Indícios de Insubordinação Criativa na tese de doutorado de Beatriz D’ambrosio: dinâmicas e as consequências do movimento da Matemática Moderna na Educação Matemática do Brasil

  • Josane Geralda Barbosa Instituto Federal de Minas Gerais - Campus Ouro Preto
Palavras-chave: Insubordinação Criativa, Matemática Moderna, Currículo, Educação Matemática

Resumo

Este texto apresenta um estudo da tese de doutorado da professora Beatriz Silva D’Ambrosio, apresentada em 1987, à Faculdade de Filosofia da Indiana University Bloomington/Estados Unidos, para obtenção do título de doutora em Filosofia. Busca-se evidenciar os indícios de aproximação com as ideias de insubordinação criativa em sua pesquisa, quando a autora analisou o processo de transferência do currículo da Matemática Moderna de países da América do Norte e da Europa para o Brasil. Na contextualização do trabalho D’Ambrosio apresenta uma reflexão sobre a dependência dos países menos desenvolvidos em relação a países desenvolvidos (na produção e divulgação do conhecimento), a realidade educacional nestes países menos desenvolvidos e a comunicação das inovações de países desenvolvidos para os menos desenvolvidos. A partir de entrevistas semiestruturadas e análise bibliográfica, a autora organiza e discute os dados coletados em dez grandes temas. Baseada nestas discussões, a autora apresenta suas conclusões relacionadas à dinâmica do movimento da matemática moderna no Brasil e finaliza indicando onze recomendações importantes para momentos de discussão, formulação e implementação de políticas educacionais.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Josane Geralda Barbosa, Instituto Federal de Minas Gerais - Campus Ouro Preto

Centro de Educação Aberta e a Distância do Instituto Federal de Minas Gerais - Campus Ouro Preto

Referências

D’AMBROSIO, B. S. Dinâmica e as consequências do movimento da Matemática Moderna na Educação Matemática do Brasil. Tradução Denise Negrão Rossi Piva. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2017. (Coleção Insubordinação Criativa)

D’AMBROSIO, B. S.; LOPES, C. E. Trajetórias profissionais de educadoras matemáticas. 1. ed. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2014.

GUIMARÃES, H. M. Por uma matemática nova nas escolas secundárias: perspectivas e orientações curriculares da matemática moderna. In: MATOS, J. M.; VALENTE, W. R. (Org.). A matemática moderna nas escolas do Brasil e de Portugal: primeiros estudos. São Paulo: Da Vinci; CAPES-GRICES, p. 21-45, 2007.

SOARES, F. S. Os congressos de ensino da Matemática no Brasil nas décadas de 1950 e 1960 e as discussões sobre a Matemática Moderna. In: SEMINÁRIO PAULISTA DE HISTÓRIA E EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, 1., 2005, São Paulo. Anais... São Paulo: IME - USP, 2005. p. 445-452. Disponível em: <http://www.ime.usp.br/~sphem/documentos/sphem-tematicos-5.pdf>. Acesso em: 15 ago. 2017.

VALENTE, W. R. A Matemática Moderna nas escolas do Brasil: um tema para estudos históricos comparativos. Revista Diálogo Educacional −PUCPR, Curitiba - PR, v. 6, n. 18, p. 19-34, 2006.

Publicado
2017-12-21
Como Citar
BARBOSA, J. G. Indícios de Insubordinação Criativa na tese de doutorado de Beatriz D’ambrosio: dinâmicas e as consequências do movimento da Matemática Moderna na Educação Matemática do Brasil. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 8, n. 4, p. 133-146, 21 dez. 2017.
Seção
Artigos Gerais