta de curso de extensão para os acadêmicos da licenciatura em matemática, 2019.195 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciência e Matemática), Universidade Luterana do Brasil, Canoas, 2019.

Publicado
2021-05-11
Como Citar
PERIPOLLI, P.; BEMME, L.; ISAIA, S. Formação continuada de professores de Matemática com foco em contexto online, Educação Financeira, metodologias ativas e fluência tecnológica e pedagógica: uma revisão bibliográfica. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 12, n. 3, p. 1-24, 11 maio 2021.
Seção
Artigos Gerais