Contribuições do GeoGebra 3D para a aprendizagem de Integrais múltiplas no cálculo de várias variáveis

Palavras-chave: GeoGebra 3D, Integrais Múltiplas, Educação Matemática no Ensino Superior

Resumo

Este artigo apresenta uma pesquisa que investigou contribuições da utilização do software GeoGebra 3D para a aprendizagem de Integrais Múltiplas no Cálculo de Várias Variáveis. O artigo fundamenta-se, teoricamente, em pesquisas sobre o Ensino de Cálculo de Várias Variáveis, no contexto da Educação Matemática no Ensino Superior, apoiado no uso das tecnologias disponíveis e na Teoria dos Registros de Representação Semiótica. A pesquisa, de cunho qualitativo, foi realizada com alunos da disciplina Cálculo III de uma universidade da região metropolitana de Belo Horizonte – MG. Como metodologia da pesquisa, elaboramos, implementamos e avaliamos sequências didáticas centradas na utilização do software GeoGebra 3D, relacionadas à construção de representações de superfícies e de sólidos para o ensino de Integrais Múltiplas. Os resultados apontaram que a visualização proporcionada pelo GeoGebra 3D se mostrou um componente indispensável na construção dos principais conceitos e propriedades de Integrais Múltiplas; apresentaram a possibilidade de aliar o seu uso à construção de representações semióticas em diferentes registros, principalmente representações gráficas usadas; destacaram o intenso uso das operações de tratamento, tanto no âmbito algébrico quanto gráfico e, finalmente, explicitaram que as sequências didáticas propiciaram a oportunidade de explorar a operação de conversão entre representações em diferentes registros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALVES, F. R. V. Aplicações da sequência Fedathi na promoção do raciocínio intuitivo no Cálculo a Várias Variáveis. Tese de Doutorado – Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Educação, Fortaleza, 2011.

COMETTI, M. A. Discutindo o ensino das Integrais Múltiplas no Cálculo de Várias Variáveis: contribuições do GeoGebra 3D para a aprendizagem. Dissertação de Mestrado – Universidade Federal de Ouro Preto, Instituto de Ciências Exatas e Biológicas, Ouro Preto, 2018.

DUVAL, R. Registros de representação semiótica e funcionamento cognitivo da compreensão em Matemática. In: MACHADO, S. D. A. (Org.) Aprendizagem em Matemática: registros de representação semiótica. Campinas: Papirus, p.11-33, 2003.

DUVAL, R. Ver e ensinar a Matemática de outra forma: entrar no modo matemático de pensar os registros de representações semióticas. São Paulo: PROEM, 2011.

DUVAL, R. Registros de representação semiótica e funcionamento cognitivo do pensamento. Revista Eletrônica de Educação Matemática. Florianópolis, v. 7, n. 2, p. 266-297, 2012.

FLORES, C.R. Registros de Representação Semiótica em Matemática: história, epistemologia, aprendizagem. BOLEMA, v. 19, n. 26, p. 01-22, 2006.

HENRIQUES, A. L’enseignement et l’apprentissage dês intégrales multiples: analyse didactique intégrant l’usage du logiciel Maple. Tese de Doutorado. Université Joseph Fourier, Grenoble, 2006.

HENRIQUES, A.; ATTIE J. P.; FARIAS L. M. S. Referências teóricas da didática francesa: análise didática visando o estudo de integrais múltiplas com o auxílio do software Maple. Revista Educação Matemática e Pesquisa, v. 9, n. 1, p. 51-81, 2007.

MIRANDA, A. M. As tecnologias da informação no estudo do Cálculo na perspectiva da aprendizagem significativa. Dissertação de Mestrado – Universidade Federal de Ouro Preto, Instituto de Ciências Exatas e Biológicas, Ouro Preto, 2010.

OLIVEIRA, F.L. A produção de conhecimento matemático acerca de funções de duas variáveis em um coletivo de seres humanos com mídias. Dissertação de Mestrado – Universidade Federal de Ouro Preto, Instituto de Ciências Exatas e Biológicas, Ouro Preto, 2014.

Publicado
2019-06-03
Como Citar
REIS, F.; COMETTI, M.; SANTOS, E. Contribuições do GeoGebra 3D para a aprendizagem de Integrais múltiplas no cálculo de várias variáveis. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 10, n. 2, p. 15-29, 3 jun. 2019.
Seção
Artigos Gerais