Modelagem matemática e ambiente de trabalho: uma combinação pedagógica voltada para a aprendizagem

Autores

  • Denise Helena Lombardo Ferreira Pontifícia Universidade Católica de Campinas
  • Otávio Roberto Jacobini Pontifícia Universidade Católica de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.26843/rencima.v1i1.2

Palavras-chave:

Modelagem Matemática, Ensino Superior, Ambiente de trabalho, Trabalho em grupo

Resumo

Neste artigo abordamos a modelagem matemática como opção metodológica na disciplina de Matemática em um curso de Administração. Nele, temos como objetivo analisar as contribuições pedagógicas quando se faz uso da associação entre conteúdos curriculares e o desenvolvimento de aplicações, através de projetos de modelagem, em situações do cotidiano do aluno, principalmente quando essas situações relacionam-se com suas atividades profissionais, atuais ou futuras. As atividades desenvolvidas permitiram estabelecer uma relação entre os conteúdos matemáticos abordados na disciplina com alguns problemas vinculados à realidade de um administrador. Como principais resultados, destacamos, de um lado, a potencialidade de trabalhos em grupo em relação à contribuição que cada integrante pode dar tanto para o desenvolvimento do projeto quanto no auxílio aos seus colegas de classe. De outro lado, as percepções, pelos estudantes, da relevância da disciplina tanto para a sua formação intelectual quanto para a sua valorização profissional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARBOSA, J. C. Modelagem Matemática e os professores: a questão da formação. Bolema, Ano 14, n. 15, p. 5-23, 2001.

BARBOSA, J. C. Mathematical modelling and parallel discussions. In: 5th Congress of the Europen Society for Research in Mathematics Education, 2007, Larnaca. Proceedings of the 5th CERME, 2007, v. 1, p. 1-10.

BRADSTREET, T. E. Teaching Introductory Statistics Courses So That Nonstatistician Experience Statistical Reasoning. The American Statistician, v. 50, n. 1, p. 69-78, 1995.

BRASIL, Resolução CES no. 23 de 03 de fevereiro de 2005, Diário Oficial da União, Brasília, 06/06/2005. Disponível em: Acesso em: 28 abr. 2008.

BORUCHOVITCH, E. Trabalhos em Grupos: efeitos positivos e negativos para a aprendizagem. In: Tecnologia Educacional, v. 24, n.128, p. 31-33, 1996.

BLUM, W. Applications and Modeling in mathematics teaching and mathematics education – some important aspects of practice and of research. In: SLOYER, C. et al (Eds.). Advances and perspectives in the teaching of Mathematical modeling and Applications. Yorklyn, DE: Water Street Mathematics, 1995, p. 1-20.

CHOPPIN, J. Engaging Students in Collaborative Discussions: Developing Teachers’ Expertise. In: MARTIN, G.; STRUTCHENS, M. E. (Eds.). The Learning of Mathematics. Reston, U.S.A.: NCTM, 2007, p. 129-138.

CROUCH, R.; HAINES, C. Mathematical modeling: transitions between the real world and the mathematical model. International Journal of Mathematical Education in Science and Technology; v. 35, n. 2, p. 197-206, 2004.

FERREIRA, D. H. L., JACOBINI, O. R. Mathematical modelling: from classroom to the real world. In: Blomhoj, M.; Carreira, S. (orgs.). Mahtematical applications and modelling in the teaching and learning of mathematics. IMFUFA tekst. 2009, n. 461, p. 35-46.

FIORENTINI, D. Pesquisar práticas colaborativas ou pesquisar colaborativamente? In: BORBA e ARAUJO, Pesquisa Qualitativa em Educação Matemática. Coleção Tendências em Educação Matemática. Editora Autêntica. SP, 2004, p. 47-76.

FRANKENSTEIN, M. Relearning mathematics: a different third – radical maths. Londres: Free Association Books, 1989.

GALBRAITH, P.; STILLMAN, G. A framework for identifying student blockages during transitions in the modeling process. Zentralblatt für Didaktik der Mathematik, v. 38, n. 2, p. 143-162, 2006.

JABLONKA, E. Mathematical Literacy. In: Second International Handbook of Mathematics Education. Dordrecht, NL: Kluber Academic Publishers, 2003.

JACOBINI, O. R. A modelagem matemática em sua dimensão crítica: novos caminhos para conscientização e ação políticas. V Conferência Nacional sobre Modelagem e Educação Matemática. Anais... Ouro Preto, Brasil. 2007. CD-ROM.

PAULETTE, W. Novo enfoque da disciplina Matemática e suas Aplicações, no Curso de Administração de Empresas da Universidade Paulista – Unip. 2003, 398 f. Tese (doutorado em Educação Matemática). Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual paulista, Rio Claro, 2003.

SKOVSMOSE, O. Desafios da Reflexão em Educação Matemática Crítica. Campinas. Editora Papirus, 2008.

ZBIEK, R. M., CONNER, A. Beyond Motivation: exploring mathematical modeling as a context for deepening students’ understanding of curricular mathematics. Educational Studies in Mathematics. v. 63, n. 1, p. 89-112, 2006.

Downloads

Publicado

2010-01-01

Como Citar

FERREIRA, D. H. L.; JACOBINI, O. R. Modelagem matemática e ambiente de trabalho: uma combinação pedagógica voltada para a aprendizagem. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 9-26, 2010. DOI: 10.26843/rencima.v1i1.2. Disponível em: https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/2. Acesso em: 5 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos