Análise de um hipertexto digital no Ensino de Ciências: percepções de alunos do Ensino Fundamental

Palavras-chave: Hipertexto digital, Tecnologias digitais, Ensino de Ciências

Resumo

Entre as tecnologias digitais utilizadas no ensino de Ciências tem-se o hipertexto digital. O objetivo deste artigo foi avaliar as percepções de alunos sobre um hipertexto digital, construído na plataforma Wix, para uma intervenção didática, como parte de uma pesquisa de mestrado realizada no decorrer de 2016 e 2017. A metodologia é de abordagem qualitativa e foi desenvolvida a partir de um estudo de caso. Os participantes foram 15 alunos de uma escola pública de um município da região noroeste do RS. Os dados foram coletados a partir de questionários, dos quais seis questões serão apresentadas neste artigo. Quanto à análise dos dados, foi realizada a partir da Análise de Conteúdo. Verificou-se que nas percepções dos participantes, o hipertexto digital se apresenta como favorável à sua aprendizagem, principalmente pelas informações apresentadas e por ser uma forma diferenciada de aprender. Ressaltaram a ferramenta como sendo motivadora, interessante, inovadora e de fácil acesso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila Maria Bandeira Scheunemann, Universidade Luterana do Brasil

Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul. Especialista em Metodologia do Ensino de Biologia e Química pela UNINTER. Especialista em Metodologia do Ensino na Educação Superior pela UNINTER. Mestre em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Luterana do Brasil. Atualmente doutoranda em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Luterana do Brasil.

Paulo Tadeu Campos Lopes, Universidade Luterana do Brasil

Possui graduação em Licenciatura Plena em Ciências Biológicas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, mestrado em Microbiologia Agrícola e do Ambiente e doutorado em Fitotecnia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. É professor da Universidade Luterana do Brasil (ULBRA), atuando em cursos de graduação e de pós-graduação stricto sensu. Tem experiência na área de Morfologia, com ênfase em Anatomia Humana, e em Ensino de Ciências, com ênfase em Avaliação da Aprendizagem e Tecnologias de Informação e Comunicação. É líder do Grupo de Pesquisa Tecnologias Digitais no Ensino de Ciências, vinculado ao Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências e Matemática da ULBRA, que tem como objetivos desenvolver estratégias de ensino e aprendizagem em Ciências através de tecnologias digitais e a formação de sujeitos nessas tecnologias. É coordenador do Comitê de Ética em Pesquisa em Seres Humanos da ULBRA.

Referências

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BARROS, E. F. A.; BEZERRA, B. G. Hipertexto como ferramenta pedagógica para as novas práticas de letramento. In: Simpósio Hipertexto e Tecnologias da Educação: Comunidades e Aprendizagem em Rede, 4, 2012. Pernambuco. Anais Eletrônicos. Disponível em: <http://www.nehte.com.br/simposio/anais/Anais-Hipertexto- 2012/EmmanuellaBarros&BeneditoBezerra-Hipertextocomoferramenta.pdf>. Acesso em: 27 mar 2018.

CAMILLERI, M. A.; CAMILLERI, A. C. Digital Learning Resources and Ubiquitous Technologies in Education. Technology, Knowledge and Learning, v. 22, p. 65-82, 2016.

CASSONATO, D. C.; BULEGON, A. M. Hipertexto sobre história da Ciência: uma proposta para o ensino de Física. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 10, 2015. São Paulo. Atas. Disponível em:

<http://www.abrapecnet.org.br/enpec/x enpec/anais2015/resumos/R0441-1.PDF >. Acesso em: 25 mar 2018.

COSTA, J. F.; COSTA, L.P.; CAMARGO, S. A formação de professores do magistério e as possibilidades de uso do celular no ensino de Matemática para uma alimentação saudável. Educação e Tecnologia. n. 16, p. 1-10, 2016. Disponível em: <http://revistas.utfpr.edu.br/pb/index.php/revedutecct/article/view/2191/159>. Acesso em: 20 abr 2018.

COSTA, R. D. L.; ALMEIDA, C. M. M.; LOPES, P. T. C. Avaliando um Ambiente Virtual de Aprendizagem para as aulas de Ciências no nono ano a partir de percepções dos alunos. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia. v. 8, n. 1, p. 184-199, 2015. Disponível em: <https://periodicos.utfpr.edu.br/rbect/article/view/2030/1986>. Acesso em: 20 abr 2018.

CUNHA, M. B.; GIORDAN, M. As percepções na teoria sociocultural de Vygotsky: uma análise na escola. Alexandria Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, v. 5, n. 1, p.113-125, 2012. Disponível em: <https://periodicos.ufsc.br/index.php/alexandria/article/viewFile/37700/28870>. Acesso em: 23 mar 2018.

DALLACOSTA, A.; DUTRA, R. L. S.; TAROUCO, L. M. R. A utilização da indexação de vídeos com MPEG-7 e sua aplicação na educação. Novas Tecnologias na Educação. v. 2, n. 1, 2004. Disponível em: <http://seer.ufrgs.br/renote/article/view/13725/8054>. Acesso em: 20 ago 2018.

DRESCH, A.; LACERDA, D. P.; ANTUNES, J. A. V. J. Design science research: método de pesquisa para avanço da ciência e tecnologia. Porto Alegre: Bookman, 2015, 181 p.

FESEL, S. S.; SEGERS, E.; VERHERLANDS. Individual variation in children’s reading comprehension across digital text types. Journal of Research in Reading, v. 41, n. 1, p. 106–121, 2018. Disponível em: <https://onlinelibrary.wiley.com/doi/epdf/10.1111/1467-9817.12098>. Acesso em: 20 mar 2018.

GROSSI, M. G. R.; MURTA, F. C.; SILVA, M. D. A aplicabilidade das ferramentas digitais da Web 2.0 no processo de ensino e aprendizagem. Contexto e Educação. v. 33, n. 104, p. 34-59, 2018. Disponível em: <https://www.revistas.unijui.edu.br/index.php/contextoeducacao/article/view/5954>. Acesso em: 15 abr 2018.

GRIGOLETTO, E. A autoria no hipertexto: uma questão de dispersão. Hipertextus Revista Digital, n. 2, 2009. Disponível em: < http://www.hipertextus.net/volume2/Evandra- GRIGOLETTO.pdf>. Acesso em: 20 ago 2018.

GUSMÃO, Z. S. Hipertexto e dialogismo: uma análise do caráter dialógico na leitura de hipertextos da Folha de São Paulo realizada por dois alunos do curso de Sistemas de Informação. In: Encontro Nacional de Hipertexto e Tecnologias Educacionais, 6, São Luiz. 2015. Anais Eletrônicos. Disponível em: <http://media.wix.com/ugd/369aae_6d0ef50cd583466ea895a2b100d09448.pdf>. Acesso em: 13 abr 2018.

HAMDAN, N. A.; MOHAMAD, M.; SHAHARUDDIN, S. Hypermedia Reading Materials: features affecting their reading comprehension. The Electronic Journal of e-Learning, v. 15, n. 2, p. 116-125, 2017. Disponível em:

<http://www.ejel.org/issue/download.html?idArticle=574>. Acesso em: 27 mar 2018.

HOSKINS, B.; CRICK, R.D. Competences for learning to learn and active citizenship: different currencies or two sides of the same coin? European Journal of Education, v. 45, n. 1, p. 121-137, 2010.

HOZ, J. P. Ventajas y desventajas del uso adolescente de las TIC: visión de los estudiantes. Revista Complutense de Educación. v. 29, n. 2, p. 491-508, 2018. Disponível em: <https://revistas.ucm.es/index.php/RCED/article/view/53428/4564456546948>.Acesso em: 15 abr 2018.

JOSÉ, W. D.; BASTOS, F. P. Trabalho colaborativo no ensino de física mediado por tecnologias educacionais em rede para resolução de problemas. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, v. 16, n. 1, p. 47-68, 2017. Disponível em: <http://reec.uvigo.es/volumenes/volumen16/REEC_16_1_3_ex1048.pdf>. Acesso em: 14 abr 2018.

KOCH, I. G. V. Hipertexto e construção de sentido. Alfa, v. 51, n. 1, p. 23-38, 2007.

LEITE, B. S.; LEÃO, M. B. C. Contribuição da Web 2.0 como ferramenta de aprendizagem: um estudo de caso. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, v. 8, n. 4, p. 288-315, 2015. Disponível em: <https://periodicos.utfpr.edu.br/rbect/article/view/2790>. Acesso em: 5 abr 2018.

LOPES, P. T. C.; ALMEIDA, C. M. M.; COSTA, R. D. A. Ensino de Ciências através de Tecnologias de Informação e Comunicação: utilizando uma sequência didática eletrônica e um ambiente virtual de aprendizagem. Acta Scientiae, v. 16, n. 4, p. 161-177, 2014.Disponível em: <http://www.periodicos.ulbra.brLEVY/index.php/acta/article/view/1273/1025>. Acesso em: 03 nov 2017.

MAGNABOSCO, G. G. Hipertextos e gêneros digitais: modificações no ler e escrever? Conjectura, v. 14, n. 2, 2009.

MESQUITA, O. A.; FILHO, J. A. C.; RODRIGUES, E. S. J. Os ciberconteúdos educativos e a sua construção em rede. Nuances: estudos sobre educação. v. 28, n. 1, p. 44-62, 2017. Disponível em: <http://revista.fct.unesp.br/index.php/Nuances/article/view/4741/pdf_1>. Acesso em: 15 abr 2018.

MOTTA A.; ANGOTTI, J. A. P. Avaliação discente de um Curso de Tecnologia em Gestão Pública à luz da Teoria da Interação a Distância. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, v. 4, n. 1, 2011. Disponível em:

<https://periodicos.utfpr.edu.br/rbect/article/view/609/653>. Acesso em: 13 abr 2018.

NASCIMENTO, E. L.; SCHMIGUEL, J. Referenciais teóricos-metodológicos: sequências didáticas com tecnologias no ensino de matemática na Educação Básica. REenCiMa – Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 8, n. 2, p. 115-126, 2017. Disponível em: <http://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/1281/886>. Acesso em: 21 maio 2018.

NUNES, A. K. F; LIMA, I. C. S. Hipertexto: uma proposta de sentidos múltiplos no mundo tecnológico. Revista Educação a Distância e Práticas Educativas Comunicacionais e Interculturais. v.18. n. 1, p. 71-76, 2018. Disponível em: <https://seer.ufs.br/index.php/edapeci/article/view/8588/0>. Acesso em: 13 abr 2018.

OLIVEIRA, A. M. M.; MOREIRA, M. A. Um estudo exploratório para avaliar a dificuldade de problemas em ensino de Física utilizando a teoria da carga cognitiva com o auxílio de uma hipermídia. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, v. 9, n. 1, p. 26- 61, 2016. Disponível em: <https://periodicos.utfpr.edu.br/rbect/article/view/2116/2958>. Acesso em: 13 abr 2018.

RAMOS, I. J.; AMARAL, L. H. Relações e interações dos professores de Ciências e Matemática com as tecnologias. Anais do II Seminário Hispano Brasileiro – CTS. Revista de Ensino de Ciências e Matemática. p. 579-593, 2012. Disponível em: <http://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/521/445>. Acesso em: 20 maio 2018.

REBOUÇAS, D.; INOCÊNCIO, L. Do ler ao navegar: a construção do conhecimento a partir do hipertexto. Educação e Cultura Contemporânea, v. 14, n. 34, p. 177-199, 2017. Disponível em: <http://periodicos.estacio.br/index.php/reeduc/article/view/1832>. Acesso em: 14 abr 2018.

RIBEIRO, I. G.; CABRAL, M. F. N. O hipertexto didático virtual e o software educacional Hot Potatoes: ferramentas pedagógicas no ensino a distância de Física. In: Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância, 11, Florianópolis. 2014. Anais Eletrônicos. Disponível em: <http://esud2014.nute.ufsc.br/anais-esud2014/files/pdf/125837.pdf>. Acesso em: 13 abr 2018.

RIBEIRO, M. R. F.; CARVALHO, F. S. P.; SANTOS, R. Ambiências híbridas-formativas na educação online: desafios e potencialidades em tempos de cibercultura. Revista Docência e Cibercultura, v. 2, n. 1, p. 1-13, 2018. Disponível em: <http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/re-doc/article/view/30589>. Acesso em: 13 abr 2018.

ROSS, B.; PECHENKINAB, E.; AESCHLIMANB, C.; CHASE, A. M. Print versus digital texts: understanding the experimental research and challenging the dichotomies. Research in Learning Technology, v. 25, p. 1-12, 2017. Disponível em: <https://journal.alt.ac.uk/index.php/rlt/article/view/1976/pdf_1>. Acesso em: 27 mar 2018.

SANCHÉZ, A. C. El hipertexto o el nuevo espacio comunicativo multidodal. Revista de Humanidades Digitales. v. 1, n. p. 181-192, 2017. Disponível em: <http://revistas.uned.es/index.php/RHD/article/view/16675/16564>. Acesso em: 15 abr 2018.

SANTOS, C. A.; AQUINO, E. M. Em busca do Prêmio Nobel – Versão beta. Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 40, n. 3, 2018. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbef/v40n3/1806-1117-rbef-40-03-e3501.pdf>. Acesso em: 13 abr 2018.

SILVA, D.; ROCHA, S.; PAULINO, R. Blog: Sem Norte. In: Congresso de Ciências da Comunicação na Região Sul, 17, Curitiba, Paraná, 26 a 28 de maio de 2016. Anais Eletrônicos. Disponível em: <http://www.portalintercom.org.br/anais/sul2016/expocom/EX50-1811-3.pdf>. Acesso em: 27 mar 2018.

SILVA, V. R. J. Letramento digital, leitura de hipertextos: o e-mail como uma possibilidade pedagógica na Educação de Jovens e Adultos. Revista Simbiótica. v. 4, n. 1, 2017.

Disponível em: <http://periodicos.ufes.br/simbiotica/article/view/19457/13095>. Acesso em: 21 ago 2018.

SOUZA, E. P.; BRITO, E. M.; MELO, N. M. F. S. Hipertexto como possibilidade para a construção de uma educação a distância desterritorializada. In: Simpósio Hipertexto e Tecnologias da Educação: redes sociais e aprendizagem, 3, 2010. Pernambuco. Anais Eletrônicos. Disponível em: <http://www.nehte.com.br/simposio/anais/Anais-Hipertexto- 2010/Elmara-Pereira-Souza&Eneida-Moreira-Brito&Niceia-Figueiredo-Melo.pdf>. Acesso em: 27 mar 2018.

STUDART, M. Z. N.; TOREL, A. C. C.; ESTURARI, E. M. B.; ZOCOLER, F. A. S.; SANTOS, V. G. TIC e Ensino de Ciências na Educação Básica: a construção de um site sobre sistema reprodutor humano. Enseñanza de las Ciências. n. extraordinário, p. 1135-1140, 2017. Disponível em: <https://ddd.uab.cat/pub/edlc/edlc_a2017nEXTRA/28._TIC_e_ensino_de_ciencias_na_ed ucacao_basica. pdf>. Acesso em: 13 abr 2018.

WARMLING, C. M.; REIS, M. A, J.; CESA, B. F. Uso e avaliação da linguagem hipertextual no objeto de aprendizagem virtual. In: Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância, 10, Belém/Pará, 11 a 13 junho 2013. Anais.

WEBBER, C. G.; VIEIRA, M. B. Tecnologias digitais na educação: colaboração e criatividade em sala de aula. REnCiMa-Revista de Ensino de Ciências e Matemática. v.1, n. 2, p. 166-177, 2010. Disponível em: <http://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/16/8>. Acesso em: 21 maio 2018.

XAVIER, A. C. Leitura, texto e hipertexto. In: MARCUSCHI, L. A.; XAVIER, A. C. Hipertexto e gêneros digitais: novas formas de construção de sentido. 2 ed., Editora Lucerna, 2005.

Publicado
2018-12-18
Como Citar
SCHEUNEMANN, C. M. B.; LOPES, P. T. C. Análise de um hipertexto digital no Ensino de Ciências: percepções de alunos do Ensino Fundamental. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 9, n. 5, p. 14 - 35, 18 dez. 2018.
Seção
Artigos Gerais