Revisão de literatura em ambiente virtual de aprendizagem no Ensino Básico com uso de plataformas digitais

Palavras-chave: Ensino de Ciências da Natureza, Limitações e Potencialidades, Análise de Conteúdo

Resumo

O objeto deste artigo é uma investigação bibliométrica baseada em 30 artigos apresentados a partir da análise em periódicos com estratos Qualis A na área de Ensino que apresenta o uso dos Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVA) no Ensino Básico. O objetivo é investigar se há limitações e potencialidades, especificamente no Ensino de Ciências quando aplicado de forma remota ou híbrida. Na metodologia, iniciou-se pelo aspecto quantitativo de publicações, e, após, feita a seleção de artigos para uma análise qualitativa. Foram analisados os artigos de periódicos nacionais e internacionais, entre os anos 2010 e 2020 através do Portal Periódicos da CAPES. A seleção dos artigos foi através do gerenciador de referências Mendeley com o uso de palavras-chave. A partir desta busca emergiram categorias de análise que foram analisadas pela ferramenta de Análise de conteúdo de Bardin. Os resultados demonstram que houve uma predominância de publicações multidisciplinares sobre este assunto, a partir do ano 2014 tanto no ensino a distância e híbrido como no presencial, mais especificamente na Educação Básica: nível Médio e Fundamental centrados nas necessidades de professores e alunos como estratégias para a construção dos processos de ensino e de aprendizagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANJOS, R. A.; ALONSO, K. M.; MACIEL, C. Avaliação de Ambientes Virtuais de Aprendizagem: análise de alguns instrumentos e modelos constituídos. Informática na educação: teoria & prática, v. 19, n. 2, 2016.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 229p, 2011.

BRASIL. Lei nº. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília: Diário Oficial da União, 23 dez. 1996.

BRASIL. Ministério da Educação. Decreto Federal nº. 5.622, de 20 de dezembro de 2005. Regulamenta o art. 80 da Lei nº. 9.394 e estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasilia: Diário Oficial da União, 20 dez. 2005.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria no. 4.361, de 29 de dezembro de 2004. Normatiza os processos de credenciamento de instituições de ensino superior para a oferta de cursos. Brasília: Diário Oficial da União,30 dez. 2004a.

BRITO, A.; CALEJON, L.; RICCI, E.; GABRIEL, L. Tecnologias digitais móveis: uma tecnologia pouco conhecida entre os professores do ensino fundamental e médio. Revista de Ensino de Ciências e Matemática. 10. 152-167, 2019.

CARMONA, K. V. R.; RÍOS, E. A. E. Fortaleciendo la competencia científica" identificar" en estudiantes de grado segundo a través de un ambiente de aprendizaje potenciado por TIC desde una perspectiva de la mediación didáctica. Investigações em Ensino de Ciências, 25(1), 159-191, 2020.

CARNEIRO, R. F.; PASSOS, C. L. B. A utilização das Tecnologias da Informação e Comunicação nas aulas de Matemática: Limites e possibilidades. Revista Eletrônica de educação, v. 8, n. 2, p. 101-119, 2014.

COSTA, R. D. A.; DE ALMEIDA, C. M. M.; LOPES, P. T. C. Avaliando um Ambiente Virtual de Aprendizagem para as aulas de Ciências no nono ano a partir de percepções dos alunos. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, v.8, n.1, 2015.

DARNTON, R. A questão dos livros: passado, presente e futuro. Editora Companhia das Letras, 2010.

DE MELLO, D. A. A.; GOBARA S. T. Análise das Interações em um Ambiente Virtual de Aprendizagem com Base na Teoria de Vygotsky. Educação Criativa, v. 4, n. 10, pág. 54, 2013.

DIAS, R. A. Tecnologias digitais e currículo: possibilidades na era da ubiquidade. Revista de EDUCAÇÃO do Cogeime, 19(36), 55-64, 2010.

DÍAZ-VICARIO, A., MERCADER, C.; GAIRÍN, J. Uso problemático de las TIC en adolescentes. Revista Electrónica de Investigación Educativa, 21, 1-11, 2019.

ESLAMIAN, A.; RAJABION, L.; TOFIGHI, B.; KHALILI, A. New Model for Assessing the Impact of New IT-Based Services on Students' Productivity. International Journal of Education and Development using Information and Communication Technology, v. 15, n. 3, p. 4-21, 2019.

FERREIRA, A. G. C. Visibilidade das revistas científicas da UFRGS. Dissertação. Programa de Pós-Graduação em comunicação e informação. Porto Alegre. 2011.

FIORI R.; GOI, M. E. J. (2020). O Ensino de Química na plataforma digital em tempos de Coronavírus. Revista Thema, 18 (ESPECIAL), 218-242, 2020.

FUMIAN, A. M.; RODRIGUES, D. C. G. A. O Facebook enquanto plataforma de ensino. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, 6(2), 173-182, 2013.

FUZA, Â. F.; MIRANDA, F. D. S. S. Tecnologias digitais, letramentos e gêneros discursivos nas diferentes áreas da BNCC: reflexos nos anos finais do ensino fundamental e na formação de professores. Revista Brasileira de Educação, 25, 2020.

GALEMBECK, E.; GARZON, J. C. V. Visibilidade de objetos educacionais desenvolvidos pelo Laboratório de Tecnologia Educacional (LTE) em cinco plataformas de distribuição de conteúdo digital. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, v. 7, n. 2, 2014.

GANDRA, D. C. O USO DA TECNOLOGIA ALIADO AOS 5 MODELOS DE APRENDIZADO ELETRÔNICO. Redin-Revista Educacional Interdisciplinar, v. 4, n. 1, 2015.

GROENWALD C.L.O. Reflexões sobre a importância da pós-graduação em ensino de ciências e matemática no brasil: a experiência do programa da universidade luterana do brasil. Revista de Ensino de Ciências e Matemática v.9 n.6, p. 18-37, 2018.

LACERDA, A. L. D.; SILVA, T. D. Materiais e estratégias didáticas em ambiente virtual de aprendizagem. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, 96(243), 321-342, 2015.

LEITE, B.S.; LEÃO, M. B. C. Contribuição da Web 2.0 como ferramenta de aprendizagem: um estudo de caso. Revista brasileira de ensino de ciência e tecnologia, v. 8, n. 4, 2015.

LEITE, B. S. Ensino híbrido utilizando a Rede Social Edmodo: um estudo exploratório sobre as potencialidades educacionais para o Ensino de Química. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, 10(3), 206-230, 2017.

MARTINS, F. F.; GONÇALVES, T. V. O. Experiência formativa mediatizada por ambiente virtual de aprendizagem: formação de professores de ciências e matemática na Amazônia. Amazônia: Revista de Educação em Ciências e Matemáticas, 8(16), 146-158, 2012.

MILL, D.; FIDALGO, F. Sobre tutoria virtual na educação a distância: caracterizando o teletrabalho docente. São José dos Campos.Virtual Educa Brasil,2007.

MIRANDA, A.; SANTOS, G.; STIPCICH, S. Algunas características de investigaciones que estudian la integración de las TIC en la clase de Ciencia. Revista Electrónica de Investigación Educativa, 12(2), 2010.

MÖLLER, I.R.; MÜGGE, E.; SCHEMES, C. Plataformas digitais de leitura na escola de educação básica. Revista Conhecimento Online, v. 3, p. 76-91, 2019.

MORAES, M. C. Ambientes de aprendizagem como expressão de convivência e transformação. Complexidade e transdisciplinaridade em educação: teoria e prática docente. Rio de Janeiro: Wak Ed, 2010.

OROSCO, J. R.; POMASUNCO, R. Adolescentes frente a los riesgos en el uso de las TIC. Revista Electrónica de Investigación Educativa, 22, 17, 1-13, 2020.

PAIVA, F. D.; CAVALCANTE, J. O uso da informática educativa nas aulas de biologia numa escola da rede pública: uma análise das percepções e aprendizagens de estudantes do ensino médio. Revista Tecnologias na Educação/UFV, 23, 1-12, 2017.

PAULA, H. F.; TALIM, S. L. Uso coordenado de ambientes virtuais e outros recursos mediacionais. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 29, p. 614-650, 2012.

PEREIRA, G.; SCHIMIGUEL, J.; PALANCH, Mapeamento das pesquisas envolvendo o temático livro didático digital e ambiente virtual como mídia alternativa ao livro didático, nos periódicos Qualis A nacionais de ensino no período 2008-2017. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia v.12, n.1, 2019.

RIOS, M. P. G.; SOUSA, K. L. D. O.; SOPELSA, O.; CASAGRANDE, M. A. Desafios contemporâneos para a incorporação das TIC nos processos do ensino e da aprendizagem. Revista Educação e Cultura Contemporânea, 11(23), 209-230, 2014.

ROCHA, J. A.; BREVES F.J. D. S.; GOMES, M. J. N. O ensino da leitura em ambiente virtual: o uso da plataforma “Afiando Palavras” em escolas públicas cearenses. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, 98(249), 467-488, 2017.

RODRÍGUEZ, C.; SANDOVAL, D. Estratificación digital: acceso y usos de las TIC en la población escolar de Chile. Revista Electrónica de Investigación Educativa, 19(1), 21-34, 2017.

SANTOS, Vinícius Silva. Jogos eletrônicos, cultura juvenil e socialidade: a aprendizagem social virtual mediada e suas influências para a educação. 210 f. Dissertação (Mestrado). Departamento de Educação, Universidade Federal de Sergipe. 2011.

SCHIMUNECK, B.; CAMPANHOLI, E. D. B.; MENDES, G. D. Comercialização de dados dos usuários e boa-fé objetiva nos contratos eletrônicos: o escândalo de dados do Facebook. Seminário de Direito Público – vol. 2, 2017. ISSN: 2527 - 1237.

SHAW, G. S. L.; DA SILVA JUNIOR, G. S. Vozes de professores e licenciandos sobre as dificuldades do uso das TIC no ensino de matemática: o caso da universidade do estado da Bahia (UNEB), Campus VII. Revista de Educação, Ciências e Matemática, v. 10, n. 1, 2020.

SILVA, M.; ZOTTI, K.; REHFELDT, H.; MARCHI, M. O uso de mídias digitais, associados ao ambiente virtual de ensino e de aprendizagem, no ensino de química: explorando a radioatividade por meio da educação a distância. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia. v12,n2, 2019.

SILVA, M. R.; ANDRADE, M. M. As contribuições das Tecnologias de Informação e Comunicação para o desenvolvimento de atividades de Modelagem Matemática na Educação Básica: um estudo a partir de trabalhos disponíveis no CREMM. Revista Eletrônica de Educação Matemática, v. 9, p. 146-163, 2014.

SILVA ALCOFORADO, E. Análise da Utilização da Tecnologia de Groupware para a Gestão do Conhecimento: o Caso da CHESF. 2003. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Pernambuco.

TARIMO, R.; KAVISHE, G. Internet access and usage by secondary school students in Morogoro Municipality, Tanzania. International Journal of Education and Development using ICT, 13(2), 2017.

TAVARES, V. D. S.; MELO, R. B. D. Possibilidades de aprendizagem formal e informal na era digital: o que pensam os jovens nativos digitais? Psicologia Escolar e Educacional, 23, 2019.

VIEIRA, W.C.; VASCONCELLOS, R. F. R. R. Apresentando o Facebook como Ambiente Virtual de Aprendizagem e estratégia de Blended learning a um grupo de professores de ciências e biologia da Educação Básica. Revista de Educação, Ciências e Matemática, v. 6, n. 1, 2016.

Publicado
2021-05-24
Como Citar
FIORI, R.; GOI, M. E. Revisão de literatura em ambiente virtual de aprendizagem no Ensino Básico com uso de plataformas digitais. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 12, n. 3, p. 1-24, 24 maio 2021.
Seção
Artigos Gerais