Ensinar e aprender Geometria Analítica com Tecnologias Digitais por meio de um trabalho colaborativo

  • Erika Maria Chioca Lopes Universidade Federal de Uberlândia
  • Arlindo José Souza Junior Universidade Federal de Uberlândia
Palavras-chave: Geometria Analítica, Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação, Trabalho colaborativo

Resumo

Este artigo apresenta alguns resultados de uma pesquisa de abordagem qualitativa, com o objetivo de compreender a dinâmica de trabalho de um grupo de professores e alunos no processo de constituição e implementação de uma proposta, desenvolvida na Faculdade de Matemática de uma universidade pública. A proposta foi desenvolvida para o ensino presencial de Geometria Analítica, em dois semestres letivos consecutivos. Essencialmente, as aulas presenciais foram complementadas por um ambiente virtual de aprendizagem criado na plataforma Moodle, que continha diversos materiais e atividades, algumas numa interface do GeoGebra. Analisamos as características colaborativas que emergiram nesse trabalho e a forma como as tecnologias digitais foram integradas a ele, fundamentados em Fiorentini, Ferreira, Souza Junior, entre outros pesquisadores dessa temática. Como resultados da pesquisa, identificamos que o ambiente virtual de aprendizagem ofereceu diferentes possibilidades de interação dos estudantes com o conteúdo e proporcionou o acompanhamento constante da produção dos estudantes nos diferentes tipos de interação. A escolha pelo caminho da reformulação dos modelos pedagógicos prévios dos professores do grupo para um novo modelo, que integrou Moodle e GeoGebra ao ensino de Geometria Analítica, foi fundamental para o engajamento dos envolvidos e viabilizou a realização de um trabalho colaborativo inovador nessa faculdade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, M. E. B. Educação a distância na internet: abordagens e contribuições dos ambientes digitais de aprendizagem. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 29, n. 2, p. 327-340, jul-dez 2003.

ATIYAH, M. What is geometry? The Mathematical Gazette. v. 66, n. 437, p. 179-184, out. 1982.

BEHAR, P. A.; MACEDO, A. L.; BERNARDI, M. Experiências de aplicação de modelos pedagógicos em cursos de educação a distância. Em: BEHAR, P. A. (org.). Modelos pedagógicos em educação a distância. 2ª ed. Porto Alegre: Artmed, p. 232-252, 2009.

BOUTINET, J-P. Antropologia do Projecto. Lisboa: Instituto Piaget, 1990.

DALLEMOLE, J. J.; GROENWALD, C. L. O. Registros de representação semiótica na geometria analítica e o sistema siena. Em: V Seminário Internacional de Pesquisa em Educação Matemática, 2012, Anais... Petrópolis: SBEM, p. 1-20, 2012.

GONZÁLEZ REY, F. Pesquisa qualitativa e subjetividade: os processos de construção da informação. Tradução: Marcel Aristides Ferrada Silva. São Paulo: Cengage Learning, 2005.

FERREIRA, A. C. Metacognição e desenvolvimento profissional de professores de matemática: uma experiência de trabalho colaborativo. 2003. 367 p. Tese (Doutorado) - Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Estadual de Campinas. Campinas, 2003.

FIORENTINI, D. Pesquisar práticas colaborativas ou pesquisar colaborativamente? Em: BORBA, M. de C.; ARAÚJO, J. de L. (Orgs). Pesquisa qualitativa em educação matemática. Belo Horizonte: Autêntica, p. 47-76, 2004.

FLORES, C. R. Olhar, Saber, Representar: ensaios sobre a representação em perspectiva. 2003. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2003.

FULLAN, M.; HARGREAVES, A. A escola como organização aprendente: buscando uma educação de qualidade. 2. ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.

GIARDINETTO, J. R. B. A relação entre o concreto e o abstrato no ensino da geometria analítica a nível do 1º e 2º Graus. 1991. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 1991.

GRAVINA, M. A. Geometria dinâmica: uma nova abordagem para o aprendizado da geometria. Em: VII SIMPÓSIO BRASILEIRO DE INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO, 1996, Anais... Belo Horizonte: PUCRS, p.1-14, 1996.

MARCO, F. F. Atividades computacionais de ensino na formação inicial do professor de matemática. 2009. 211 p. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2009.

MORAN, J. M. Os novos espaços de atuação do professor com as tecnologias. Texto publicado nos anais do 12º Endipe – Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino, Em: ROMANOWSKI, J. P. et al. (Orgs). Conhecimento local e conhecimento universal: Diversidade, mídias e tecnologias na educação. vol 2, Curitiba, p. 245-253, 2004.

NACARATO, A. M.; GRANDO, R. C.; TORICELLI, L.; TOMAZETTO, M. Professores e futuros professores compartilhando aprendizagens: dimensões colaborativas em processos de formação. Em: NACARATO, A. M.; PAIVA, M. A. V. (Orgs). A formação do professor que ensina matemática: perspectivas e pesquisas. 3 ed. Belo Horizonte: Autêntica, p. 197-212, 2013.

NASSER, L.; VAZ, R. F. N.; TORRACA, M. A. A. Transição do ensino médio para o superior: investigando dificuldades em geometria analítica. Em: VI Seminário Internacional de Pesquisa em Educação Matemática, 2015, Anais... Pirenópolis: SBEM, p. 1-13, 2015.

PAVANELLO, R. M. O abandono do ensino de geometria no Brasil: causas e consequências. Zetetiké, Campinas, v. 1, n. 1, p. 7-17, mar. 1993.

PIRES, E. C. P. S. O ensino da geometria analítica: opiniões de docentes e discentes paraenses. Em: XII ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, 2016, Anais... São Paulo: SBEM, p. 1-12, 2016.

RICHIT, A. Projetos em geometria analítica usando software de geometria dinâmica: repensando a formação inicial docente em matemática. 2005. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2005.

SOUZA JUNIOR, A. J. Trabalho coletivo na universidade: trajetória de um grupo no processo de ensinar e aprender Cálculo Diferencial e Integral. 2000. 332 p. Tese (Doutorado) - Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Estadual de Campinas. Campinas, 2000.

SOUZA JUNIOR, A. J.; LOPES, E. M. C. Um mapeamento de pesquisas brasileiras sobre o trabalho educativo com tecnologias digitais de informação e comunicação no processo de ensinar e aprender Geometria Analítica. Vidya, Santa Maria, v. 37, n. 2, p. 479-497, jul-dez 2017.

VALENTE, L.; MOREIRA, P.; DIAS, P. Moodle: moda, mania ou inovação na formação? In: ALVES, L.; BARROS, D.; OKADA, A. (org.). Moodle: estratégias pedagógicas e estudo de caso. Salvador: EDUNEB, p. 35-54, 2009.

Publicado
2019-06-03
Como Citar
LOPES, E. M. C.; JUNIOR, A. J. S. Ensinar e aprender Geometria Analítica com Tecnologias Digitais por meio de um trabalho colaborativo. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 10, n. 2, p. 66-79, 3 jun. 2019.
Seção
Artigos Gerais