Ensinando potenciação e radiciação através da resolução de problemas: uma metodologia ativa na sala de aula

Palavras-chave: Resolução de Problemas, Metodologia de Ensino-Aprendizagem-Avaliação de Matemática Através da Resolução de Problemas, Metodologias Ativas, Ensino Fundamental. Potenciação e Radiciação

Resumo

Neste artigo são apresentados resultados de uma pesquisa que buscou evidenciar contribuições da Metodologia de Ensino-Aprendizagem-Avaliação de Matemática através da Resolução de Problemas, uma metodologia ativa, reveladas na resolução de problemas de potenciação e radiciação cúbicas por alunos do 7º ano do Ensino Fundamental. Os aportes teóricos da pesquisa foram a resolução de problemas em seus aspectos históricos; a utilização da resolução de problemas em sala de aula segundo os documentos oficiais; a Metodologia de Ensino-Aprendizagem-Avaliação de Matemática através da Resolução de Problemas como direcionamento para a criação e implementação dos problemas e  as metodologias ativas como estratégias de ensino, em que o aluno torna-se protagonista no processo de ensino e aprendizagem convergindo com a metodologia de ensino adotada. Analisou-se dois problemas resolvidos por uma turma de 7° ano do Ensino Fundamental, de um colégio particular do norte do Paraná. Por meio de uma análise qualitativa, inspirada na Análise de Conteúdo evidenciou-se que ao resolverem os problemas verificou-se a utilização de diferentes estratégias; os conhecimentos prévios dos alunos foram resgatados; os alunos e o professor assumiram novos papéis e, consequentemente, a aula de Matemática se tornou nova.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALLEVATO, N. S. G.; ONUCHIC, L. R. Ensinando Matemática na Sala de Aula através da Resolução de Problemas. Boletim GEPEM, Rio de Janeiro, n. 55, p. 1-19. 2009.

ALLEVATO, N. S. G., ONUCHIC, L. R. Ensino-Aprendizagem-Avaliação de Matemática: por que Através da Resolução de Problemas? In: ONUCHIC, L. R.; ALLEVATO, N. S. G.; NOGUTI, F. C. H.; JUSTULIN, A. M. (Orgs). Resolução de problemas: teoria e prática. Jundiaí: Paco Editorial, 2014.

ALMEIDA, M. E. B. Apresentação. In: BACICH, L.; MORAN. J. Metodologias ativas: para uma educação inovadora. Porto Alegre: Penso, 2018.

AMADO, N. M. P.; CARREIRA, S. P. G. Recursos tecnológicos no ensino e aprendizagem matemática. In: DULLIUS, M. M.; QUARTIERI, M. T. (Org). Explorando a Matemática com aplicativos computacionais: anos iniciais do ensino fundamental. Lajeado: Editora da Univates, 2015. p. 9-18.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BERTOLIN, J. A Formação Integral Na Educação Superior e o Desenvolvimento dos Países. Cadernos de Pesquisa, v.47 n.165 p.848-871 jul./set. 2017.

BOGDAN, R.; BIKLEN, S. Investigação qualitativa em Educação: fundamentos, métodos e técnicas. In: BOGDAN, R.; BIKLEN, S. (Org.). Investigação qualitativa em educação. Portugal: Porto Editora, 1994. p. 15-80.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, 2017.

BRASIL. Secretária de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática. Brasília: MEC, 1998.

CAI, J.; LESTER, F. Por que o ensino com resolução de problemas é importante para a aprendizagem do aluno? Boletim GEPEM. Rio de Janeiro, n. 60, p. 147-162, jan./ jun. 2012. Tradução BASTOS, A. S. A. M.; ALLEVATO, N. S. G.

CÂNDIDO, P. T. Comunicação em Matemática. In: SMOLE, K. S.; DINIZ, M. I. (Org.). Ler, escrever e resolver problemas: habilidades básicas para aprender Matemática. Porto Alegre: Artmed, 2001.

GONÇALVES, M. O.; SILVA, V. Sala de aula compartilhada na licenciatura em matemática: relato de prática. In: BACICH, L. MORAN, J. Metodologias ativas: para uma educação inovadora. Porto Alegre: Penso, 2018.

HUANCA, R. R. H; ONUCHIC, L. R. A Metodologia de Ensino-Aprendizagem-Avaliação de Matemática através da Resolução de Problemas: desafios em Educação Matemática e GTERP em Movimento. In: XV EBRAPEM, 2011, Campina Grande. Anais e caderno de resumos do XV EBRAPEM. Campina Grande, 2011.

LORENZIN, M.; ASSUMPÇÃO, C. M; BIZERRA, A. Desenvolvimento do currículo STEAM no ensino médio: a formação de professores em movimento. In: BACICH, L. MORAN, J. Metodologias ativas: para uma educação inovadora. Porto Alegre: Penso, 2018.

MELO, M.C.P de. A Resolução de Problemas: uma metodologia ativa no ensino da Matemática para a construção dos conteúdos de “Potenciação e Radiciação” com alunos do Ensino Fundamental. 2020. Dissertação (Mestrado em Ensino de Matemática) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Londrina.

MORAIS, R.S., ONUCHIC, L.R. Uma Abordagem Histórica da Resolução de Problemas. In: ONUCHIC, L. R. ALLEVATO, N. S. G.; NOGUTI, F. C. H.; JUSTULIN, A. M. Resolução de problemas: teoria e prática. Jundiaí: Paco Editorial, 2014.

MORAN, J. Metodologias ativas para uma aprendizagem mais profunda. In: BACICH, L. MORAN, J. Metodologias ativas: para uma educação inovadora. Porto Alegre: Penso, 2018.

ONUCHIC, L. R. Ensino-aprendizagem de Matemática através da resolução de problemas. In: BICUDO, M. A. V. Pesquisa em Educação Matemática. São Paulo: Editora UNESP, 1999. p. 199-220.

ONUCHIC, L. R.; ALLEVATO, N. S. G. Pesquisa em Resolução de Problemas: caminhos, avanços e novas perspectivas. BOLEMA. Boletim de Educação Matemática. UNESP. Rio Claro, v. 25, p. 73-98, 2011.

VALENTE, J. A. A sala de aula invertida e a possibilidade do ensino personalizado: uma experiência com a graduação em midialogia. In: BACICH, L. MORAN, J. Metodologias ativas: para uma educação inovadora. Porto Alegre: Penso, 2018.

VAN DE WALLE, J. A. Matemática no ensino fundamental: formação de professores e aplicação em sala de aula. Tradução Paulo Henrique Colonese. 6. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

Publicado
2021-03-11
Como Citar
MELO, M.; JUSTULIN, A. Ensinando potenciação e radiciação através da resolução de problemas: uma metodologia ativa na sala de aula. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 12, n. 1, p. 1-25, 11 mar. 2021.
Seção
Artigos Gerais