A abordagem da comutatividade da multiplicação na Educação Básica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26843/rencima.v12n3a13

Palavras-chave:

Conhecimento Matemático para o Ensino, Propriedade Comutativa, Multiplicação

Resumo

O presente artigo traz uma reflexão sobre a ampliação da operação de multiplicação à qual o estudante é exposto ao longo da Educação Básica e sobre a validade da propriedade comutativa da multiplicação em cada uma das etapas. Assim, este trabalho relaciona-se ao Conhecimento Pedagógico de Conteúdo (defendido por Lee Shulman) e ao Conhecimento de Matemática para o Ensino (defendido por Deborah Ball). Além de discutir-se a ampliação da multiplicação em cada universo numérico maior do que o dos números naturais, são sugeridas algumas abordagens para a sala de aula, bem como abordagens que buscam fazer com que os estudantes reflitam a respeito da propriedade comutativa em cada novo universo numérico. As autoras concluem e defendem que, em nenhum universo numérico, deve a propriedade comutativa da multiplicação ser inferida na sala de aula sem alguma discussão sobre sua validade, uma vez que considerações relevantes sobre a ampliação da multiplicação são necessárias ao aumentar-se o universo numérico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2021-05-11

Como Citar

RIPOLL, C. C.; FISCHER, D. S. O.; MEINERZ, F. M. A abordagem da comutatividade da multiplicação na Educação Básica. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, [S. l.], v. 12, n. 3, p. 1–25, 2021. DOI: 10.26843/rencima.v12n3a13. Disponível em: https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/2826. Acesso em: 5 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos