Práticas compartilhadas no desenvolvimento de um projeto estatístico com alunos do 1.º ano do Ensino Fundamental

Palavras-chave: Projeto Estatístico, Recursos Tecnológicos, Anos iniciais, Educação Matemática

Resumo

Este texto relata uma pesquisa dentro de um projeto estatístico que integrou matemática, educação estatística e tecnologia em uma turma de 1.º ano do Ensino Fundamental de uma escola pública. Buscou-se identificar como os alunos produzem conhecimentos matemáticos e estatísticos por meio da utilização de tecnologias computacionais em situações de ensino. O material de pesquisa envolveu registros dos alunos; registros videográficos e audiográficos das atividades; registros produzidos pela professora parceira; e o diário de campo da pesquisadora. Em parceria, a pesquisadora e a professora planejaram, desenvolveram e analisaram situações de ensino. Os resultados indicam a importância, para a aprendizagem interdisciplinar dos alunos, da colaboração no planejamento e replanejamento das situações de ensino. A articulação entre recursos computacionais e ações corporais e materiais possibilitou aos alunos a construção de um repertório linguístico e de conhecimentos sobre estatística.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARBOSA, Maria Carmem Silveira. Culturas escolares, culturas de infância e culturas familiares: as socializações e a escolarização no entretecer das culturas. Educação & Sociedade, Campinas, v. 28, n.100, p. 1.059-1.083, out. 2007.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática. Brasília: MEC/SEF, 1997.

BRASIL. Ministério da Educação. Elementos conceituais e metodológicos para definição dos direitos de aprendizagem e desenvolvimento do ciclo de alfabetização (1º, 2º e 3º anos) do ensino fundamental. Brasília: MEC, 2012.

DAMIANI, Magda Floriana. Entendendo o trabalho colaborativo em educação e revelando seus benefícios. Educar – UFPR, Curitiba, n. 31, p. 213-230, 2008.

GAMA, Renata Prenstteter; FIORENTINI, Dario. Formação continuada em grupos colaborativos: professores de matemática iniciantes e as aprendizagens da prática profissional. Educação Matemática Pesquisa, São Paulo, v. 11, n.2, p. 441- 461, 2009.

IBIAPINA, Ivana Maria Lopes de Melo. Pesquisa colaborativa: investigação, formação e produção de conhecimentos. Brasília: Líber Livro, 2008.

LOPES, Celi Aparecida Espasandin. O conhecimento profissional dos professores e suas relações com Estatística e Probabilidade Infantil. 2003, p. 281. Tese (Doutorado em Educação: Educação Matemática) – Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas-Unicamp, Campinas, 2003.

LOPES, Celi Aparecida Espasandin. O ensino da estatística e da probabilidade na educação básica e a formação dos professores. Cadernos Cedes, Campinas-SP, v. 28, p. 57-73, 2008.

LOPES, Celi Aparecida Espasandin; GRANDO, Regina Célia. Resolução de problemas na educação matemática para a infância. In: ENCONTRO NACIONAL DE DIDÁTICA E PRÁTICAS DE ENSINO-ENDIPE, 16., 2012, Unicamp, Campinas.

PIRES, Célia Maria Carolino. Diferentes tipos de gráficos. 2009. (Não publicado).

POCHO, Cláudia Lopes et al. Tecnologia educacional: descubra suas possibilidades na sala de aula. Petrópolis, RJ: Vozes, 2003.

PORTO, Tania Maria Esperon. As tecnologias de comunicação e informação na escola; relações possíveis ... relações construídas. Revista Brasileira de Educação – Anped, Campinas-SP, v. 11, n. 31, jan./abr. 2006.

SILVA, Miriam Godoy Penteado. O computador na perspectiva do desenvolvimento profissional do professor. 1997, 127 p. Tese (Doutorado) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas,1997.

SOUZA, Antonio Carlos de. A Educação Estatística na infância. 2007, 209 p. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) – Universidade Cruzeiro do Sul, 2007.

Publicado
2018-05-28
Como Citar
BISSONI, E.; GRANDO, R. C.; COLETTI, S. Práticas compartilhadas no desenvolvimento de um projeto estatístico com alunos do 1.º ano do Ensino Fundamental. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 9, n. 2, p. 335-353, 28 maio 2018.
Seção
Artigos Gerais