Investigação e o Ensino de Matemática: uma proposta didática no desenvolvimento do conteúdo de Estatística

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26843/rencima.v10i6.2105

Palavras-chave:

Ensino de Matemática, Investigação Matemática, Metodologia Didática, Aprendizagem Significativa, Estatística

Resumo

Estudos apontam que a maioria dos alunos enfrentam dificuldades na disciplina de Matemática. Assim, torna-se necessário o desenvolvimento de metodologias que contribuam para a consolidação da aprendizagem dos discentes. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho é avaliar uma proposta didática a partir da investigação como prática pedagógica no desenvolvimento do conteúdo estatística. O presente estudo foi realizado com 23 estudantes do 9º ano de uma escola do interior da Paraíba, sendo dividido em diferentes momentos, tais como divisão de grupos de estudo, seminários, pesquisas bibliográficas, elaboração de questionário, aula de campo, tratamento de dados, elaboração de gráficos, culminância e avaliação da proposta de ensino. Os resultados da pesquisa de campo mostraram que a maioria dos entrevistados são do sexo masculino, possuem mais de 30 anos, residem na zona urbana, são beneficiários do bolsa família e estão satisfeitos em relação à feira livre da cidade. Durante toda execução da proposta de ensino, os alunos se interessaram pela temática abordada. De maneira geral, a proposta didática se mostrou eficiente e segundo a fala dos discentes pode contribuir com suas aprendizagens. Além disso, os momentos de debates foram importantes para o desenvolvimento do senso critico e a formação para o exercício da cidadania.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-12-10

Como Citar

RAMO, L. B. Investigação e o Ensino de Matemática: uma proposta didática no desenvolvimento do conteúdo de Estatística. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, [S. l.], v. 10, n. 6, p. 235–254, 2019. DOI: 10.26843/rencima.v10i6.2105. Disponível em: https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/2105. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos