A reflexão crítica como elemento potencializador do processo de aprender a ensinar

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26843/rencima.v12n1a29

Palavras-chave:

Licenciandos, Professor Formador, Reflexão Formativa

Resumo

Neste artigo socializamos reflexões acerca das contribuições da Formação Inicial no processo constitutivo de professores de Ciências Biológicas, que podem servir de instrumentos para a produção e transformação de ideários ou concepções do ser professor. A pergunta que orienta o desenvolvimento deste texto é: Que elementos da Formação Inicial se mostram potencialmente capazes de produzir e transformar concepções e modelos de ser professor apreendidos durante a vida? A investigação foi desenvolvida a partir de um Estudo de Caso na abordagem qualitativa de pesquisa em Educação, na qual participaram 17 licenciandos e 3 professores formadores de Ciências Biológicas. Os dados foram construídos desde narrativas de formação, questionário e entrevistas semiestruturadas, organizados pelo viés da Análise Textual Discursiva (ATD). Durante a análise emergiram duas categorias: (I) reflexão formativa e (II) professor formador. Os resultados indiciam que os licenciandos ingressam no Ensino Superior com concepções e modelos de docência resultantes do percurso histórico-cultural formativo vivenciado. A Formação Inicial implica constituição dos futuros professores e, para tanto, a reflexão formativa crítica e o professor formador têm papel essencial durante essa etapa formativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-03-24

Como Citar

WYZYKOWSKI, T.; FRISON, M. D. A reflexão crítica como elemento potencializador do processo de aprender a ensinar. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, [S. l.], v. 12, n. 1, p. 1–26, 2021. DOI: 10.26843/rencima.v12n1a29. Disponível em: https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/2808. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos