Matemática e representações sociais: um estudo qualiquantitativo a partir de teses e dissertações

Palavras-chave: Pesquisas, Dissertações e Teses, Representações Sociais, Educação Matemática

Resumo

A utilização da Teoria das Representações Sociais tem sido frequente em diversas áreas de conhecimento, principalmente no campo da Saúde e da Educação. Neste estudo exploratório, através de uma investigação bibliográfica, tipo estado da arte, objetivamos identificar e analisar as dissertações e teses que relacionam o estudo da Teoria das Representações Sociais com a Matemática, visando traçar um perfil acerca dessas investigações, analisando aspectos qualitativos e quantitativos. Em nossas categorizações, apresentamos a quantidade e o percentual de trabalhos por regiões geográficas brasileiras, os sujeitos que constroem representações sociais, os objetos de representações, além de outras características das pesquisas. Do levantamento realizado, a partir da análise dos trabalhos, foi possível observar uma predominância da região Nordeste na realização de pesquisas que envolvem a teoria das representações sociais com o objeto matemática, principalmente em dois programas de pós-graduação da UFPE, sinalizando a existência de grupos de pesquisa que desenvolvem trabalhos nesta direção, evolução no número de produção nas áreas objeto de investigação, um expressivo número de dissertações produzidas (18), em oposição às poucas teses (3), bem como uma multiplicidade de objetos de representações sociais por distintos grupos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALEXANDRE, M. Representação Social: uma genealogia do conceito. Comum, Rio de Janeiro, v.10, n. 23, p. 122-138, jul./dez, 2004.

BÖCK, B. S. A tecnologia na abordagem CTS: uma análise comparativa em dois periódicos internacionais de estudos de C&T e brasileiros na área de ensino. Tese de doutorado. Ensino. Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca – CEFET/RJ, Rio de Janeiro, 2018.

CASTRO, R. V. Prefácio. In: ALMEIDA, A. M. O.; SANTOS, M. F. S.; TRINDADE, Z. A. (Orgs.). Teoria das representações Sociais: 50 anos. Brasília: Technopolitik. p.vii-xix, 2014.

CRUSOÉ, N. M. C. A Teoria das Representações Sociais em Moscovici e sua importância

para a pesquisa em Educação. APRENDER, v. 2, n. 2, p. 105-114, 2004.

FERREIRA, N. S. A. As pesquisas denominadas “Estado da Arte”. Educação & Sociedade, v. 21, n. 79, p. 257-272, 2002.

FRANCO, M. L. P. B. Representações sociais, ideologia e desenvolvimento da consciência. Cadernos de Pesquisa, v. 34, n. 121, jan./abr., p. 169-186, 2004.

FREITAS, T. S. Representações sociais do ser professor de matemática: um estudo congnitivo-estrutural com licenciandos em ciências naturais da UFMA. In: NASCIMENTO, M. G. C. A. et al. (Orgs.). Didática(s) entre diálogos, insurgências e políticas: tensões e perspectivas na relação com a formação docente. 1. ed. - Rio de Janeiro/Petrópolis: Faperj; CNPq; Capes; Endipe /DP et Alii, 2020.

FREITAS, T. S.; REGO, S. C. R.; SILVA, A. M. T. B.; FARIA, L. F. Representações Sociais na Educação: uma pesquisa exploratória. Revista de la Facultad de Ciencia y Tecnologia, v. Extra, p. 357-363, 2016.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2016.

JODELET, D. Representações sociais: um domínio em expansão. In: JODELET, D. (Org.) As representações sociais. Rio de Janeiro: EdUERJ, p. 17-44, 2001.

KLEINBERG, J.; EASLEY, D. Netwoks, Crowds and Markets: Reasoning about a Highly Connected World. Cambridge University Press. C.1, 2, 3, 2010.

MACHADO, L. B. Representações sociais, educação e formação docente: tendências e pesquisas na IV Jornada Internacional. Educação em foco. Recife. p. 1-10, 2008.

MOSCOVICI, S. A psicanálise, sua imagem e seu público. Petrópolis: Vozes, 2012.

OLIVEIRA, D. C. A Teoria de Representações Sociais como grade de leitura da saúde e da doença: a constituição de um campo interdisciplinar. In: ALMEIDA, A. M. O.; SANTOS, M. F. S.; TRINDADE, Z. A. (Orgs.). Teoria das representações Sociais: 50 anos. Brasília: Technopolitik. p. 773-828, 2014.

SÁ, C. P. A construção do objeto de pesquisa em Representações Sociais. Rio de Janeiro: EdUERJ, 1998.

VITTORAZZI, D.; FREITAS, T.; TESTA BRAZ DA SILVA, A. A Ciência na percepção de alunos da primeira etapa do Ensino Fundamental: um enfoque estrutural das representações sociais. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 11, n. 6, p. 1-17, 18 out. 2020.

Referências dos trabalhos consultados

ALMEIDA, D. P. G. Representações sociais do ensino da matemática e suas relações com o IDEB. Dissertação de Mestrado. Recife, Mestrado em Educação Matemática e Tecnológica, UFPE, 2011.

CRUSOÉ, N. M. C. Representações Sociais do professor de matemática sobre interdisciplinaridade. Dissertação de Mestrado. Recife, Mestrado em Educação, UFPE, 2003.

ESPÍNDOLA, E. B. M. Profissão professor de matemática: um estudo sobre as representações sociais. Dissertação de Mestrado. Recife, Mestrado em Educação, UFPE, 2009.

ESPÍNDOLA, E. B. M. Profissionalidade docente: um estudo sobre as representações sociais de competência para ensinar matemática de professores brasileiros e franceses. Tese de Doutorado. Recife, Doutorado em Educação, UFPE, 2014.

GUARNIER, E. E. G. Representações sociais de professores de matemática sobre alunos que apresentam baixo rendimento: discutindo possibilidades. Dissertação de Mestrado. São Bernardo do Campo, Mestrado em Educação, UMESP, 2009.

GUIMARÃES, G. G. O “arme e efetue” do processo afetivo entre as representações dos jovens e a matemática. Dissertação de Mestrado. Rio de Janeiro, Mestrado em Educação, UERJ, 2007.

LOPES NETA, N. A. Infratores, apenados e a matemática: as representações sociais de escola por professores. Dissertação de Mestrado. Recife, Mestrado em Educação Matemática e Tecnológica, UFPE, 2013.

MACEDO, M. C. Concepções de estudantes do campo sobre recursos para aprender matemática. Dissertação de Mestrado. Recife, Mestrado em Educação Matemática e Tecnológica, UFPE, 2010.

MELO, M. J. M. D. Olhares sobre a formação do professor de matemática. Imagem da profissão e escrita de si. Tese de Doutorado. Natal, Doutorado em Educação, UFRN, 2008.

OLIVEIRA, O. H. B. A aula de matemática: a didática do feminino e do masculino. Dissertação de Mestrado. Brasília, Mestrado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, UnB, 2012.

OLIVEIRA, P. C. Um estudo sobre o discurso e prática pedagógica em geometria: representações sociais. Dissertação de Mestrado. Campinas, Mestrado em Educação, Unicamp, 1997.

PEREIRA, P. V. A surdez no ambiente escolar: um estudo das representações sociais de professores de matemática, intérpretes e alunos. Trabalho de conclusão de curso do PROFMAT, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Três Lagoas – MS, 2014.

PRICKEN, V. L. Dinâmica das representações sociais da matemática reveladas na práxis de professores dos anos iniciais. Dissertação de Mestrado. Brasília, Mestrado em Educação, UnB, 2009.

SANTOS, E. M. As representações sociais do livro didático por professores de matemática. Dissertação de Mestrado. Recife, Mestrado em Educação Matemática e Tecnológica, UFPE, 2013.

SILVA, E. V. As representações sociais da avaliação da aprendizagem em cursos de licenciatura em matemática on line. Dissertação de Mestrado. Recife, Mestrado em Educação, UFPE, 2010.

SILVA, F. L. O aluno e sua representação social do professor de matemática. Dissertação de Mestrado. Belo Horizonte, Mestrado em Educação, UFMG, 2011.

SILVA, M. I. R. Representações sociais do professor de matemática sobre o aluno da escola pública. Dissertação de Mestrado. Recife, Mestrado em Educação, UFPE, 2004.

SILVA, R. D. A formação do professor de matemática: um estudo das representações sociais. Tese de Doutorado. Recife, Doutorado em Educação, UFPE, 2008.

SILVA, V. M. Representações sociais de tecnologia compartilhadas pelos professores e suas relações com a prática pedagógica em função da região em que atuam. Dissertação de Mestrado. Recife, Mestrado em Educação Matemática e Tecnológica, UFPE, 2015.

TEIXEIRA, M. J. S. Representações Sociais de avaliação em matemática por alunos com baixo desempenho. Dissertação de Mestrado. Recife, Mestrado em Educação Matemática e Tecnológica, UFPE, 2014.

WENDORFF, T. S. Ensinando a ser trabalhador: um estudo das representações no telecurso 2000. Dissertação de Mestrado. São Leopoldo, Mestrado em Educação, Unisinos, 2004.

Publicado
2021-05-22
Como Citar
FREITAS, T.; VITTORAZZI, D.; TESTA BRAZ DA SILVA, A. Matemática e representações sociais: um estudo qualiquantitativo a partir de teses e dissertações. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 12, n. 3, p. 1-24, 22 maio 2021.
Seção
Artigos Gerais