Argumentação no Ensino Fundamental em Ciências: o que dizem as pesquisas?

Palavras-chave: Argumentação, Ensino Fundamental, Ensino de Ciências, Levantamento bibliográfico.

Resumo

Objetivamos com este trabalho analisar, a partir dos anais do Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências (ENPEC) e de principais periódicos brasileiros, o que as pesquisas têm discutido sobre a argumentação nas aulas de Ciências do Ensino Fundamental (EF). Para identificar os trabalhos, buscaram-se títulos, resumos e palavras-chave, utilizando os descritores: “argumentação” e “interações discursivas”. Foram encontrados 115 artigos relacionados à argumentação, desse número, apenas 23 artigos versam sobre argumentação no contexto do EF. Observou-se que a maioria dos trabalhos utiliza o padrão proposto por Toulmin para análise argumentativa. A utilização de abordagens didáticas investigativas e de estratégias de comunicação oral se destaca como possibilidades para o desenvolvimento da argumentação em sala de aula. Salienta-se a importância de um ensino de Ciências que esteja preocupado não só com o engajamento dos estudantes no entendimento de conceitos e termos científicos, mas também com as interações dialógicas que ocorrem em sala de aula e que contribuem para a construção do processo argumentativo e, consequentemente, a aprendizagem em Ciências.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BAKHTIN, M. Marxismo e Filosofia da Linguagem. 12. ed. São Paulo: Hucitec, 2006.

BERLAND, L. K; MCNEILL, K. L. A learning progression for scientific argumentation: Understanding student work and designing supportive instructional contexts. Science Education, v. 5, n. 94, p. 765-793, 2010.

BORGES, T. D. B.; LIMA, V. M. R.; RAMOS, M. G. Argumentação no Ensino de Ciências: estado do conhecimento das produções stricto sensu brasileiras nos últimos dez anos. Revista Dynamis, v. 24, n. 1, p. 58-75, 2018.

CARVALHO, A. M. P. Fundamentos Teóricos e Metodológicos do Ensino por Investigação. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 18, n. 3, p. 765–794, 2018.

CARVALHO, A. M. P. O ensino Ciências e a proposição de sequências de ensino investigativas. In: CARVALHO, A. M. P. (Org.). Ensino de ciências por investigação: condições para implementação em sala de aula. São Paulo: Cengage Learning, 2013.

CASTANHEIRA, M. L.; CRAWFORD, T. Interactional Ethnography: An Approach to Studying the Social Construction of Literate Practices. Linguistics an Education, v. 11, n. 4, p. 353-400, 2001.

COLOMBO, P. D.; LOURENÇO, A. B.; SASSERON, L. H.; CARVALHO, A. M. P. Ensino de física nos Anos Iniciais: análise da argumentação na resolução de uma “atividade de conhecimento físico”. Revista Investigações em Ensino de Ciências, v. 17, n. 2, p. 489-507, 2012.

COSTA, A. Desenvolver a capacidade de argumentação dos estudantes: um objectivo pedagógico fundamental. Revista Iberoamericana de Educación, v. 5, n. 46, p. 1-8, 2008.

ERDURAN, S.; SIMON, S.; OSBORNE, J. TAPping into Argumentation: Developments in the Application of Toulmin’s Argument Pattern for Studying Science Discourse. Science Education, v. 88, n. 6, p. 915-933, 2004.

FERRAZ, A. T.; SASSERON, L. H. Espaço interativo de Argumentação colaborativa: condições criadas pelo professor para promover argumentação em aulas investigativas. Revista Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências, v. 19, p. 1-25, 2017b.

FERRAZ, A. T.; SASSERON, L. H. Propósitos epistêmicos para a promoção da argumentação em aulas investigativas. Revista Investigações em Ensino de Ciências, v. 22, n. 1, p. 42-60, 2017a.

FILHO, O. R.; ZANOTELLO, M.; SASSERON, L. H. Argumentações no ensino fundamental a partir de uma atividade lúdica: contribuições para a alfabetização científica. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 10, 2015, Águas de Lindóia/SP. Anais [...]. Águas de Lindóia/SP, 2015. p. 1-8.

FRANCO, L. G.; MUNFORD, D. Aprendendo a Usar Evidências nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental ao Longo do Tempo: um Estudo da Construção Discursiva de Formas de Responder Questões em Aulas de Ciências. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 17, n. 2, p. 661-688, 2017a.

FRANCO, L. G.; MUNFORD, D. Quando as crianças argumentam: a construção discursiva do uso de evidências em aulas investigativas de ciências. Revista Investigações em Ensino de Ciências, v. 22, n. 3, p. 102-124, 2017b.

FRANCO, L. G.; MUNFORD, D. Uso de evidências nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental: uma análise das interações discursivas em aulas de Ciências. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 10, 2015, Águas de Lindóia/SP. Anais [...]. Águas de Lindóia/SP, 2015. p. 1-8.

FREIRE, C. C. Argumentação e explicação no ensino de ecologia. 2014. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências) – Instituto de Física, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014.

GOMES, F. S.; SÁ, L. P. A argumentação de crianças em atividades investigativas de Ciências baseadas no Programa ABC da Educação Científica - Mão na Massa. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 8, 2011, Campinas/SP. Anais [...]. Campinas/SP: Universidade Estadual de Campinas, 2011. p. 1-10.

JIMÉNEZ-ALEIXANDRE, M. P. 10 ideas clave: competencias en argumentación y uso de pruebas. Barcelona: Graó, 2010.

JIMÉNEZ-ALEIXANDRE, M. P.; BROCOS, P. Desafios metodológicos na pesquisa da argumentação em Ensino de Ciências. Revista Ensaio, Belo Horizonte, v. 17, n. especial, p. 139-159, 2015.

JIMÉNEZ-ALEIXANDRE, M. P.; JOAQUÍN, D. B. Discurso de aula y argumentación en la clase de ciencias: cuestiones teóricas y metodológicas. Revista Enseñanza de Las Ciencias, v. 21, n. 3, 2003, p. 359–370, 2003.

JIMÉNEZ-ALEIXANDRE, M. P.; MORTIMER, E. F.; SILVA, A. C. T; BUSTAMANTE, J. D. Epistemic practices: an analytical framework for science classrooms. In: ANNUAL MEETING OF AMERICAN EDUCATIONAL RESEARCH ASSOCIATION (AERA). New York, 2008. Proceedings of AERA 2008. New York: AERA, 2008.

KELLY, G. J. Inquiry, activity, and epistemic practices. In: INQUIRY CONFERENCE ON DEVELOPING A CONSENSUS RESEARCH AGENDA, 2005, New Brunswick. Proceeding of Inquiry Conference on Developing a Consensus Research Agenda. New Brunswick, 2005.

LAWSON, A. E. T. rex, the Crater of Doom, and the Nature of Scientific Discovery. Science & Education, v. 13, n. 13, p. 155-177, 2004.

LIRA, M.; TEIXEIRA, F. M. Alfabetização científica e argumentação escrita: proposições reflexivas. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 8, 2011, Campinas/SP. Anais [...]. Campinas/SP: Universidade Estadual de Campinas, 2011. p. 1-10.

MALONEY, J.; SIMON, S. Mapping Children's Discussions of Evidence in Science to Assess Collaboration and Argumentation. International Journal of Science Education, v. 28, n. 15, p. 1817-41, 2006.

MARTINS, M.; JUSTI, R. Uma nova metodologia para analisar raciocínios argumentativos. Ciência e Educação, v. 23, n. 1, p. 7-27, 2017.

MORAES, T. S. V.; CARVALHO, A. M. P. O desafio de ensinar ciências para crianças pequenas: uma proposta de alfabetização científica e desenvolvimento de ferramentas de argumentação In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 8, 2011, Campinas/SP. Anais [...]. Campinas/SP: Universidade Estadual de Campinas, 2011. p. 1-12.

PADILHA, J. N.; CARVALHO, A. M. P. Relações entre os gestos e as palavras utilizadas durante a argumentação dos alunos em uma aula de conhecimento físico. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 11, n. 2, p. 25- 40, 2011.

PEZARINI, A. R.; MACIEL, M. D. As dimensões da argumentação no ensino de ciências em pesquisas de 2007 a 2017: um olhar para a caracterização e para as ferramentas metodológicas para estudar esta temática. Amazônia: Revista de Educação em Ciências e Matemática, v. 14, p. 61-77, 2018a.

PEZARINI, A. R.; MACIEL, M. D. Avaliação dos argumentos e das argumentações produzidas pelos estudantes de ciências e Biologia a partir de uma proposta didática pautada em Toulmin e Bonini. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 10, n. 1, p. 27-47, 2019.

PEZARINI, A. R.; MACIEL, M. D. O ensino de ciências pautado nos vieses CTS e das questões sociocientíficas para a construção da argumentação: um olhar para as pesquisas no contexto brasileiro. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 9, n. 5, p. 169-188, 2018b.

PINOCHET, J. El modelo argumentativo de Toulmin y la educación en ciencias: una revisión argumentada. Revista Ciência e Educação, v. 21, n. 2, p. 307-327, 2015.

RABONI, P. C. A.; CARVALHO, A. M. P. Solução de problemas experimentais em aulas de ciências nas séries iniciais e o uso da linguagem cotidiana na construção do conhecimento científico. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 9., 2013, Águas de Lindóia/ SP. Anais [...]. Águas de Lindóia/ SP, 2013. p. 1-8.

RUPPENTHAL, R.; SCHETINGER, M. R. C. A Argumentação e a Capacidade de Resolver Problemas em Estudantes do Ensino Fundamental. Revista Alexandria, v. 10, n. 2, p. 35-52, 2017.

SÁ, L. P.; QUEIROZ, S. L. ARGUMENTAÇÃO NO ENSINO DE CIÊNCIAS: contexto brasileiro. Revista Ensaio, v. 13, n. 2, p. 13-30, 2011.

SANTOS, M. A. P.; OLIVEIRA, M. F. A.; MEIRELLES, R. M. S. A construção da argumentação no ensino da alimentação: o uso de histórias em quadrinhos. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 10, 2015, Águas de Lindóia/SP. Anais [...]. Águas de Lindóia/SP, 2015. p. 1-8.

SANTOS, W. P.; MORTIMER, E. F.; SCOTT, P. H. A argumentação em discussões Sócio-científicas: Reflexões a partir de um estudo de caso. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 1, p. 1-13, 2001.

SASSERON, L. H. Alfabetização científica, ensino por investigação e argumentação: relações entre ciências da natureza e escola. Revista Ensaio, v. 17 n. especial, p. 49-67, 2015.

SASSERON, L. H.; CARVALHO, A. M. P. A construção de argumentos em aulas de ciências: o papel dos dados, evidências e variáveis no estabelecimento de justificativas. Revista Ciência e Educação, Bauru, v. 20, n. 2, p. 393-410, 2014.

SASSERON, L. H.; CARVALHO, A. M. P. Construindo argumentação na sala de aula: a presença do ciclo argumentativo, os indicadores de alfabetização científica e o padrão de Toulmin. Revista Ciência e Educação, v. 17, n. 1, p. 97-114, 2011b.

SASSERON, L. H.; CARVALHO, A. M. P. Uma análise de referenciais teóricos sobre a estrutura do argumento para estudos de argumentação no ensino de Ciências. Revista Ensaio, v. 13, n. 3, p. 243-262, 2011a.

SASSERON, L. H.; DUSCHL, R. A. Ensino de Ciências e as práticas epistêmicas: o papel do professor e o engajamento dos estudantes. Investigações em Ensino de Ciências, v. 21, n. 2, p. 52-67, 2016.

SILVA, A. C. T. Interações discursivas e práticas epistêmicas em salas de aula de ciências. Revista Ensaio, v. 17, p. 69-96, 2015.

SILVA, A. C.; CHIARO, S. O impacto da interface entre a aprendizagem baseada em problemas e a argumentação na construção do conhecimento científico. Revista Investigações em Ensino de Ciências, v. 23, n. 3, p. 82-109, 2018.

SILVA, L. L. B.; OLIVEIRA, T. L. S.; PEREIRA, M. Análise dos tipos de pergunta do professor na construção de argumentos orais em uma aula investigativa de ciência. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 11, 2017, Florianópolis/SC. Anais [...]. Florianópolis/SC: Universidade Federal de Santa Catarina, 2017. p. 1-11.

SILVA, M. A.; LIRA-DA-SILVA, R. M. O uso de evidências no desenvolvimento da argumentação de alunos sobre a temática microrganismos, em aulas de ciências Naturais. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 8, 2011, Campinas/SP. Anais [...]. Campinas/SP: Universidade Estadual de Campinas, 2011. p. 1-12.

SILVA, M. B.; GEROLIN, E. C.; TRIVELATO, S. L. F. A Importância da Autonomia dos Estudantes para a Ocorrência de Práticas Epistêmicas no Ensino por Investigação. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 18, n. 3, p. 905–933, 2018.

SILVA, M. B.; TRIVELATO, S. L. F. A mobilização do conhecimento teórico e empírico na produção de explicações e argumentos numa atividade investigativa de Biologia. Revista Investigações em Ensino de Ciências, v. 22, n. 2, p. 139-153, 2017.

SOUZA, E. J.; YOSHIMURA, M. T. S.; PATRICIA, P.; TESTONI, L. A. O Jogo do Perito: uma proposta investigativa para o ensino de ciências utilizando elementos de física forense. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 11, 2017, Florianópolis/SC. Anais [...]. Florianópolis/SC: Universidade Federal de Santa Catarina, 2017. p. 1-10.

SUTTON, C. Words, Science and Learning. London: Open University Press, 1992.

TELES, A. P. S. S.; MUNFORD, D. Argumentação e construção de oportunidades de aprendizagem em aulas de Ciências sobre Corpo Humano em uma turma do 8º ano do ensino fundamental. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 9, 2013, Águas de Lindóia/SP. Anais [...]. Águas de Lindóia/SP, 2013. p. 1-8.

TONIDANDEL, S. M. R. Superando obstáculos no ensino e na aprendizagem da evolução biológica: o desenvolvimento da argumentação dos alunos no uso de dados como evidências da seleção natural numa sequência didática baseada em investigação. 2013. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013.

TOULMIN, S. E. Os usos do argumento. 2. ed. Tradução de Reinaldo Guarany e M. B. Cipolla. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

TOULMIN, S. E. The uses of argument. Cambridge: Cambridge University Press, 1958.

VALLE, M. G.; MOTOKANE, M. T. Processo argumentativo em aulas de ecologia. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 9, 2013, Águas de Lindóia/SP. Anais [...]. Águas de Lindóia/SP, 2013. p. 1-8.

VAN EEMEREN, F. H.; GROOTENDORST, R.; HENKEMANS, F. S. Argumentation: Analysis, Evaluation, Presentation. New Jersey: Lawrence Erlbaum Associates, 2002.

VAN EEMEREN, F. H.; GROOTENDORST, R.; HENKEMANS, F. S.; BLAIR, J. A. et al. Fundamentals of argumentation theory: A handbook of historical backgrounds and contemporary developments. Mahwah, New Jersey: Lawrence Erlbaum, 1996.

VIEIRA, R. D.; NASCIMENTO, S. S.; MELO, V. F.; BERMARDO, J. R. R. Argumentação e orientações discursivas na educação em ciências. Revista Ensaio, v. 17, n. 3, p. 707-725, 2015.

YOSHIDA, M. N.; MOTOKANE, M. T. Explicação e argumentação em uma aula de modelagem para o ensino fundamental. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 11, 2017, Florianópolis/SC. Anais [...]. Florianópolis/SC: Universidade Federal de Santa Catarina, 2017. p. 1-11.

Publicado
2020-04-01
Como Citar
SANTOS, D.; SEDANO, L. Argumentação no Ensino Fundamental em Ciências: o que dizem as pesquisas?. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 11, n. 3, p. 366-386, 1 abr. 2020.
Seção
Artigos Gerais