Compreensões de professores dos anos iniciais do ensino fundamental sobre cts e suas interações a partir do questionário VOSTS

Palavras-chave: Ensino de Ciências, Concepções, CTS, Professores

Resumo

O objetivo deste trabalho foi investigar o entendimento de professores dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental na rede municipal de Alegrete/RS acerca dos conceitos entre Ciência, Tecnologia, Sociedade (CTS) e suas interações. Para a coleta de dados, foi aplicada uma versão abreviada e adaptada do questionário VOSTS (Views on Science-Technology-Society) em um grupo de 21 professores. Os resultados encontrados apontam que os professores têm uma boa percepção sobre a importância do tema na educação científica. A maioria das questões perguntadas remetiam-se às concepções Aceitável e Realista. Considerando o conhecimento dos professores sobre o assunto, as suas compreensões acerca dos conceitos de CT e suas interações podem refletir nas práticas escolares em relação ao Ensino de Ciências. Como perspectiva futura, torna-se uma importante estratégia a oferta de uma formação continuada aos professores no contexto investigado no intuito de qualificar as práticas que têm sido desenvolvidas desde os primeiros anos escolares em relação ao Ensino de Ciências.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Werner Zacarias Lopes, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS

Doutorando em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde, UFRGS

Rhenan Ferraz de Jesus, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS

Doutorando em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde, UFRGS

Rosane Nunes Garcia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS

Professora no Colégio de Aplicação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Doutora em Biologia Animal, UFRGS.

Referências

AIKENHEAD, G. S.; FLEMING, R. W. RYAN, A. G. High‐school graduates' beliefs about science‐technology‐society. I. methods and issues in monitoring student views. Science Education, v. 71, n. 2, p. 145-161, abr. 1987.

AIKENHEAD, G. S.; RYAN, A. G.; FLEMING, R. W. Views on science-technology society. Canadá: FormCDN.Mc.5., 1989. Disponível em: http://umdberg.pbworks.com/w/file/fetch/38495879/vosts.pdf. Acesso em: 20 abr. 2018.

ALONSO, Á. V.; MAS, M. A. M.; ACEVEDO, J. A. D.; ROMERO, P. A. Consensos sobre a Natureza da Ciência: a Ciência e a Tecnologia na Sociedade. Química Nova na Escola, n. 27, p. 34-50, fev. 2008.

AMARAL, E. M. R.; FIRME, R. N. Concepções de professores de Química sobre Ciência, Tecnologia e Sociedade e suas inter-relações: um estudo preliminar para o desenvolvimento de abordagens CTS em sala de aula. Ciência & Educação, n. 14, v. 2, p. 251-269, 2008.

AULER, D; BAZZO, W. A. Reflexões para a implementação do movimento CTS no contexto educacional brasileiro. Revista Ciência & Educação, v. 7, n. 1, p. 1-13, 2001.

AULER, D. Novos caminhos para educação CTS: ampliando a participação. Em: SANTOS, W. L. P.; AULER, D. (Orgs.). CTS e Educação científica: desafios, tendências e resultados de pesquisas. (pp. 73-98). Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2011.

AULER, D. Interações entre Ciência-Tecnologia-Sociedade no Contexto da Formação de Professores de Ciências. 2002. Tese de Doutorado – Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós- Graduação em Educação, Florianópolis, 2002.

AULER, D. Educação CTS: Articulação entre pressupostos do educador Paulo Freire e referenciais ligados ao movimento CTS. Novos Caminhos Para a Educação em Ciências. Contexto & Educação, ano 22, n. 77, p. 167-188, jan./jun. 2007.

AULER, D.; DELIZOICOV, D. Alfabetização científico-tecnológica para quê? Ensaio – Pesquisa em Educação em Ciências, v. 3, n. 1, p. 122-134, jun. 2001.

AULER, D.; DELIZOICOV, D. Ciência-Tecnologia-Sociedade: relações estabelecidas por professores de ciências. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, v. 5, n. 2, p. 337-355, 2006.

BAZZO, W. A; COLOMBO, C. R. Educação tecnológica contextualizada, ferramentaessencial para o desenvolvimento social brasileiro. Revista de Ensino de Engenharia – ABENGE, v. 20, n. 1, p. 9-16, 2001.

BOGDAN, R. C.; BIKLEN, S. Investigação qualitativa em educação. Porto: Porto Editora,1994.

BRASIL. Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica. Brasília: MEC/SEB/DICEI, 2013.

BRASIL. Ministério da Educação. Parâmetros Curriculares Nacionais: Terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental: ciências da natureza. Brasília: MEC/SEF, 1998.

CACHAPUZ, A. Tecnociência, poder e democracia. Em: SANTOS, W. L. P.; AULER, D. (Orgs.). CTS e Educação científica: desafios, tendências e resultados de pesquisas. (pp. 49-72). Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2011.

CACHAPUZ, A.; GIL PÉREZ, D.; CARVALHO, A. M. P; PRAIA, J.; VILCHES, A.

Superação das visões deformadas da ciência e da tecnologia: um requisito essencial para a renovação da educação científica. In: CACHAPUZ, et al. (Orgs.). A necessária renovação do ensino das ciências. (pp. 37–70). São Paulo: Cortez, 2005.

CANAVARRO, J. M. O que se pensa sobre a ciência. Coimbra: Quarteto Editora, 2000.

CHASSOT, A. Alfabetização Científica questões e desafios para a educação. Ijuí: Unijuí, 2006.

FERST, E. M. A abordagem CTS no Ensino de Ciências Naturais: possibilidades de inserção nos anos iniciais do ensino fundamental. Revista EDUCAmazônia – Educação, Sociedade e Meio Ambiente, ano 6, v. 11, n. 2, p. 276-299, 2013.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6ª Ed. São Paulo: Atlas, 2008.

KIST, C. P.; FERRAZ, D. F. Compreensão de professores de biologia sobre as interações entre ciência, tecnologia e sociedade. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 10, n. 1, p. 1-15, 2010.

LOPES, W. Z.; JESUS, R. F.; FOLMER, V.; PUNTEL, R. L. Concepções de professores dos anos iniciais sobre a Alfabetização Científica (AC) e a abordagem Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS) no ensino de Ciências. Revista Ciências e Ideias, v. 8, n. 1, p. 1-22, jan./abr. 2017.

LORENZETTI, L.; DELIZOICOV, D. Alfabetização científica no contexto das séries iniciais. Ensaio - Pesquisa em Educação em Ciências, n. 3, v. 1, p. 37-50, 2001.

MARTINS, I. P. Formação inicial de professores de física e química sobre a tecnologia e suas relações sócio-científicas. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, v. 2, n. 3, p. 293-308, 2003.

MARTINS, I. P.; PAIXÃO, M. F. Perspectivas atuais Ciência-Tecnologia-Sociedade no ensino e na investigação em educação em ciência. Em: SANTOS, W. L. P.; AULER, D. (Orgs.). CTS e Educação científica: desafios, tendências e resultados de pesquisas. (pp. 135-160). Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2011.

MINAYO, M. C. S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. Em: MINAYO, M. C. S. Contradições e consensos na combinação de métodos qualitativos e quantitativos. (pp. 54-79). 9ª Ed. São Paulo: Hucitec, 2006.

MIRANDA, E. M.; FREITAS, D. A compreensão dos professores sobre as interações CTS evidenciadas pelo questionário VOSTS e entrevista. Alexandria - Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, v. 1, n. 3, p. 79-99, nov. 2008.

SANTOS, A. P. As concepções de professores de química das escolas centros de excelência de Aracaju/Se sobre ciência, tecnologia e sociedade. REnCiMa, v. 9, n. 4, p. 58-77, 2018.

SANTOS, W. L. P. Contextualização no Ensino de Ciências por Meio de Temas CTS em uma Perspectiva Crítica. Ciência & Ensino, v. 1, nov. 2007.

SANTOS, W. L. P.; MORTIMER, E. F. Uma Análise de Pressupostos Teóricos da Abordagem CT-S (Ciência - Tecnologia - Sociedade) no Contexto da Educação Brasileira. Revista Ensaio - Pesquisa em Educação em Ciências, v. 2, n. 2, p. 1-23, dez. 2002.

SANTOS, W. L.; MORTIMER, E. Tomada de decisão para ação social responsável no ensino de ciências. Ciência & Educação, v. 7, n. 1, p. 95-111, 2001.

SANTOS, W. L. P.; SCHNETZLER, R. P. Educação em química: compromisso com a cidadania. Ijuí: Unijuí, 2010.

SASSERON, A. M. P.; CARVALHO, L. H. Almejando a alfabetização científica no ensino fundamental: a proposição e a procura de indicadores do processo. Investigações em Ensino de Ciências, n. 13, v. 3, p. 333-352, 2008.

SEPINI, R. P.; ALONSO, Á. V.; MACIEL, M. D. Mudanças de concepções atitudinais sobre a natureza da ciência e tecnologia em estudantes da escola básica após intervenção didática. Amazônia - Revista de Educação em Ciências e Matemáticas, v. 10, n. 20, p. 101-111, 2014.

SEPINI, R. P.; MACIEL, M. D. Concepções apresentadas por estudantes de Pós- Graduação após intervenção pedagógica realizada na disciplina Ciência-Tecnologia- Sociedade. REnCiMa, v. 9, n. 1, p. 75-87, 2018.

TENREIRO-VIEIRA, C.; VIEIRA, R. M. Educação em ciências e em matemática numa perspectiva de literacia: desenvolvimento de materiais didáticos com orientação CTS/pensamento crítico (PC). In: SANTOS, W. L. P.; AULER, D. (Org.). CTS e educação científica: desafios, tendências e resultados de pesquisas (pp. 417-438). Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2011.

VICENTE, M. F. Q. P. Perspectivas acerca da relação Ciência, Tecnologia e Sociedade: um estudo comparativo com alunos dos cursos de ciências e tecnologias e de línguas e humanidades. 2012. Dissertação de Mestrado – Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Educação, Bragança/PT, 2012.

Publicado
2020-05-05
Como Citar
LOPES, W.; JESUS, R.; GARCIA, R. Compreensões de professores dos anos iniciais do ensino fundamental sobre cts e suas interações a partir do questionário VOSTS. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 11, n. 3, p. 141-158, 5 maio 2020.
Seção
Artigos Gerais