Processos de investigação-formação-ação decorrentes de narrativas em Ciências de professores em formação inicial: com a palavra o PIBID

  • Daniele Bremm Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Roque Ismael da Costa Güllich Universidade Federal da Fronteira Sul
Palavras-chave: Reflexão, Diário de Bordo, Ensino de Ciências, Formação de Professores, Ensino de Biologia.

Resumo

Este estudo parte da análise dos Diários de Bordo de licenciandos do curso de Ciências Biológicas da Universidade Federal da Fronteira Sul, participantes do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência, Subprojeto PIBIDCiências no ano de 2013. O objetivo desta pesquisa foi averiguar como ocorre a Investigação-Formação-Ação na perspectiva da reflexão crítica e como a pesquisa da própria prática vai sendo constituída pelos professores; identificar os níveis de reflexão que esse processo constitutivo desencadeia, através das narrativas, bem como compreender o papel do Diário de Bordo neste processo e como ele vem sendo utilizado pelos licenciandos. Através da análise foi possível verificar a importância das escritas narrativas para o crescimento reflexivo dos licenciandos durante o processo de formação inicial, no que se acredita que o papel do Diário de Bordo foi crucial ao possibilitar o desenvolvimento da escrita de narrativas reflexivas. Foi possível perceber como ocorre o avanço das reflexões críticas e como o processo de refletir vai aos poucos constituindo um ideário docente no licenciando, sendo, portanto, a reflexão uma categoria formativa que se insere no cerne do processo de Investigação-Formação-Ação.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALARCÃO, Isabel. Professores reflexivos em uma escola reflexiva. 7.ed. São Paulo: Corteza, 2010.

ARAGÃO, Rosália Maria Ribeiro. Memórias de formação e docência: bases para a pesquisa narrativa e biográfica. In: CHAVES, Sílvia Nogueira; BRITO, M.R. (Orgs.) Formação e docência: perspectivas da pesquisa narrativa e autobiográfica. Belém: CEFUJ, 2011.

CARR, Wilfred; KEMMIS, Stephen. Teoria crítica de la enseñanza: investigación-acción en la formación del profesorado. Barcelona: Martinez Roca, 1988.

CHAVES, Sílvia Nogueira. Memorial de Formação: espaço de identidade, diferença, subjetivação. In: CHAVES, Sílvia Nogueira; BRITO, Maria dos Remédios de (Orgs). Formação e docência: perspectivas na pesquisa narrativa e autobiográfica. Belém: CEJUP, 2011.

CONTRERAS, José Domingo. La investigación en la acción. In: Cuadernos de Pedagogia, nº 224, Madrid: Morata, abril 1994, p. 7-31.

DOMINGUES, Gleys Silva. Concepções de investigação-ação na formação inicial de professores. Piracicaba, 2007. [Dissertação de Mestrado].

GARCIA, Carlos Marcelo. A formação de professores: novas perspectivas baseadas na investigação sobre o pensamento do professor. In: NÓVOA, António. Os professores e sua formação. Trad. Graça Cunha, Cândida Hespanha, Conceição Afonso e José Antônio Souza Tavares. 2. Ed. Lisboa: Instituto Inovação Educacional, 1992.

GAUTHIER, Clermont. Por uma outra pedagogía: pesquisas contemporáneas sobre o saber docente. 2. ed. Ijuí: UNIJUÍ, 2006.

GÜLLICH, Roque Ismael. Investigação-formação-ação em ciências: um caminho para reconstruir a relação entre livro didático, o professor e o ensino. Curitiba: Prismas, 2013.

GÜLLICH, Roque Ismael da Costa; KIEREPKA, Janice Silvana Novakoswski. Intervenção em Ciências: a transformação da prática em um processo de investigação-ação. In: HERMEL, Erica do E. S. ; GÜLLICH, Roque Ismael da; GIOVELI, Isabel (Orgs). Ciclos de pesquisa: Ciências e Matemática em Investigação. Chapecó: Ed. UFFS, 2016.

IBIAPINA, Ivana Maria Lopes de Melo. Pesquisa Colaborativa: investigação, formação e produção de conhecimentos. Brasília: Líber Livro Editora, 2008.

KIEREPKA, Janice Silvana Novakowski; GÜLLICH, Roque Ismael da Costa. Refletindo sobre a formação de professores: o processo investigativo/reflexivo como propulsor da constituição docente. RELECS. v. 1, n. 1, p. 117-127, jan.-mar., 2017

NÓVOA, Antônio. Professores: Imagens do Futuro Presente. EDUCA, Lisboa, 2009.

PORLÁN, Rafael; MARTÍN, José. El diario del profesor: um recurso para investigación em el aula. Sevilla, Díada, 2001.

REIS, Pedro Rocha dos. As narrativas na formação de professores e na investigação em educação. Nuances: Estudos sobre Educação. Presidente Prudente, SP, ano XIV, v. 15, n. 16, p. 17-34, jan./ dez. 2008.

WYZYKOWSKI, Tamini; GÜLLICH, Roque Ismael da Costa. Narrativas em ciências biológicas: um olhar para a trajetória de formação inicial. SBEnBIO. n. 7, p. 7065- 7076, out., 2014.

ZABALZA, Miguel A. Diários de aula: um instrumento de pesquisa e desenvolvimento profissional. Porto Alegre: Artmed, 2004.

Publicado
2018-09-29
Como Citar
BREMM, D.; GÜLLICH, R. I. DA C. Processos de investigação-formação-ação decorrentes de narrativas em Ciências de professores em formação inicial: com a palavra o PIBID. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 9, n. 4, p. 139-152, 29 set. 2018.
Seção
Artigos Gerais