Insubordinação Criativa e a Cyberformação com professores de Matemática: desvelando experiências estéticas por meio de tecnologias de Realidade Aumentada

  • Maurício Rosa Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Educação Matemática, Experiência Estética, Cyberformação com Professores de Matemática, Insubordinação Criativa

Resumo

Esse artigo objetiva apresentar uma pesquisa em andamento que estabelece interfaces com a concepção de Insubordinação Criativa. A investigação sobre as experiências estéticas promovidas com Tecnologias Digitais (TD) de Realidade Aumentada (RA), enquanto transformadoras/potencializadoras da Cyberformação com professores de matemática, almeja entender a construção de atividades-matemáticas-com-TD de RA e a utilização dessas em sala de aula, de modo a promover a criatividade tecnológica e a subversão da grade curricular. A RA é considerada a inserção de objetos virtuais no ambiente físico, com o uso de algum dispositivo tecnológico. A Cyberformação, por sua vez, é uma concepção que abrange a formação vista sob as dimensões específica (matemática), pedagógica e tecnológica que assume o trabalho com TD, sob a perspectiva do ser-com, pensar-com e saber-fazer-com-TD. As experiências estéticas (baseadas no “belo”, no fascinante, em termos de imagem, movimento...), expressas evocativamente, talvez estabeleçam uma teia de relações entre “presença” e “vivência” na “pele” e no “contexto matemático” a ser criado, imaginado e experienciado com as TD de RA por

docentes (participantes da produção de dados) e por seus alunos. Isso leva-nos a pensar em uma ruptura em termos de “seguir a receita” quando se trata de uso de TD em aula.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABBAGNANO, N. Dicionário de Filosofia. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

ALVES, L. Ensino Online: trilhando novas possibilidades pedagógicas mediadas pelos jogos eletrônicos. Universidade do Estado da Bahia. Disponível em: <http://www.comunidadesvirtuais.pro.br/ead/artigo.pdf#search=%22RPG%20multiplayer% 20PUC%22>. Acesso em: 20 ago. 2006.

ARAÚJO, J. L.; BORBA, M. C. Construindo Pesquisas Coletivamente em Educação Matemática. In: BORBA, M. C.; ARAÚJO, J. L. (Org.). Pesquisa Qualitativa em Educação Matemática. Belo Horizonte: Autêntica, p. 25-45, 2004.

BAIRRAL, M. A. Compartilhando e Construindo Conhecimento Matemático: análise do discurso nos chats. Bolema – Boletim de Educação Matemática. Rio Claro, Ano 17, n. 22, p. 37-61, 2004.

BAKHTIN, M. M. Estética da criação verbal. 6. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

BICUDO, M. A. V. Experiência e experiência vivida In: TOURINHO, C.; BICUDO, M. A. V. (Org.). A Fenomenologia e seus influxos. Rio de Janeiro: Booklink, 2010.

BICUDO, M. A. V.; ROSA, M. Realidade e cibermundo: horizontes filosóficos e educacionais antevistos. Canoas: ULBRA, 2010.

BULLA, F. D. Modelagem Matemática na perspectiva da Realidade Aumentada: possibilidades à formação de professores. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Matemática). Departamento de Matemática Pura e Aplicada. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre. 2016.

BULLA, F. D.; ROSA, M. O Design de Tarefas-Matemáticas-com-Realidade-Aumentada: uma autorreflexão sobre o processo. Acta Scientiae. Canoas - RS, v. 19, n. 2, p. 296-319, 2017. Disponível em: <http://www.periodicos.ulbra.br/index.php/acta/article/view/ 3036/2304>. Acesso em: 13 jun. 2017.

CALDEIRA, J. P. S. Cyberformação Mobile de Professores de Matemática. 2013. Projeto de Pesquisa (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática), Universidade Luterana do Brasil, Canoas, 2013.

CIÊNCIA VIVA. Hologramas. Disponível em: <http://www.cienciaviva.pt/projectos/pulsar/hologramas.asp>. Acesso em: 16 jun. 2017.

D'AMBROSIO, U. A Educação Matemática e o Estado do Mundo: desafios. Em Aberto, Brasília, v. 27, n. 91, p.157-169, 2014. Disponível em: < http://emaberto.inep.gov.br/ index.php/emaberto/article/view/2402/2362>. Acesso em: 30 ago.2017.

D'AMBROSIO, B. S.; LOPES, C. E. Insubordinação Criativa: um convite à reinvenção do educador matemático. Bolema, Rio Claro , v. 29, n. 51, p. 1-17, 2015 . Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-636X2015000100002 &lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 30 ago. 2017.

DELEUZE, G.; GUATTARI, F. O que é filosofia? 2. ed. Tradução: Bento Prado Jr. E Alberto Alonso Muñoz, 2005.

DUNHAM, P. H.; DICK, T. P. Research on Graphing Calculators. Mathematics Teacher, v. 87, p. 440-445, 1994.

JAHN, A. P. New tools, new attitudes to knowledge: the case of geometric loci and transformations in Dynamic Geometry Environment. In: PME24 - 24th Conference of the International Group the Psychology of Mathematics Education, 2000, Hiroshima.

Proceedings…, Japan : Hiroshima University (Nishiki Print Co., Ltd.), v. 1. p. 91- 103, 2000.

HEALY, S. V. Iterative Design and Comparison of Learning Systems for Reflection in Two Dimensions. 2002. Dissertation (Doctorate in Mathematics Education) – Institute of Education, University of London, London, 2002.

HEALY, S. V. ; KYNIGOS, C. Charting the microworld territory over time: design and construction in mathematics education. ZDM Mathematics Education. Hamburg, Germany, v 42, p. 63–76, 2010.

HEIDEGGER, M. Ser e Tempo. Petrópolis: Vozes, 1988.

KENSKI, V. M. Tecnologias e ensino presencial e a distância. Campinas: Papirus, 2003.

KIRNER, C.; SISCOUTTO, R. Realidade Virtual e Aumentada: Conceitos, Projetos e Aplicações. Livro do Pré-Simpósio; IX Symposium on Virtual and Augmented Reality, Petrópolis – RJ, 2007.

LÉVY, P. A Inteligência Coletiva: por uma antropologia do ciberespaço. Tradução Luiz Paulo Rouanet. 3. ed., São Paulo: Edições Loyola, 2000a.

LÉVY, P. Cibercultura. Tradução: Carlos Irineu da Costa. 2. ed. São Paulo: Editora 34, 2000b.

MACHADO, E. L. F. A Experiência Estética da Matemática com a Realidade Aumentada: contribuições para a formação de professores. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Matemática). Departamento de Matemática Pura e Aplicada. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre. 2016.

MARTINS, M. C. Criança e mídia: “Diversa-mente” em ação em contextos educacionais. Tese (Doutorado em Multimeios) – UNICAMP, Campinas, 2003.

MERLEAU-PONTY, M. Fenomenologia da Percepção. Tradução: Carlos Alberto Ribeiro de Moura. 3. ed., São Paulo: Martins Fontes, 2006, 662 p.

MUSSATO, S.; ROSA, M. Cyberformação: uma proposta em consonância com a m- learning. In: XVI ENCONTRO BRASILEIRO DE ESTUDANTES DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, 16., 2012, Canoas. Anais... Canoas: SBEM, 2012.

MURRAY, J. H. Hamlet on the Holodeck: the future of narrative in cyberspace. New York: Free Press, 1997.

NOSS, R.; HOYLES, C. Constructionism and Microwords. In.: DUVAL, E.; SUTHERLAND, R.; SHARPLES, M. (Ed.), The Technology Enhanced Learning: Research Themes. Springer, 2015.

NUNES, J. A. Design Instrucional de Atividades sobre Funções Trigonométricas com Calculadoras Gráficas. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) – Universidade Luterana do Brasil, 2011.

PENTEADO, M. G. Computer-based learning environments: risks and uncertainties for teachers. Ways of Knowing, Inglaterra, v. 1, n. 2, p. 23-35, 2001.

PEI-LUEN P. R.; QIN G.; LI-MEI W., Using mobile communication technology in high school education: Motivation, pressure, and learning performance. Computers & Education, Elsevier B.V., v. 50, n. 1, 2008, p.1-22. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1016/j.compedu. 2006.03.008>. Acesso em: 30 ago. 2017.

RESENDE, B. Realidade Aumentada e Interfaces Naturais na Formação do Professor de Matemática. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Matemática). Departamento de Matemática Pura e Aplicada. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre. 2016.

ROSA, M. Role Playing Game Eletrônico: uma tecnologia lúdica para aprender e ensinar matemática. 2004. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2004.

ROSA, M. A Construção de Identidades Online por meio do Role Playing Game: relações com o ensino e aprendizagem de matemática em um curso á distância. Tese (Doutorado em Educação Matemática) - UNESP, Rio Claro, 2008.

ROSA, M. Cultura Digital, Práticas Educativas e Experiências Estéticas: interconexões com a Cyberformação de Professores de Matemática. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 34., 2011, Natal, RN. Anais... Natal, RN: ANPED, 2011.

ROSA, M. Cyberformação com Professores de Matemática: interconexões com experiências estéticas na cultura digital. In.: ROSA, M.; BAIRRAL, M. A.; AMARAL, R. B. Educação Matemática, Tecnologias Digitais e Educação a Distância: pesquisas contemporâneas. São Paulo: Editora Livraria da Física, p. 57-93, 2015.

ROSA, M. BAIRRAL, M. A. Curriculum for Prospective Mathematics Teachers Using Digital Technologies: a proposal enhanced by Creative Insubordination. In.: D’AMBROSIO, B. S.; LOPES, C. E. (Ed.) Creative Insubordination in Brazilian Mathematics Education Research. Raleigh: Lulu Press, 2015, p. 171-185.

ROSA, M. BICUDO, M. A.V. Focando a Constituição do Conhecimento Matemático que se Dá no Trabalho Pedagógico que Desenvolve Atividades com Tecnologias Digitais. In.: PAULO, R. M.; FIRME, I. C.; BATISTA, C. C. Ser professor com tecnologias: sentidos e significados. São Paulo, Editora da UNESP, 2018. (no prelo)

SEIDEL, D. J.; ROSA, M. Possibilidades da percepção fenomenológica nos procedimentos investigativos da pesquisa qualitativa em Educação Matemática. Educação Matemática Pesquisa. São Paulo, v. 16, n. 2, 2014.

SCUCUGLIA, R. A investigação do teorema fundamental do cálculo com calculadoras gráficas. 2006. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) - Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2006.

SOUZA, R.; MOREIRA, H. D. F.; KIRNER, C. FLARAS 1.0 – Flash Augmented Reality Authoring System, e-book, 2012. Disponível em: <http://ckirner.com/flaras2 /wp- content/uploads/2012/09/livro-flaras.pdf>. Acesso em: 03 mai. 2013.

TURKLE, S. O Segundo Eu: os computadores e o espírito humano. Tradução: Manuela Madureira. Lisboa: Editorial Presença, 1989.

TURKLE, S. A Vida no Ecrã: a Identidade na Era da Internet. Tradução: Paulo Faria. Lisboa: Relógio D’Água Editores, 1997. Tradução de: Life on the Screen: identity in the age of the Internet. New York: Touchstone Edition, 1995.

VANINI, L.; ROSA, M.; JUSTO, J. C. R.; PAZUCH, V. Cyberformação de Professores de Matemática: olhares para a dimensão tecnológica. Acta Scientiae. Canoas, v. 15, p. 153- 171, 2013.

WEBERMAN, D. A Simulação de Matrix e a Era Pós-Moderna. In: IRWIN, W. Matrix: bem- vindo ao deserto do real. Tradução Marcos Malvezzi Leal. São Paulo: Masdras, p. 247-258, 2003. Título Original: The Matrix and Plilosophy: Welcome to the Desert of the Real.

Publicado
2017-12-21
Como Citar
ROSA, M. Insubordinação Criativa e a Cyberformação com professores de Matemática: desvelando experiências estéticas por meio de tecnologias de Realidade Aumentada. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 8, n. 4, p. 157-173, 21 dez. 2017.
Seção
Artigos Gerais