Teste de desempenho escolar em Ciências: aproximações e distanciamentos em relação ao conhecimento de referência

  • Edson José Wartha Universidade Federal de Sergipe
  • Joyce Ferreira Souza Universidade Federal de Sergipe
  • Rafael Pina Lima Universidade Federal de Sergipe
  • Alice Alexandre Pagan Universidade Federal de Sergipe
Palavras-chave: Teste de desempenho, Matriz de referência, Ensino de Ciências

Resumo

Neste estudo apresentamos o processo de construção, elaboração e validação de uma matriz de referência para um teste de desempenho de escolar em Ciências. Neste processo levamos em consideração os Parâmetros Curriculares Nacionais, o Referencial Curricular da Rede Estadual de Ensino de Sergipe e os Livros Didáticos aprovados no PNLD-2014. Também, verificamos os temas que os professores da rede pública consideram de maior complexidade e prioridade.  Como resultados deste estudo elaboramos uma matriz de referência que servirá de parâmetro para elaboração de questões para o teste de desempenho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edson José Wartha, Universidade Federal de Sergipe

Licenciado em Química pela UFSC e mestre em Ensino de Ciências pela USP.

Atualmente é professor adjuntoda Universidade Federal de Sergipe e Doutor em Ensino de Ciências pela USP

Referências

ALBRECHT, E. Diferentes metodologias aplicadas ao ensino de astronomia no ensino Médio. 2008. 80 f. Dissertação (Mestrado)- Universidade Cruzeiro do Sul, São Paulo, 2008.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1997.

BERNSTEIN, B. A estruturação do discurso pedagógico: classes, códigos e controle. Petrópolis: Vozes, 1996.

BRASIL. Guia de Elaboração e Revisão de Itens. Volume 1, 2010. Disponível em<http://www.if.ufrj.br/~marta/enem/docs_enem/guia_elaboracao_revisao_itens_2012.p df>.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei n. 9394, de 20 de dezembro de 1996 – Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, Distrito Federal, 1996.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: ciências naturais / Secretaria de Educação Fundamental – Brasília: MEC/SEF, 1998.

BRASIL. Secretaria de Educação Média e Tecnologia. Parâmetros Curriculares Nacionais: ciências naturais. Brasília. MEC/SEMTEC. 1997.

CAED: Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora; Guia de Elaboração de Itens – Matemática, 2009.

CHEVALLARD, Y. La Transposición Didáctica: Del saber sabio al saber enseñado. Buenos Aires: Aique, 1991.

COUTINHO, A. F. Construção de um Perfil Conceitual de Vida. Minas Gerais: Faculdade de Educação da UFMG. Tese de Doutorado, 2005.

DEL CARLO, S. Conceitos de Física na educação básica e na Academia: aproximações e distanciamentos. 2007.97 p. Tese de Doutorado. Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.

FRANZOLIN, F. Conceitos de Biologia na educação básica e na Academia: aproximações e distanciamentos. 2007. 162 p. Dissertação de Mestrado. Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.

LEMOS, C. B. Análise de conteúdos de nutrição em livros didáticos do ensino fundamental. 2009. 205p. Dissertação de Mestrado. Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.

LOPES, A. R. C. Conhecimento escolar: ciência e cotidiano. Rio de Janeiro : EdUERJ, 1999.

MARTINS, J. S. O senso comum e a vida cotidiana. Tempo Social. Revista de Sociologia da USP, São Paulo, v. 10, n. 1, p. 1-8, 1998.

MORTIMER, E. F. Linguagem e formação de conceitos no ensino de ciências. Belo Horizonte: Editora UFMG, p. 35-127, 2006.

NARCISO-JUNIOR, J. Conceitos de Química na educação básica e na Academia: aproximações e distanciamentos. 2008. 87 p. Dissertação de Mestrado. Programa Interunidades de Ensino de Ciências, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.

NICHOLS, D. P. My Coefficient α is Negative, SPSS Keywords, Number 68, 1999. Disponível em: <http://www.ats.ucla.edu/START/SPSS/library/negalfa.htm.>. Acessado em 25/04/2015.

ORTIGÃO, M. I. R.; SZTAJN, P. Dilemas para a Avaliação: O caso dos Conjuntos no Ensino de Matemática. In: FRANCO, C. (org.) Avaliação, Ciclos e Promoção na Educação. Porto Alegre: Artmed, 2001.

SCHWARTZMAN, S. Saberes científicos e saberes populares. Reunião Anual da Associação Brasileira de Antropologia. Vitória, p. 1-3, 1997.

SERGIPE. Orientações Curriculares para o Estado de Sergipe. Secretaria de Estado da Educação, 2011.

Publicado
2018-12-18
Como Citar
WARTHA, E. J.; SOUZA, J. F.; LIMA, R. P.; PAGAN, A. A. Teste de desempenho escolar em Ciências: aproximações e distanciamentos em relação ao conhecimento de referência. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 9, n. 5, p. 241 - 255, 18 dez. 2018.
Seção
Artigos Gerais

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)