O uso do smartphone no desenvolvimento de modelos mentais dos alunos no ensino de Química: aplicativos de simulação virtual e realidade aumentada

Palavras-chave: Modelos Mentais, Realidade Aumentada, Realidade Virtual, Smartphone, Ensino de Química

Resumo

Neste artigo, com o intuito de se trabalhar conceitos do ensino de atomística e periodicidade, aplicaram-se atividades que utilizavam recursos tecnológicos para smartphones, como aplicativos de simulação virtual e realidade aumentada. A pesquisa foi desenvolvida com alunos do terceiro ano do ensino médio de uma escola pública, localizada em Presidente Prudente – SP (Brasil). Adotou-se, como referencial, a teoria de modelos mentais de Johnson-Laird (1983), na qual modelos mentais são definidos como construções internas, que são análogas ao objeto ou fenômeno que está sendo representado. Desta forma, teve-se como objetivo analisar e, possivelmente, aprimorar os modelos mentais dos alunos sobre a concepção de elemento químico, bem como propriedades relacionadas às estruturas atômicas. Notou-se que, por meio das atividades realizadas, os alunos apresentaram melhorias significativas nos modelos mentais expressos sobre os conceitos trabalhados, visto que, inicialmente, a maioria apresentou ideias simplistas ou, até mesmo, equivocadas, porém, ao final do trabalho, surgiram modelos mentais mais sofisticados, ou seja, com elementos (tokens) mais próximos aos modelos científicos. Além disso, trabalhar com Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC) e jogos didáticos propiciou aulas mais dinâmicas, uma vez que os alunos trabalharam em grupos e participaram de forma ativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, S. H.; SILVA, C. C. Contribuições da realidade aumentada para o ensino de química no ensino médio no IFG campus Jataí. In: XVI Semana da Licenciatura, 16., 2017, Jataí. Anais... Jataí: IFG, p. 253-267, 2017.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BORGES, A. T. Modelos mentais de eletromagnetismo. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 15, n. 1, p. 7-31, 1998.

CARBO, L.; TORRES, F. S.; ZAQUEO, K. D.; BERTON, A. Atividades Práticas e Jogos Didáticos nos conteúdos de Química como ferramenta auxiliar no Ensino de Ciências. Revista de Ensino de Ciências e Matemática (REnCiMa), v. 10, n. 5, p. 53-69, 2019.

COLINVAUX, D.; FRANCO, C. Capturando Modelos Mentais. In: II Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em ciências, v. 2, 1999, Valinhos. Anais... Valinhos: USP, 1999.

ERROBIDART, N. C. G.; GOBARA, S. T.; JARDIM, M. I. A; ERROBIDART, H. A; MARQUES, S. M. Modelos mentais e representações utilizadas por estudantes do ensino médio para explicar ondas. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, v. 12, n. 3, p. 440-457, 2013.

FRANCO-MARISCAL, A. J.; CANO-IGLESIAS, M. J. Soletrando o Br-As-IL com símbolos químicos. Química nova na escola, v. 31, n. 1, p. 31-33, 2009.

GONÇALVES, R. L.; DENARDIN, L. Elaboração de materiais de realidade aumentada por estudantes do Ensino Médio: impactos e possibilidades. Revista de Ensino de Ciências e Matemática (REnCiMa), v. 10, n. 6, p. 126-141, 2019.

JOHNSON-LAIRD, P. N. Mental models. Cambridge, MA: Harvard University Press. 1983.

JOHNSTONE, A. H. Teaching of chemistry: logical or psychological? Chemistry Education: Research and Practice in Europe, v. 1, n. 1. p. 9-15, 2000.

LEITE, B. S. M-Learning: o uso de dispositivos móveis como ferramenta didática no Ensino de Química. Revista Brasileira de Informática na Educação, v. 22, n. 3, p. 55-68, 2014.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em Educação: Abordagens Qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MEDEIROS, G. R. S.; SILVA, D. F. S.; ARAÚJO, N. K. S.; NASCIMENTO, A. M. S. Desconstruindo a amarelinha: um jogo no ensino da isomeria plana. International Journal Education and Teaching (PDVL), v. 2, n. 1, p. 61-75. 30, 2019.

MELO, E. S. N.; MELO, J. R. F. Softwares de simulação no ensino de química: uma representação social na prática docente. ETD - Educação Temática Digital, v. 7, n. 1, p. 51-63, 2005.

MOREIRA, M. A. Modelos Mentais. Investigações em Ensino de Ciências, v. 1, n. 3, p. 193-232, 1996.

PAULETTI, F.; CATELLI, F. Tecnologias Digitais: possibilidades renovadas de representação da química abstrata/Digital technologies: Opportunities for renewed representation of chemical abstract. Acta Scientiae, v. 15, n. 2, p. 383-396, 2013.

PIVA, G. M.; ALMEIDA, L. F. de; KOHORI, R. K.; GIBIN, G. B. Desenvolvimento de modelos mentais por meio da elaboração e aplicação de modelos físicos alternativos para o ensino de atomística. Revista Ciências & Ideia, v. 10, n. 2, p. 210-230, 2019.

RÊGO, J. R.; DA CRUZ JUNIOR, F. M.; ARAÚJO, M. G. S. Uso de jogos lúdicos no processo de ensino-aprendizagem nas aulas de química. Revista Estação Científica (UNIFAP), v. 7, n. 2, p. 149-157, 2017.

ROCHA-FILHO, R.C.; TUNES, E.; TOLENTINO, M.; SILVA, R.R.; SOUZA, E.C.P. Ensino de conceitos em Química. Química Nova na escola, v. 11, n. 4, p. 417-9, 1988.

SOUZA, E. S. R. A formação de modelos mentais na sala de aula. Revista Exitus, v. 3, n. 1, p. 169-184, 2017.

SOUZA, M, P. SANTOS, M. F.; RAPELLO, C. N.; AYRES, A. C. S. Desenvolvimento e Aplicação de um Software como Ferramenta Motivadora no Processo Ensino-Aprendizagem de Química. In: XV Simpósio Brasileiro de Informática na Educação (XV SBIE), 15., 2004, Manaus. Anais... Manaus: UFAM, p. 487-496, 2004.

TAVARES, R.; SOUZA, R. O. O.; CORREIA, A. O. Um estudo sobre a “TIC” e o ensino da química. Revista GEINTEC - Gestão, Inovação e Tecnologias, v. 3, n. 5, p. 155-167, 2013.

TORI, R.; KIRNER, C.; SISCOUTTO, R. A. Fundamentos e tecnologia de realidade virtual e aumentada, Porto Alegre: Editora SBC, 2006.

VIEIRA, E.; MEIRELLES, R. M. S; RODRIGUES, D. C. G. A. O uso de tecnologias no ensino de química: a experiência do laboratório virtual química fácil. In: VIII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 8., Campinas. Anais... Campinas: UNICAMP, 2011.

WARTHA, E. J.; REZENDE, D. B. Os níveis de representação no ensino de química e as categorias da semiótica de Peirce. Investigações em Ensino de Ciências, v. 16, n. 2, p. 275-290, 2016.

Publicado
2021-03-24
Como Citar
PIVA, G.; SANTOS, C.; KOHORI, R.; GIBIN, G. O uso do smartphone no desenvolvimento de modelos mentais dos alunos no ensino de Química: aplicativos de simulação virtual e realidade aumentada. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 12, n. 1, p. 1-24, 24 mar. 2021.
Seção
Artigos Gerais