Operações epistemológicas apresentadas na argumentação desenvolvida por estudantes durante uma atividade experimental investigativa de matemática

Palavras-chave: Educação matemática, Argumentação, Operações epistemológicas

Resumo

Este estudo apresenta um recorde de uma pesquisa de mestrado profissional e visa analisar as operações epistemológicas apresentadas na argumentação desenvolvida por estudantes participantes de um Clube de Ciências, durante uma atividade experimental investigativa sobre os conceitos introdutórios de área e perímetro. A investigação possui uma abordagem qualitativa, na qual a constituição das informações ocorreu por meio de videogravações, com posterior transcrição das falas dos sujeitos. O espaço investigado é considerado um ambiente alternativo de ensino, pesquisa e extensão de ações didáticas voltadas as Ciências e Matemáticas. Durante as análises realizadas, identificamos que os estudantes construíram argumentos estruturados conforme o padrão de Toulmin, expondo suas formas de ação e pensamento para estruturação e confirmação de ideias, explicitando como o saber matemático se constituía. As operações epistemológicas apresentaram-se, em sua maioria, na forma de dedução, causalidade, definição, classificação, apelo aos atributos, consistência com experiência e plausibilidade. Assim, observamos como os alunos construíram o conhecimento ao longo das etapas da atividade investigativa, proporcionando coerência às ideias defendidas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Willa Nayana Corrêa Almeida, Universidade Federal do Pará

Licenciada Plena em Matemática pela Universidade Federal do Pará (UFPA) e em Pedagogia pela Universidade Cidade de São Paulo. Especialista em Metodologia do Ensino de Matemática e Física pela Faculdade de Educação Regional Serrana. Mestre em Docência em Educação em Ciências e Matemáticas pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemáticas pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Integrante do Grupo de estudo, pesquisa e extensão Formação de Professores de Ciências. Docente externa da Universidade Federal do Pará - Campus Castanhal.

João Manoel da Silva Malheiro, Universidade Federal do Pará
Licenciado Pleno em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Especialista em Ensino de Ciências pela Universidade do Estado do Pará (UEPA). Mestre em Educação em Ciências e Matemáticas pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Doutor em Educação para a Ciência pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). Pós-doutor em Ciências da Educação pela Universidade do Porto. Pós-Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência da Universidade Estadual Paulista (UNESP - Campus Bauru). Docente Associado I da Universidade Federal do Pará. Coordenador do Grupo de Estudo, Pesquisa e Extensão FormAÇÃO de Professores de Ciências. Coordenador do Clube de Ciências “Prof. Dr. Cristovam W. P. Diniz” da Universidade Federal do Pará (Campus Castanhal).

Referências

ALMEIDA, W. N. C. A Argumentação e a Experimentação Investigativa no Ensino de Matemática: O Problema das Formas em um Clube de Ciências. Dissertação de mestrado em Docência em Educação em Ciências e Matemáticas, Universidade Federal do Pará, Belém-Pará, maio, 2017.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. 1. ed., 3. reimp. São Paulo: Edições 70, 2011.

BOGDAN, R.; BIKLEN, S. Investigação qualitativa em educação. Porto: Porto Editora, 1994.

CAMPEDELLI, S. Y.; SOUZA, J. B. Português: Literatura, produção de textos e gramática. 3. ed. – São Paulo: Editora Saraiva, 2000.

CARVALHO, A. M. P.; VANNUCCHI, A. I.; BARROS, M. A.; GONÇALVES, M. E. R, REY,

R. Ciências no ensino fundamental: O conhecimento físico. São Paulo: Scipione, 2009.

CAZZOLA, M. Problem-Based Learning and Mathematics: Possible Synergical Actions. In: GOMEZ CHOVA, L.; MARTÍ BELENGUER, D.; CANDEL TORRES, I. (Org.) International Conference of Education, Research and Innovation, Proceeding, International Association of Technology, Education and Development. Espanha: s. n., 2008.

DOLCE, O.; POMPEO, J. N. Fundamentos da Matemática Elementar (Volume 9): Geometria Plana. 9. ed. – São Paulo: Atual, 2013.

DRIVER, R.; NEWTON, P.; OSBORNE, J. Establishing the norms of scientific argumentation in classrooms. Science Education, v. 20, p. 1059-1073, 2000.

GALVÃO, M. E. E. L.; COSTA, N. M. L.; PRADO, M. E. B. B. Construção de funções a partir de problemas geométricos: uma abordagem investigativa. REnCiMa, v.8, n.2, p.39- 57, 2017. Disponível em: http://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/1218/882. Acesso em: 20 mar. 2019.

JIMÉNEZ-ALEIXANDRE, M.P., RODRÍGUEZ, A. B.; DUSCHL, R.A. “Doing the Lesson” or “Doing Science”: Argument in High School Genetics. Science Education, v. 84, 2000.

MALHEIRO, J. M. S. Atividades experimentais no ensino de ciências: limites e possibilidades. Actio: Docência em Ciência, v. 1, n. 1, p. 107-126, jul./dez., 2016.

MORAES, R. Participando da conversa: Construindo competências argumentativas na fala e na escrita. In: SCARTON, G.; SMITH, M. M. Manual de redação. Porto Alegre: PUCRS, FALE/GWEB/PROGRAD, 2002.

MORETO, F. A. Problema isoperimétrico e aplicações para o ensino médio. 2013. 63f. Dissertação (Mestrado Profissional em Matemática). Instituto de Geociências e Ciências Exatas da Universidade Estadual Paulista - Rio Claro (SP): UNESP, 2013.

OLIVEIRA, M. M. Como fazer pesquisa qualitativa. 6.ed. Petrópolis, Rio de janeiro: Vozes, 2014.

PERELMAN, C.; OLBRECHTS-TYTECA, L. Tratado da argumentação: A nova retórica. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

PEZARINI, A. R.; MACIEL, M. D. Avaliação dos argumentos e das argumentações produzidas pelos estudantes de ciências e biologia a partir de uma proposta didática pautada em Toulmin e Bonini. REnCiMa, v. 10, n.1, p. 27-47, 2019. Disponível em: http://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/2251/1107. Acesso em: 20 mar. 2019.

TOULMIN, S. E. Os usos do Argumento. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

VIEIRA, R. D.; NASCIMENTO, S. S. Argumentação no ensino de ciências: tendências, práticas e metodologia de análise. 1. ed. - Curitiba: Appris, 2013.

Publicado
2020-05-05
Como Citar
ALMEIDA, W.; MALHEIRO, J. Operações epistemológicas apresentadas na argumentação desenvolvida por estudantes durante uma atividade experimental investigativa de matemática. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 11, n. 3, p. 264-285, 5 maio 2020.
Seção
Artigos Gerais