Contributo para a caracterização dos modelos pedagógicos no ensino de Ciências no Ensino Básico

Palavras-chave: Ensino Construtivista, Ensino de Ciências, Estratégias de Ensino, Perfil Metodológico de Ensino

Resumo

Em Portugal, os programas de 1991 introduzem modificações com características "construtivistas" no ensino das ciências nos ciclos iniciais do Ensino Básico. Com o objetivo de caracterizar a metodologia utilizada na prática do ensino de ciências, este estudo revela o padrão de identificação com diferentes modelos pedagógicos dos professores dos 3º e 4º anos de escolaridade no contexto de um curso focado no ensino experimental do tópico "flutuação". Os resultados deste estudo são comparados com os obtidos num estudo anterior com professores de “Ciências da Natureza” dos 5º e 6º anos, alguns anos após a introdução dos programas de 1991. O perfil de ocupação do tempo letivo com situações típicas de ensino é consistente com os modelos escolhidos, com as mudanças metodológicas no ensino de ciências e com as características específicas da unidade de ensino. Um relevante aumento dos professores que identificam o seu ensino com modelos com características construtivistas e revelando um perfil de ocupação do tempo letivo com situações pedagógicas coerentemente menos marcadas pela ação do professor e mais pela atividade dos alunos, todavia, 30 anos após a reforma dos programas este aumento é reduzido.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CACHAPUZ, A.; PRAIA, J.; JORGE, M. Ciência, Educação em Ciência e Ensino das Ciências. Temas de investigação 26. Lisboa: Ministério da Educação, 2002.

CRSE- Comissão de Reforma do Sistema Educativo. Proposta global de reforma. Relatório final. Lisboa: Ministério da Educação/Gabinete de Estudos e Planeamento, 1988.

GIL FLORES, J. Rasgos del profesorado asociados al uso de diferentes estrategias metodológicas en las clases de ciencias. Enseñanza de las Ciencias, v.35, n.1, p.175-192, 2017.

HARRES, J. S.; PIZZATO, M. C.; SEBASTIANY, A. P.; DIEHL, I. F., FONSECA, M. C. La práctica docente declarada y realizada por profesores en formación inicial. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, v.9, n.1, p.1-17, 2010.

MARTIN, E.; POZO, J. I.; MATEOS, M.; MARTIN, A.; ECHEVERRÍA, M. P. P. Infant, primary and secondary teachers’ conceptions of learning and teaching and their relation to educational variables. Revista Latinoamericana de Psicología, v.46, n.3, p,211 -221, 2014.

MARTINEZ AZNAR, M. M.; MARTIN DEL POZO, R.; RODRIGO VEGA, M.; VARELA NIETO, M. P.; FERNANDEZ LOZANO, M.P.; GUERRERRO SERÓN, A. Un estudio comparativo sobre el pensamiento profesional y la “acción docente” de los profesores de ciencias de Educación Secundaria. Parte II. Enseñanza de las Ciencias, v.20, n.2, p,243-260, 2002.

M.E. – MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Organização Curricular e Programas, vol.I. Ensino Básico. 2º Ciclo. Lisboa: Reforma Educativa, Direcção Geral dos Ensino Básico e Secundário, 1991.

MORELATTI, M. R. M.; RABONI, P.C.A.; TEIXEIRA, L. R. M.; ORTEGA, E. M. V.; FURKOTTER, M.; RABONI, E. A. R. S.; RAMOS, R. C. Sequências didáticas descritas por professores de matemática e de ciências naturais da rede pública: possíveis padrões e implicações na formação pedagógica de professores. Ciência & Educação, Bauru, v.20, n.3, p.639-652, 2014.

MORENO, E.R.; GATICA, M.Q.; SURDAY, A.L. Concepciones epistemológicas del profesorado de biología en ejercicio sobre la enseñanza de la Biología. Ciência & Educação, Bauru, v.18, n.4, p.875-895, 2012.

OECD. Talis 2013 Results: An International Perspective on Teaching and Learning, OECD Publishing, (2014).

PACHECO, J. A. Currículo. Teoria e práxis. Porto: Porto Editora, 2001.

PEDRAJAS, A. P., LÓPEZ, F. J. P. & MARTINEZ, J. M. O. Creencias sobre el aprendizaje de las ciencias de los estudiantes del máster de profesorado de enseñanza secundaria. Didáctica de las Ciencias Experimentales y Sociales, v.30, n.1, p.137-163, 2016.

PORLÁN ARIZA, R.; RIVERO GARCÍA, A.; MARTÍN DEL POZO, R. Conocimiento profesional y epistemología de los profesores, II: Estudios empíricos y conclusiones. Enseñanza de las Ciencias, v.16, n.2, p.271-288, 1998.

PORLÁN ARIZA, R.; MARTÍN DEL POZO, R. The Conceptions of In-service and Prospective Primary School Teachers About the Teaching and Learning of Science. Journal of Science Teacher Education, v.15, n.1, p.39-62, 2004.

PORLÁN, R.; MARTIN DEL POZO, R.; RIVERO, A.; HARRES, J.; AZCÁRATE, P.; PIZZATO, M. El cambio del profesorado de ciencias II: Itinerarios de progresión y obstáculos en estudiantes de magisterio. Enseñanza de las Ciencias, v.29, n.3, p. 353–69, 2011.

RIVERO, A.; MARTÍN DEL POZO, R.; SOLÍS, E.; AZCÁRATE, P.; PORLÁN, R. Cambio del conocimiento sobre la enseñanza de las ciencias de futuros maestros. Enseñanza de las Ciencias, v.35, n.1, p.29-52, 2017.

ROLDÃO, M.C. Gestão curricular. Fundamentos e práticas. Colecção Reflexão Participada sobre os Currículos. Lisboa: Ministério da Educação, Departamento de Educação Básica, 1999.

VALENTE, O. Prática pedagógica. Análise da situação. 1º volume. série Dinâmica do Sistema Educativo. Lisboa: Gabinete de Estudos e Planeamento-GEP, Ministério da Educação, 1986.

VAN DRIEL, J.; BEIJAARD, D.; VERLOOP, N. Professional Development and Reform in Science Education: The Role of Teachers' Practical Knowledge. Journal of Research in Science Teaching, v.38, n.2, p.137-158, 2001.

Publicado
2021-05-22
Como Citar
CARMO, J. Contributo para a caracterização dos modelos pedagógicos no ensino de Ciências no Ensino Básico. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 12, n. 3, p. 1-16, 22 maio 2021.
Seção
Artigos Gerais