As concepçoes de professores de Quimica das escolas centros de excelencia de Aracaju/SE sobre Ciência, Tecnologia e Sociedade

  • Aldirene Pinheiro Santos Secretaria de Educação do Estado de Sergipe
Palavras-chave: ProEMI, Relações CTS, Questionário VOSTS, Concepções de Professores

Resumo

A abordagem CTS tem sido apontada como uma alternativa inovadora e eficaz em relação aos problemas enfrentados no ensino de ciências. Neste contexto, o presente artigo apresenta resultados de uma pesquisa que visa apresentar e discutir os resultados obtidos sobre as concepções que os professores de Química que lecionam nas escolas de tempo integral, denominadas Centros Médios Experimentais e que também fazem parte do Programa Ensino Médio Inovador (ProEMI), da cidade de Aracaju/SE, apresentam sobre Ciência, Tecnologia, e Sociedade e suas inter-relações. A pesquisa tem abordagem qualitativa e como coleta de dados foi aplicado aos professores o questionário VOSTS (Views on Science-Tecnology-Society), na versão abreviada adaptada por Canavarro (2000). As respostas obtidas dos professores foram analisadas segundo categorias descritas como realistas, aceitáveis e ingênuas. De modo geral, os professores de Química pesquisados apresentam visões realistas ou aceitáveis sobre as concepções de ciência, tecnologia, e sociedade e suas inter-relações.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ACEVEDO-DÍAZ, A. (2006). Modelos de relaciones entre ciência y tecnologia: un análisis social e histórico. Revista Eureka sobre Enseñanza y Divulgación de las Ciencias, 3(2), 198-219.

AULER, D; DELIZOICOV, D. (2006). Ciência-tecnologia-sociedade: relações estabelecidas por professores de ciências. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, 5(2), 337-355.

CACHAPUZ, A; PRAIA, J. (2004). Da educação em ciência às orientações para o ensino das ciências: um repensar epistemológico. ciência & educação, 10(3), 363-381.

CANAVARRO, J. M. O que se pensa sobre a Ciência. Coimbra: Quarteto, 2000.

ESCUDERO-CID. R., CID-MANZANO, C; ESCUDERO-CID, M: Ciência en femenino. Revista Eureka sobre Enseñanza y Divulgación de las Ciencias, 8(3), 269-28, 2001.

MANASSERO-MAS, M. A., VÁZQUEZ-ALONSO, A. ACEVEDO-DÍAZ, J. A. Avaluación dels temes de ciència, tecnologia i societat. Palma de Mallorca: Conselleria dEducació i Cultura del Govern de les Illes Ballears, 2001.

MARCONI, MA; LAKATOS, E.M: Fundamentos de metodologia científica. Ed. Atlas, 7ª edição, 2010.

SANTOS, M. E. Desafios Pedagógicos para o Século XXI: Suas raízes em forças de mudança de natureza científica, tecnológica e social. Lisboa: Livros Horizonte, 1999.

SANTOS, W. MORTIMER, E.F. Uma análise de pressupostos teóricos da abordagem CT-S (Ciência – Tecnologia – Sociedade) no contexto da educação brasileira. Revista Ensaio – Pesquisa em Educação em Ciências, 2(2), 1-23, 2000.

PALÁCIOS, E. M., LINSINGEN, I. V., GALBARTE, J. C., CEREZO, J. A., LUJÀN, J. L., PEREIRA, L. T., BAZZO, W. A. Introdução aos estudos CTS (Ciência, Tecnologia, Sociedade): Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI),(1ed.) s.l. 2003.

VICENTE, M. F. Q.P. Perspectivas acerca da relação Ciência, Tecnologia e Sociedade: um estudo comparativo com alunos dos cursos de ciências e tecnologias e de línguas e humanidades. Dissertação de mestrado (Mestrado em Educação)- Escola Superior de Educação de Bragança, Portugal, 2012.

Publicado
2018-09-29
Como Citar
SANTOS, A. P. As concepçoes de professores de Quimica das escolas centros de excelencia de Aracaju/SE sobre Ciência, Tecnologia e Sociedade. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 9, n. 4, p. 58-77, 29 set. 2018.
Seção
Artigos Gerais