Análise textual discursiva em pesquisas no ensino de ciências e matemática: caminhos distintos e possíveis no processo de execução

Palavras-chave: Ensino de Biologia, Ensino de Matemática, Narrativas

Resumo

Este artigo fornece uma visão acerca da Análise Textual Discursiva (ATD), como estratégia para interpretação de dados em pesquisas qualitativas, mas, sobretudo, apresenta processos distintos de execução dessa metodologia, os quais foram aplicados em duas pesquisas realizadas no Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências e Matemática, da Universidade Franciscana. Enquanto uma, pela necessidade pessoal do pesquisador, de trabalhar com o concreto, utilizou-se de papel, tesoura e clips, a outra, com base na lógica e objetividade matemática, fez todo o trabalho de forma virtual, fazendo uso de ferramentas disponibilizadas no conjunto de aplicativos do Office. Mesmo sendo dois caminhos de execução distintos, a teoria proposta por Moraes e Galiazzi foi seguida fielmente, o que reforça a possibilidade de diferentes interpretações para execução dos passos necessários para contemplar a teoria da ATD.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila Copetti, Instituto Federal Farroupilha- Campus Santo Augusto
Doutora em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Franciscana (UFN) e professora de Biologia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha – Campus Santo Augusto, atuando no ensino médio técnico e superior. E-mail: camilacopetti.sa@gmail.com
Diana Paula Salomão de Freitas, UNIPAMPA - Campus Bagé
Doutora em Educação em Ciências pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Atualmente é professora adjunta da Universiade Federal do Pampa - Campus Bagé. Ministrando componentes curriculares da área da Educação para cursos de Licenciatura, Especialização em Neurociências Aplicada à Educação; Especialização em Educação e Diversidade Cultural e Especialização em Educação Ambiental, além de Mestrado Profissional em Ensino de Ciências, tendo o ensino por pesquisa como metodologia.
Sandro Amorim de Souza, Instituto Federal Farroupilha- Campus Santo Augusto

Doutor em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Franciscana (UFN) e professor de Matemática do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha - Campus Santo Augusto, atuando no ensino médio técnico e superior. E-mail: sandropis@hotmail.com

 

Thais Scotti do Canto-Dorow, Universidade Franciscana
Doutora em Botânica pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Atualmente é professora e Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática na Universidade Franciscana (UFN), atuando nas linhas de pesquisa Formação de professores e Processo ensino-aprendizagem, com ênfase no ensino de Biologia. E-mail: thaisdorow@gmail.com

Referências

BICUDO, M. A. V. Aspectos da pesquisa qualitativa efetuada em uma abordagem fenomenológica. In: Maria Aparecida Viggiani Bicudo. (Org.). Pesquisa qualitativa segundo uma visão fenomenológica. São Paulo: Editora Cortez, 2011, p. 29-40.

BRANDÃO, C. R. Comunidades Aprendentes. In: FERRARO JÚNIOR, L. A. Encontros e Caminhos: formação de educadoras (es) ambientais e coletivos educadores. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2005, p. 83-91.

COPETTI, C. Botânica na formação inicial de professores: narrativas docentes sobre o processo de como ensinam a ensinar. 2018. 186 f. tese (Doutorado em Ensino de Ciências e Matemática) - PPGCIMAT, Universidade Franciscana, Santa Maria, 2018.

OLIVEIRA FILHO, V. H.; SANTOS, G. T. S. Repercussões de um curso de formação continuada à distância em matemática na visão dos participantes. REnCiMa, v.9, n.3, p. 249-264.

MORAES, R. No ponto final a clareza do ponto de interrogação inicial: a construção do objeto de uma pesquisa qualitativa. Educação, Porto Alegre. v. 25 n. 46, p. 231-248, mar. 2002.

MORAES, R. Uma tempestade de luz: a compreensão possibilitada pela análise textual discursiva. Ciência & Educação, v.9, n.2, p. 191-211, 2003.

MORAES, R. GALIAZZI, M. C. Análise textual discursiva: processo construído de múltiplas faces. Ciência & Educação, v.12, n.1, p. 117-128, 2006.

MORAES, R.; GALIAZZI, M. C. Análise textual discursiva. 2. ed. Ijuí: Unijuí, 2014. (Coleção Educação em Ciências).

NÓVOA, A. O regresso dos professores. Pinhais: Melo, 2011.

QUADROS, V. C.; KOCHHANN, M. E. R. Contribuições do estágio curricular supervisionado da Licenciatura em Matemática no processo de construção dos saberes docentes dos estagiários. REnCiMa, v. 9, n. 3, p. 106-122, 2018.

SOUZA, S. A., Contribuições do Grupo Reflexivo como formação continuada em Matemática de professores dos anos iniciais. 2019. 185 f. tese (Doutorado em Ensino de Ciências e Matemática) - PPGCIMAT, Universidade Franciscana, Santa Maria, 2019.

Publicado
2020-05-05
Como Citar
COPETTI, C.; SALOMÃO DE FREITAS, D.; AMORIM DE SOUZA, S.; SCOTTI DO CANTO-DOROW, T. Análise textual discursiva em pesquisas no ensino de ciências e matemática: caminhos distintos e possíveis no processo de execução. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 11, n. 3, p. 85-104, 5 maio 2020.
Seção
Artigos Gerais